Banco do Brasil (BBAS3) vai fechar 112 agências e quer cortar 5 mil funcionários

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

O Banco do Brasil (BBAS3) aprovou um conjunto de medidas de revisão de redimensionamento de estrutura organizacional. Essas alterações devem ocorrer no primeiro semestre de 2021.

A expectativa é de que as mudanças proporcionem ganhos de eficiência em 870 pontos de atendimento do Brasil.

São cinco principais medidas aprovadas pelo Banco do Brasil:

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

  • Desativação de 361 unidades, sendo 112 agências, 7 escritórios e 242 Postos de Atendimento (PA).
  • Conversão de 243 agências em PA e outros 8 PA serão transformados em agências.
  • Transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB. Sem a oferta de guichês de caixa e com maior vocação para assessoria e relacionamento.
  • Relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios.
  • Criação de 28 unidades de negócios, sendo 14 Agências Especializadas Agro e 14 Escritórios Leve Digital (unidades especializadas no atendimento a clientes com maturidade digital), com aproveitamento de espaços existentes, não envolvendo contratação ou locação de novos imóveis.

Segundo o Banco do Brasil, a reorganização objetiva a adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura descritas acima, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais.

A economia líquida anual estimada com despesas administrativas gerada por estes movimentos é de R$ 353 milhões em 2021 e R$ 2,7 bilhões até 2025.

O Banco do Brasil aprovou ainda duas modalidades de desligamento incentivado voluntário de funcionários. A estimativa é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento até 5 de fevereiro.

CVC Brasil (CVCB3) tem novo comitê de auditoria

A CVC Brasil (CVCB3) deliberou sobre a nova composição do Comitê de Auditoria e de Partes Relacionadas da companhia. A aprovação foi feita por unanimidade pelo conselho de administração.

Felipe Villela Dias assumirá a coordenação dos trabalhos do comitê, que terá ainda Flavio Uchoa Teles de Menezes como membro e Luis Otavio Saliba Furtado como membro externo.

O mandato é válido por um ano e os membros não recebem remuneração, exceto por Luis Otavio Saliba Furtado.

Mahle Metal Leve (LEVE3) marca Assembleia Geral

A Mahle Metal Leve (LEVE3) comunicou que marcou para 29 de abril de 2021 a Assembleia Geral Ordinária da empresa.

Mais informações sobre a AGO serão divulgadas posteriormente.

Segundo a empresa, o evento possibilitará ao acionista a participação através do boletim de voto à distância.