Radar: Oi (OIBR3 OIBR4) tem interessados em fibra; BB (BBAS3) anuncia PDV

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Radar corporativo desta terça-feira (12) destaca que a unidade de fibra ótica da Oi (IBRB3 OIBR4) conta com três interessados para aquisição, segundo a Bloomberg: o Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) em associação com fundo gerido pelo Banco BTG Pactual (BPAC11); a Highline do Brasil, subsidiária local da Digital Colony, e Ufinet, empresa da qual a italiana Enel possui uma fatia.

O Banco do Brasil (BBAS3) anuncia o fechamento de 112 agências e a dispensa de cerca de 5 mil funcionários.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

A Marfrig (MRFG3) anuncia o início das ofertas de compra até o valor máximo de US$ 1,25 bilhão em notas sênior.

A Moura Engenharia (MDNE3) divulgou sua prévia operacional para o quarto trimestre de 2020, com alta de 107% no VGV.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

O BDR da Ford (FDMO34) fecha em alta de 5,45% após o anúncio do fim da produção da montadora de veículos no Brasil.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Vale (VALE3) e Rumo (RAIL3) estão entre as empresas que devem disputar o leilão da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol).

A Simpar (SIMH3) anuncia início de uma OPA de US$ 625 milhões.

Fundos geridos por Alaska e LAPB reduzem a 4,79% participação na Cosan Logística (RLOG3).

A CCP (CCPR3) mantém apenas serviços essenciais no shopping Estação BH.

A BrMalls (BRML3) também só mantém serviços essenciais em shoppings do Amazonas e de Minas Gerais, devido ao avanço da pandemia.

A B3 (B3SA3) suspende o BDR da China Mobile, depois de a empresa ser deslistada da bolsa americana.

Log-In (LOGN3) vence processo para explorar porto em Vitória (ES).

A Totvs (TOTS3) confirma que avalia aquisição da RD Station. Veja mais notícias.

Oi (OIBR3 OIBR4) tem propostas por unidade de fibra

Segundo reportagem da Bloomberg, com fontes, a unidade de fibra ótica da Oi (IBRB3 OIBR4) conta com três interessados para aquisição.

São eles: o Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) em associação com fundo gerido pelo Banco BTG Pactual (BPAC11); a Highline do Brasil, subsidiária local da Digital Colony, e Ufinet, empresa da qual a italiana Enel possui uma fatia.

A Oi planeja vender até 51% de sua subsidiária por um valor de no mínimo R$ 20 bilhões para a empresa inteira.

O CPPIB, o BTG, a Oi e a Digital Colony não quiseram comentar. A Ufinet não respondeu imediatamente a pedidos de comentários, conforme a Bloomberg.

Ford (FDMO34) fecha em alta de 5,45% após anúncio do fim da produção no país

O BDR (Brazilian Depositary Receipt) da Ford Motor Company (FDMO34) encerrou a segunda-feira (11) com alta de 5,45%.

A forte alta foi reflexo do anúncio do fechamento de fábricas e encerramento da produção de veículos da montadora no Brasil.

O papel da Ford no Brasil começou o dia em R$ 48,55, chegou a R$ 51,11 e encerrou a segunda-feira cotado a R$ 51,06.

O BDRX também terminou o dia em alta, de +1%, puxado pela Ford e por outras empresas que tiveram altas expressivas na segunda-feira.

O BDRX é um índice composto por 54 BDRs não patrocinados e mais líquidos negociados na bolsa brasileira.

Fabricante de automóveis criada em 1903 nos Estados Unidos, a Ford fundou sua primeira unidade no Brasil em 1919. Desde então, tornou-se uma gigante na fabricação de carros.

Nesta segunda-feira, anunciou que vai encerrar a produção de veículos em suas fábricas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e em Horizonte (CE) ainda este ano. Cerca de 5 mil funcionários devem ser afetados na América do Sul.

Os motivos divulgados pela Ford são “a pandemia de Covid-19, que amplificou a persistente capacidade industrial ociosa e a queda nas vendas, que resultaram em anos de perdas significativas”.

