Marfrig (MRFG3) anuncia US$ 1,25 bi em sênior notes, com vencimento em 2024 e 2025

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Marfrig

A Marfrig (MRFG3) anunciou nesta segunda-feira (11) o início das ofertas de compra até o valor máximo de US$ 1,25 bilhão em notas sênior.

Segundo a Marfrig, o principal propósito das ofertas de compra é a aquisição em dinheiro de um montante em circulação de notas até o limite agregado da oferta.

Assim sendo, a companhia pretende realizar a aquisição de notas sênior com remuneração de 6.875% ao ano e vencimento em 2025, emitidas em 19 de janeiro de 2018.

Além disso, serão adquiridas ainda as notas sênior em circulação com remuneração de 7% a.a. e vencimento em 2024 , emitidas em 15 de março de 2017.

As ofertas de compra expirarão às 23h59min, horário da cidade de Nova York (EUA), do dia 8 de fevereiro de 2021.

Moura (MDNE3): VGV soma R$ 791 milhões, alta de 107%, na prévia do 4T20

A Moura Engenharia (MDNE3) divulgou sua prévia operacional para o quarto trimestre de 2020.

Segundo a companhia, no último trimestre de 2020 foram lançados 6 projetos totalizando R$ 516 milhões em VGV bruto. No acumulado de 2020, o VGV bruto atingiu o montante de R$ 791 milhões, alta de 107% na comparação com um ano antes.

No que diz respeito ao volume de vendas e adesões brutas (Vendas Brutas Contratadas e Valor total aderido a condomínios), o do 4T20 atingiu R$ 305 milhões, o que representa um avanço de 49,8% em relação a 2019.

No ano, as vendas e adesões brutas foram de R$ 778,62 milhões, alta de 2,2% comparados aos R$ 761,99 milhões realizados no mesmo período de 2019.

Os distratos correntes no quarto trimestre de 2020 somaram R$ 15,6 milhões, representando 5% das vendas e adesões brutas.

No trimestre, a companhia concluiu 2 projetos no estado de Pernanbuco, totalizando VGV Bruto no lançamento de R$ 123 milhões e um total de 545 unidades.

No ano foram entregues 5 projetos totalizando um VGV de R$ 474 milhões e 981 unidades.

MRV (MRVE3) informa que Eduardo Paes Barreto renunciou ao cargo de diretor executivo de Comercial e Crédito

A MRV (MRVE3) informou que recebeu do Sr. Eduardo Paes Barreto a carta de renúncia ao cargo de Diretor Executivo de Comercial e Crédito.

Barreto havia sido eleito na reunião do conselho de administração da companhia, realizada em 15 de março de 2019, e cujo mandato teria prazo de 2 anos.

IRB (IRB3) esclarece questionamento da CVM sobre performance no mercado de seguros

Em atenção ao questionamento da CVM a respeito de notícia veiculada na Forbes Brasil, em que constaram as afirmações de que o IRB (IRBR3) registrou uma alta no faturamento pelo sexto mês consecutivo no mês de novembro de 2020, com um crescimento de 10% (totalizando cerca de R$ 10,5 bilhões), a companhia esclareceu o que segue:

“Em 06 de janeiro, a Companhia divulgou seu boletim sobre o mercado de seguros, denominado “Boletim IRB+ Mercado” (https://www.irbre.com/PT-BR/Paginas/paineldedados.aspx), em que Companhia apresentou dados de análise de performance de mercado de seguros de novembro de 2020. No entanto, por equívoco, a citada matéria interpretou as informações ali contidas como sendo da Companhia e não do mercado de seguros como um todo.”

Tendo em vista o equívoco, o IRB entrou em contato com o veículo de imprensa para esclarecer a questão, que prontamente excluiu a nota com o erro referente ao IRB Brasil RE.