Radar traz emissões de Lojas Renner (LREN3) e Via Varejo (VVAR3)

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

No Radar Corporativo desta segunda-feira (19) o destaque fica pelo setor de varejo e shopping centers.

A Lojas Renner (LREN3) informou que o seu conselho aprovou emissão primária restrita de ações no montante que pode atingir R$ 6,458 bilhões e anunciou dividendos intercalares.

CASES DA BOLSA

Aprenda análise fundamentalista na prática, inscreva-se no evento!

Já a Via Varejo (VVAR3) informou que pretende levantar R$ 1 bilhão em debêntures ligadas a metas ESG, visando ampliar o uso de energia renovável em suas operações.

Entre os shopping centers, Iguatemi (IGTA3), Aliansce (ALSO3) e Multiplan (MULT3) informaram a reaberura de suas unidadas no Estado de São Paulo.

Destaque ainda para a Petrobras (PETR3 PETR4), com o conselho de administração aprovando o nome de Joaquim Silva e Luna para o cargo de presidente da companhia.

Por fim, a JBS (JBSS3) informa aquisição na Europa, por € 341 milhões, da Vivera, terceira maior produtora de produtos plant-based na Europa.

Veja agora o Radar Corporativo na íntegra:

Emissões e dívidas 

Lojas Renner (LREN3) fará emissão de até R$ 6,4 bi

O Conselho de Administração da Renner (LREN3), em reunião realizada nesta segunda-feira (19) aprovou a realização de oferta pública de distribuição primária de 102 milhões de ações ordinárias da companhia, com esforços restritos de colocação, que podem ser acrescida de até 35% do total.

Itaú (ITUB), BTG (BPAC11), J.P Morgan, Morgan Stanley e Santander coordenam a oferta, estimada entre R$ 4,783 bilhões e R$ 6,458 bilhões, considerando as ações adicionais e o preço da ação em 16 de abril (R$ 46,90).

As ações da Lojas Renner (LREN3) dispararam na sexta-feira, com a notícia que a empresa estaria estudando uma nova oferta de ações. Em nota à Comissão de Valores Mobiliários, a Renner confirmou as intenções.

“Está sendo avaliada a possibilidade de realizar uma oferta pública de distribuição primaria com esforços restritos de ações de sua emissão”, afirmaram em nota. “Não obstante, não há, nesta data, definição final quanto à realização da referida oferta, sua estrutura, destinação de recursos ou volume”.

Os papéis da companhia encerraram o pregão com alta de 9,04%, valendo R$ 45,71.

Lojas Renner dividendos

A empresa informou o pagamento total de dividendos intercalares, com base base no lucro apurado em 2020, de R$ 271,707 milhões.

Deste valor, será deduzido R$ 240,818 milhões já deliberados como juros sobre capital próprio nas reuniões do Conselho de Administração de 16.03.20, 15.12.2020, 17.09.2020 e 18.06.2020, de forma a atribuir aos acionistas por conta da deliberação desta reunião, dividendos no montante de R$ 30,889 milhões, equivalentes a R$ 0,03894 por ação ordinária.

Farão jus aos dividendos aprovados, os acionistas que se encontrarem na base ao final do dia 23.04.2021, inclusive. Dessa forma, a partir de 26.04.2021, as ações da Companhia serão negociadas “Ex-Dividendos”.

Via Varejo (VVAR3) quer levantar R$ 1 bi em debêntures ESG

A Via Varejo (VVAR3) pretende levantar R$ 1 bilhão em debêntures ligadas a metas ESG. A intenção é ampliar o uso de energia renovável em suas operações, seja de lojas físicas ou centros de distribuição e escritórios. A precificação deverá ocorrer em 7 de maio.

Minerva (BEEF3) homologa aumento de capital

A Minerva (BEEF3) homologou a quantidade de bônus de subscrição exercida pelos seus titulares entre os dias 19 de março de 2021 a 13 de abril de 2021.

A empresa também aprovou o aumento do capital social da companhia,  dentro  do  limite  de  capital  autorizado,  em  virtude  do  exercício, por determinados titulares, de seus respectivos bônus de subscrição.

Assim, a empresa passará dos atuais R$1.371.353.775,47, divididos em 549.621.694 ações ordinárias, para R$ 1.371.386.250,22, divididos em 549.627.719 ações ordinárias. Portanto, um aumento no valor de R$ 32.474,75, mediante a emissão 6.025 novas ações ordinárias, com preço de emissão de R$ 5,39.

2W Energia aprova emissão de bônus de subscrição

A 2W Energia divulgou a ata da assembleia geral realizada em 8 de abril em que os acionistas ratificaram a emissão de um bônus de subscrição nominativo, exercível de acordo com as condições e características constantes do Bônus de Subscrição nº 01, dentro do limite do capital autorizado aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia realizada em 17 de março de 2021.