Após o anúncio da Ford, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) reagiu e afirmou que a decisão da Ford é um sinal de alerta para os governos federal, de estados e municípios, além do Congresso Nacional, sobre a necessidade de se aprovar, com urgência, medidas para a redução do “custo Brasil”.

BB (BBAS3) vai fechar 112 agências e quer cortar 5 mil funcionários

O Banco do Brasil (BBAS3) aprovou um conjunto de medidas de revisão de redimensionamento de estrutura organizacional. Essas alterações devem ocorrer no primeiro semestre de 2021.

A economia líquida anual estimada com despesas administrativas gerada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

A expectativa é de que as mudanças proporcionem ganhos de eficiência em 870 pontos de atendimento do Brasil.

São cinco principais medidas aprovadas pelo Banco do Brasil:

  • Desativação de 361 unidades, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 Postos de Atendimento (PA).
  • Conversão de 243 agências em PA e outros 8 PA serão transformados em agências.
  • Transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB. Sem a oferta de guichês de caixa e com maior vocação para assessoria e relacionamento.
  • Relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios.
  • Criação de 28 unidades de negócios, sendo 14 Agências Especializadas Agro e 14 Escritórios Leve Digital (unidades especializadas no atendimento a clientes com maturidade digital), com aproveitamento de espaços existentes, não envolvendo contratação ou locação de novos imóveis.

Segundo o Banco do Brasil, a reorganização objetiva a adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura descritas acima, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais.

O Banco do Brasil aprovou ainda duas modalidades de desligamento incentivado voluntário de funcionários. A estimativa é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento até 5 de fevereiro.

Vale (VALE3) e Rumo (RAIL3) devem disputar leilão da Fiol

Foi marcado para abril o leilão do primeiro lote da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol). Segundo reportagem do Valor, a perspectiva de integração entre projetos ferroviários que estavam paralisados e novos empreendimentos atraiu mais operadores para o leilão, dentre eles grupos VLI, que tem como acionistas Vale (VALE3), Mitsui, FI-FGTS, Brookfield e BNDES, e Cosan, por meio da Rumo (RAIL3).

Log-In (LOGN3): terminal vence processo para explorar porto em Vitória (ES)

A Log-In (LOGN3) informa que concluiu processo em que sua subsidiária TVV (Terminal de Vila Velha) obteve a melhor classificação para explorar provisoriamente a área nº 5 do Porto Organizado de Vitória (ES).

O edital de processo seletivo foi organizado pela Companhia Docas do Estado do Espírito Santo (Codesa),

O projeto compreende, segundo a Log-in, a exploração transitória de uma área de 54.086 m² pelo prazo de 180 dias.

“A companhia movimentará carga geral de veículos, reforçando a sua participação no Porto Organizado de Vitória, e a ampliação dos serviços ofertados à sua base atual e potencial de clientes”, explica a empresa em nota ao mercado.

Após a apresentação dos documentos de qualificação, a Log-in foi declarada habilitada em 23 de dezembro de 2020 e o processo seguiu para apreciação da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

“Uma vez publicada a resolução autorizativa da ANTAQ, a companhia será convocada para a assinatura do respectivo contrato de transição em até cinco dias úteis”, completa.

Totvs (TOTS3) confirma que avalia aquisição da RD Station

A Totvs (TOTS3) comunica que recebeu questionamento apresentado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) após notícia divulgada sobre a disputa da empresa com a Locaweb  pela RD Station.

“A companhia esclarece que avalia e discute potenciais aquisições, parcerias e outras oportunidades de negócios, de forma geral, para dar cumprimento ao seu plano estratégico”, explica a Totvs.

A empresa pondera que, até agora, “não foi firmado documento vinculante relativo à concretização da transação, não havendo garantias sobre os possíveis desdobramentos acerca do tema.”

A empresa de marketing digital RD Station, com sede em Florianópolis, está sendo disputada pela Totvs (TOTS3) e pela Locaweb (LWSA3). A cifra poderia chegar a R$ 1 bilhão, segundo reportagem do Estadão.

Fundada em 2011, a RD Station trocou de nome em dezembro do ano passado (antes era Resultados Digitais) já de olho na internacionalização. É líder do setor de marketing digital e controlada por um dos maiores fundos globais de tecnologia, o norte-americano Riverwood.

O faturamento da empresa é de cerca de R$ 150 milhões por ano. Porém, tem uma expansão média anual de 50%.

Segundo apurou o Estadão, a negociação, coordenada pelo Morgan Stanley, está na fase final do processo de venda.

A batalha é entre a Locaweb, que fez IPO em fevereiro de 2020, e a Totvs, que disputou a compra da Linx no ano passado (e perdeu para a Stone). Quem vencer a disputa pela RD Station deverá fazer uma oferta de ações na B3 para financiar a operação.

Para as duas interessadas no negócio a efetivação da compra significará a entrada em um novo segmento, com potencial para alavancar os negócios – o marketing digital tem sido a bola da vez nos últimos anos.

Desde o IPO em fevereiro, a Locaweb já fez cinco aquisições. Assim, seu valor de mercado cresceu 4,5 vezes no ano passado. Já a Totvs possui um valor de mercado maior (R$ 15 bilhões) do que a Locaweb (R$ 10 bilhões).

Criada como um blog, a RD Station ganhou corpo rapidamente e tornou-se referência em marketing digital na América Latina.

Apoiada na plataforma RD Station e nos megaeventos que reúnem dezenas de palestrantes internacionais todo o ano, a startup cresceu tanto em números quanto em visibilidade.

A empresa tem mais de 25 mil clientes em 20 países, além de 700 funcionários.

A RD Station recebeu um aporte de R$ 200 milhões do Riverwood Capital em 2019. Até então foi o maior valor recebido por uma empresa da América Latina no segmento de SaaS (software-as-a-service).

B3 (B3SA3): banco suspende China Mobile

O Banco B3 (B3SA3), atual depositário e emissor do Programa de BDR Nível I Não Patrocinado da China Mobile, informa que publicado atualização da lista de restrições em que consta essa companhia.

Na quinta (7) a New York Stock Exchange (NYSE) anunciou a suspensão e deslistamento do ADR da companhia sob o código de negociação CHL.

“Ressaltamos que o livro estará fechado para as operações de emissão e cancelamento a partir de 11 de janeiro de 2021, bem como a suspensão das negociações deste programa no mercado secundário”, diz a B3, em comunicado.

“O Banco B3 divulgará um novo comunicado posteriormente o detalhando o tratamento sobre as posições de BDR.”

Aquisições sobem 42% na comparação com a média dos últimos cinco anos

O número de fusões e aquisições no Brasil foi recorde de janeiro a novembro de 2020, aponta estudo da consultoria PwC Brasil divulgado pelo Valor. Foram 909 transações, número 42% superior à média do mesmo período dos últimos cinco anos (638 transações).

O setor de tecnologia da informação (TI) foi líder, com 394 operações, como a aquisição da da Sindiconet pelo Quinto Andar e da Linx (LINX3) pela Stone. Na sequência, vieram os setores de serviços auxiliares e de saúde.

Marfrig (MRFG3) anuncia US$ 1,25 bi em sênior notes

A Marfrig (MRFG3) anunciou o início das ofertas de compra até o valor máximo de US$ 1,25 bilhão em notas sênior.

Segundo a Marfrig, o principal propósito das ofertas de compra é a aquisição em dinheiro de um montante em circulação de notas até o limite agregado da oferta.

Assim sendo, a companhia pretende realizar a aquisição de notas sênior com remuneração de 6.875% ao ano e vencimento em 2025, emitidas em 19 de janeiro de 2018.

Além disso, serão adquiridas ainda as notas sênior em circulação com remuneração de 7% a.a. e vencimento em 2024 , emitidas em 15 de março de 2017.

As ofertas de compra expirarão às 23h59min, horário da cidade de Nova York (EUA), do dia 8 de fevereiro de 2021.

Moura (MDNE3): VGV soma R$ 791 milhões, alta de 107%, na prévia do 4T20

A Moura Engenharia (MDNE3) divulgou sua prévia operacional para o quarto trimestre de 2020.

Segundo a companhia, no último trimestre de 2020 foram lançados 6 projetos totalizando R$ 516 milhões em VGV bruto. No acumulado de 2020, o VGV bruto atingiu o montante de R$ 791 milhões, alta de 107% na comparação com um ano antes.