Os acionistas da companhia renunciaram expressamente, em favor da Darby Fund III Holdings, L.P. sociedade existente sob as leis do Estado de Ontario, Canadá, aos seus respectivos direitos de preferência na subscrição do bônus e na subscrição das ações por ventura emitidas em decorrência do exercício do Bônus.

Assim, considerando a renúncia dos acionistas à subscrição do bônus, o Conselho de Administração da companhia fica autorizado a emitir o Bônus em benefício da Darby Fund III Holdings, L.P.

Fusões e aquisições

JBS (JBSS3) informa aquisição na Europa por € 341 milhões

A JBS (JBSS3) informou a aquisição da totalidade das ações da Vivera, terceira maior produtora de produtos plant-based na Europa, por um valor de empresa (enterprise value) de € 341 milhões.

Segundo fato relevante, a companhia comprada oferece um amplo portfólio de produtos com a marca Vivera, além de produtos private label em mais de 25 países, com presença relevante nos mercados da Holanda, Reino Unido e Alemanha.

Na compra, estão incluídas três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento na Holanda.

Hypera (HYPE3) compra a Consulta Remédios

A Hypera (HYPE3) informou que celebrou acordo de investimento para aquisição de participação minoritária na Consulta  Remédios, de  22,5%  do  capital  social,  com  possibilidade  de aumento dessa participação minoritária.

A Consulta Remédios é a maior plataforma de acesso e consulta de informações de medicamentos do Brasil e o 5º maior portal farmacêutico do mundo em número de visitantes.

Setor de moda se valoriza com consolidação

A expectativa de que fusões ou aquisições possam acontecer no setor de moda no curto prazo faz as ações das varejistas voltarem a subir na bolsa, atingindo patamares registrados em novembro, quando a pandemia tinha perdido força, de acordo com reportagem do Valor.

Além de uma possível nova proposta da Arezzo para combinar operações com a Hering, a Renner estuda uma oferta de ações robusta, abrindo terreno para uma eventual aquisição, e, segundo o Valor apurou com quatro fontes, a Dafiti busca comprador e já teria sondado líderes do setor e fundos de investimento nos últimos meses.

Conforme investidores e gestores, Renner, Riachuelo, C&A, Soma e Dafiti podem se envolver em eventuais negociações – alguns na ponta compradora, outros na vendedora.

Hidrovias do Brasil (HBSA3) adquire ativos

A Hidrovias do Brasil (HBSA3) comprou 100% do capital social da Imperial Shipping Paraguay; 100% do capital social da Imperial South America BV; 50% do capital social da Baden.

Além disso, a empresa adquiriu ativos de navegação do grupo Imperial.

Cias Abertas

Petrobras (PETR3 PETR4) aprova Silva e Luna como CEO

O Conselho de Administração da Petrobras (PETR3, PETR4) aprovou Joaquim Silva e Luna para o cargo de presidente da companhia nesta sexta-feira (16). Além disso, outros quatro nomes dos quadros internos da empresa que vão liderar quatro diretorias executivas. As alterações foram informadas via nota relevante à CVM.

Rodrigo Araujo Alves será o novo diretor executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores. Cláudio Mastella será o diretor executivo de Comercialização e Logística da estatal. Já Fernando Borges será o diretor executivo de Exploração e Produção e João Henrique Rittershaussen ocupa o cargo de diretor executivo de Desenvolvimento da Produção.

Petrobras aumenta preço do diesel

O preço do diesel vai aumentar a partir desta sexta-feira (16) em todo o Brasil. Conforme decisão da Petrobras, o preço médio do diesel nas refinarias será elevado em cerca de 3,8%. Ainda mais, a gasolina sofre aumento de aproximadamente 1,9%.

Assim, o reajuste será de R$ 0,1001 do diesel e de R$ 0,0497 da gasolina.

Com a variação, o diesel – combustível mais comercializado no país – será vendido a R$ 2,76 por litro nos pontos de venda da empresa. Enquanto isso, a gasolina a R$ 2,64 por litro.

Petrobras (PETR3) informa sobre renúncia de conselheiro

A Petrobras (PETR3) informou que recebeu na sexta-feira (16) carta de renúncia do Conselheiro de Administração Marcelo Gasparino da Silva, eleito através de processo de voto múltiplo na Assembleia Geral Extraordinária de 12/04/2021.