No que diz respeito ao volume de vendas e adesões brutas (Vendas Brutas Contratadas e Valor total aderido a condomínios), o do 4T20 atingiu R$ 305 milhões, o que representa um avanço de 49,8% em relação a 2019.

No ano, as vendas e adesões brutas foram de R$ 778,62 milhões, alta de 2,2% comparados aos R$ 761,99 milhões realizados no mesmo período de 2019.

Os distratos correntes no quarto trimestre de 2020 somaram R$ 15,6 milhões, representando 5% das vendas e adesões brutas.

No trimestre, a companhia concluiu 2 projetos no estado de Pernanbuco, totalizando VGV Bruto no lançamento de R$ 123 milhões e um total de 545 unidades.

No ano foram entregues 5 projetos totalizando um VGV de R$ 474 milhões e 981 unidades.

MRVE3: Eduardo Paes Barreto renunciou ao cargo de diretor executivo

A MRV (MRVE3) informou que recebeu do Sr. Eduardo Paes Barreto a carta de renúncia ao cargo de Diretor Executivo de Comercial e Crédito.

Barreto havia sido eleito na reunião do conselho de administração da companhia, realizada em 15 de março de 2019, e cujo mandato teria prazo de 2 anos.

IRB (IRB3) esclarece questionamento da CVM

Em atenção ao questionamento da CVM a respeito de notícia veiculada na Forbes Brasil, em que constaram as afirmações de que o IRB (IRBR3) registrou uma alta no faturamento pelo sexto mês consecutivo no mês de novembro de 2020, com um crescimento de 10% (totalizando cerca de R$ 10,5 bilhões), a companhia esclareceu o que segue:

“Em 06 de janeiro, a Companhia divulgou seu boletim sobre o mercado de seguros, denominado “Boletim IRB+ Mercado” (https://www.irbre.com/PT-BR/Paginas/paineldedados.aspx), em que Companhia apresentou dados de análise de performance de mercado de seguros de novembro de 2020. No entanto, por equívoco, a citada matéria interpretou as informações ali contidas como sendo da Companhia e não do mercado de seguros como um todo.”

Tendo em vista o equívoco, o IRB entrou em contato com o veículo de imprensa para esclarecer a questão, que prontamente excluiu a nota com o erro referente ao IRB Brasil RE.

Simpar (SIMH3) anuncia início de uma OPA de US$ 625 milhões

A Simpar (SIMH3) informou que sua subsidiária financeira, Simpar Europe (anteriormente denominada JSL Europe), anunciou o início de uma oferta pública de aquisição em dinheiro para todas as notas de sua emissão, no valor de US$ 625 milhões, com remuneração de 7,750% a.a e vencimento em 2024.

A oferta está programada para encerrar às 17h, horário da cidade de Nova York (EUA) de 15 de janeiro de 2021, exceto se prorrogada ou encerrada antecipadamente pela Simpar.

Cosan Logística (RLOG3): fundos geridos por Alaska e LAPB alienaram ações

A Cosan Logística (RLOG3) informou que recebeu correspondência da Alaska Investimentos e da LAPB Gestão de Recursos comunicando que alienaram na última quinta-feira (7) ações da Cosan Log, através de fundos de investimentos sob sua gestão.

Com isso, as gestoras atingiram a participação de 22.205.869 ações ordinárias, reduzindo a sua posição para 4,79%, patamar inferior a 5% do total de ações ordinárias emitidas pela Companhia.

Ainda conforme notificação enviada à Cosan, as gestoras declararam que a redução da participação teve como objetivo a mera realização de operações financeiras.

CCP (CCPR3) mantém apenas serviços essenciais no shopping Estação BH

A Cyrela Commercial Properties (CCPR3) informou que, conforme determinação das autoridades locais do município de Belo Horizonte, a partir do próximo dia 11 de janeiro, apenas os serviços essenciais estão autorizados a operar no shopping Estação BH.

A Companhia declarou ainda que as demais atividades comerciais estão temporariamente suspensas e que está atenta às novas orientações do governo.

BRML3: shoppings do Amazonas e Minas Gerais só com serviços essenciais

O BR Malls (BRML3) informou que seus shoppings em Belo Horizonte (MG) no Estado do Amazonas estão com restrições devido à pandemia da Covid-19. Às 13h30 desta segunda-feira, as ações do BR Malls caíam 2,76% (cotadas a R$ 9,15).

No Amazonas as restrições estão válidas desde 4 de janeiro. Já em Belo Horizonte, as restrições passaram a valer a partir desta segunda-feira.

Segundo o BR Malls, apenas as operações de serviços essenciais estão autorizadas a operar dentro dos shopping centers nestes locais, mantendo-se as demais  atividades  comerciais  temporariamente  suspensas  nas  respectivas  regiões indicadas.

Kalunga: controladores vendem Spiral e preparam IPO

Os donos da Kalunga, os irmãos Paulo Garcia e José Roberto Garcia, firmaram contrato para a venda da fabricante de material escolar Spiral para a própria Kalunga no final de outubro, por R$ 106,2 milhões. Os Garcias eram donos da Spiral, que fornece produtos de papelaria e escritório à varejista e são os únicos sócios da Kalunga.

Os irmãos vão usar os recursos para pagar parte de uma dívida de aproximadamente R$ 480 milhões com a Kalunga.

O restante do saldo a dever será quitado com recursos da oferta secundária de ações da empresa, que deve ocorrer em 2021. A Kalunga está em processo de oferta pública inicial de ações (IPO, da sigla em inglês), com intuito de captar cerca de R$ 1 bilhão, dizem fontes ouvidos pelo Valor.

SU (CARD3) pagará juros sobre capital próprio

A CSU CardSystem S.A. (CARD3) comunicou que pagará juros sobre o capital próprio (JCP) no valor de R$ 12,5 milhões. O pagamento será feito a partir de 14 de janeiro.

O valor por ação será correspondente a diferentes datas ex-provento. Conforme o cronograma abaixo:

  • Até 16/03/2020 (1TRI20): R$ 0,054;
  • Até 29/06/2020 (2TRI20): R$ 0,064;
  • Até 30/09/2020 (3TRI20): R$ 0,111;
  • Até 07/12/2020 (4TRI20): R$ 0,304.

Springs Global (SGPS3) autoriza fiança entre Coegminas e Juntos Seguros

O conselho de administração da Springs Global (SGPS3) autorizou e ratificou a fiança prestada pelos administradores no contrato de contragarantia firmado entre Coteminas S.A. e Juntos Seguros S.A.

Assim, com a aprovação, o conselho também reconheceu a validade e os efeitos da garantia contratual.

CVC Brasil (CVCB3) tem novo comitê de auditoria

A CVC Brasil (CVCB3) deliberou sobre a nova composição do Comitê de Auditoria e de Partes Relacionadas da companhia. A aprovação foi feita por unanimidade pelo conselho de administração.

Felipe Villela Dias assumirá a coordenação dos trabalhos do comitê, que terá ainda Flavio Uchoa Teles de Menezes como membro e Luis Otavio Saliba Furtado como membro externo.

O mandato é válido por um ano e os membros não recebem remuneração, exceto por Luis Otavio Saliba Furtado.

Mahle Metal Leve (LEVE3) marca Assembleia Geral

A Mahle Metal Leve (LEVE3) comunicou que marcou para 29 de abril de 2021 a Assembleia Geral Ordinária da empresa.

Mais informações sobre a AGO serão divulgadas posteriormente.

Segundo a empresa, o evento possibilitará ao acionista a participação através do boletim de voto à distância.

Inepar (INEP4): alteração acionária relevante

Inepar (INEP4) reporta que o acionista Roberto Veiga Hinrichsen atingiu a participação acionária de 8,00% das PNs.

O acionista atingiu a participação representada por 253.000 ações.

“Cabe salientar que a aquisição foi efetuada como estratégia de investimento e não objetiva alterar a administração ou a composição do controle da sociedade”, informa a Inepar.

Enjoei (ENJU3) tem novo diretor de RI

A Enjoei (ENJU3) nomeou Marcos Pinheiro como diretor financeiro e de relações com investidores. Ele substitui Guilherme Soares Almeida.

(Com Marco Antônio Lopes)

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.