Nos  termos  da  carta  de  renúncia,  o  Conselheiro  informa: “(…)apresento  minha  renúncia  em  caráter irrevogável  e  irretratável,  ao  cargo  de  membro  do  Conselho  de  Administração  da  Petrobras,  para  o  qual acabo  de  ser  empossado,  a  ser  considerada  por  esse  Colegiado  a  partir  de  31/05/2021  ou  até  que  seja empossado  o  meu  substituto  a  ser  eleitoatravés  de  nova  assembleia  geral  oportunamente  convocada, diante da ocorrência do processo eleitoral do Voto Múltiplo, o que ocorrer primeiro (…)”.

Iguatemi (IGTA3), Aliansce (ALSO3) e Multiplan (MULT3) reabrem

A Iguatemi Empresa de Shoppings (IGTA3) comunicou a retomada de operações de shoppings em horários reduzidos a partir deste domingo (18).

Já a Aliansce Sonae Shopping Centers informou que as operações dos shoppings localizados em São Paulo foram retomadas no domingo, mas seguindo rígido protocolo de reabertura. Considerando essas reaberturas, 26 shoppings do portfólio próprio da Companhia estão em operação, o que corresponde a 96% do total de NOI e 96,3% da ABL própria.

Enquanto isso, a Multiplan também comunicou o retorno das atividades de todos os shopping centers do Estado
de São Paulo, em horário de funcionamento reduzido.

Cielo (CIEL3) comunica mudança de estrutura

A Cielo (CIEL3) comunicou a toda empresa a nova estrutura organizacional da companhia, decorrente de uma revisão que ensejou a incorporação da Vice-Presidência Executiva de Produtos e Negócios pela Vice-Presidência de Experiência do Cliente e, por consequência,  a extinção  do  cargo  de Vice-Presidente  Executiva de  Produtos  e  Negócios.

Assim, foi aceito o pedido de renúncia apresentado por Renata Baiense de Paiva Greco ao cargo de Diretora sem Designação Específica (Vice-Presidente Executiva de Produtos e Negócios).

Gerdau (GGBR4) vai investir R$ 1 bi em aços especiais no Brasil

A Gerdau vai realizar investimentos de aproximadamente R$ 1 bilhão em sua operação de aços especiais no País, conforme informou o Valor.

De acordo com o vice-presidente da unidade, Rubens Pereira, a siderúrgica vai aportar os recursos de 2021 a 2022 para aumentar a capacidade de produção desse tipo de aço – usado principalmente na indústria automotiva – e na modernização de suas operações.

CCR (CCRO3) informa sobre movimento de rodovias

A CCR (CCRO3) informou que houve crescimento de 55,5% do tráfego nas rodovias sob sua gestão entre 9 a 15 de abril de 2021 em relação ao mesmo período de 2020.

No acumulado do ano, o aumento foi de 3,3% no comparativo com o ano passado.

Comparando-se com 2019, houve queda de 5,9% na última semana e queda de 3,8% no acumulado de 2021 comparando-se com o acumulado de 2019.

Banco do Nordeste (BNBR3) votará para escolher representantes de conselhos

O Banco do Nordeste (BNBR3) colocará em votação na 113ª assembleia geral a eleição dos membros representantes do Ministério da Economia no Conselho de Administração e a eleição do representante do Ministério da Economia no Conselho Fiscal e seu respectivo suplente.

Assim, o procurador da Fazenda Fabiano de Figueiredo Araújo é indicado para ser o representante do Ministério da Economia para o conselho fiscal.

Para o conselho de administração, são indicados Antônio Carlos Rodrigues da Silva, Guido Antônio da Silva Carneiro, Leonardo Faletti e Saumíneo da Silva Nascimento.

Seara, controlada da JBS (JBSS3), lança nova linha de embutido

Em ritmo acelerado de investimentos para dobrar o faturamento até 2023, a Seara, controlada da JBS, que reúne o
negócio brasileiro de aves, suínos e alimentos industrializados – vai inaugurar uma nova categoria para avançar na
mercado de frios, competindo ao mesmo tempo com os fatiados feitos de peito de peru e presunto, de acordo com o Valor.

A Seara criou um embutido a partir do lombo suíno, carne mais magra que o pernil, matéria-prima do presunto. Batizado de Levíssimo, o fatiado tem sabor semelhante ao do presunto, mas é tão magro quanto o peito de peru – o teor de sódio é 23% menor que o da alternativa de peru da Seara.

Irmãos Batistas voltam a depor

Joesley e Wesley Batista, controladores da JBS, voltaram a prestar depoimentos neste ano no contexto de suas delações.

Os acordos dos irmãos foram repactuados com a Procuradoria-Geral da República (PGR) e homologados
pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, em dezembro de 2020, conforme informou o Valor.

Além dos irmãos, Francisco de Assis e Ricardo Saud também são delatores. Saud ainda busca repactuar seu
acordo.

(Com Marco Antonio Lopes, Claudia Zucare, Rodrigo Petry e Redação)