Petrobras (PETR3) informa sobre renúncia de conselheiro; Hypera (HYPE3) compra a Consulta Remédios

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A Petrobras (PETR3) informou que recebeu na sexta-feira (16) carta de renúncia do Conselheiro de Administração Marcelo Gasparino da Silva, eleito através de processo de voto múltiplo na Assembleia Geral Extraordinária de 12/04/2021.

Nos  termos  da  carta  de  renúncia,  o  Conselheiro  informa: “(…)apresento  minha  renúncia  em  caráter irrevogável  e  irretratável,  ao  cargo  de  membro  do  Conselho  de  Administração  da  Petrobras,  para  o  qual acabo  de  ser  empossado,  a  ser  considerada  por  esse  Colegiado  a  partir  de  31/05/2021  ou  até  que  seja empossado  o  meu  substituto  a  ser  eleitoatravés  de  nova  assembleia  geral  oportunamente  convocada, diante da ocorrência do processo eleitoral do Voto Múltiplo, o que ocorrer primeiro (…)”.

A Petrobras esclareceu que, em caso de vacância do cargo de Conselheiro de Administração eleito por voto múltiplo que não seja decorrente   de   destituição,   o   cargo   poderá   ser   preenchido   por   substituto   eleito   pelo   Conselho   de Administração, até que seja realizada uma próxima Assembleia Geral de Acionistas.

A Assembleia da Petrobras deverá proceder à eleição dos 8 membros do Conselho eleitos por voto múltiplo, não havendo obrigatoriedade de convocação de Assembleia específica pela companhia para esse fim.

Minerva (BEEF3) homologa aumento de capital

A Minerva (BEEF3) homologou a quantidade de bônus de subscrição exercida pelos seus titulares entre os dias 19 de março de 2021 a 13 de abril de 2021.

A empresa também aprovou o aumento do capital social da companhia,  dentro  do  limite  de  capital  autorizado,  em  virtude  do  exercício, por determinados titulares, de seus respectivos bônus de subscrição.

Assim, a empresa passará dos atuais R$1.371.353.775,47, divididos em 549.621.694 ações ordinárias, para R$ 1.371.386.250,22, divididos em 549.627.719 ações ordinárias. Portanto, um aumento no valor de R$ 32.474,75, mediante a emissão 6.025 novas ações ordinárias, com preço de emissão de R$ 5,39.

Cielo (CIEL3) comunica mudança de estrutura organizacional

A Cielo (CIEL3) comunicou a toda empresa a nova estrutura organizacional da companhia, decorrente de uma revisão que ensejou a incorporação da Vice-Presidência Executiva de Produtos e Negócios pela Vice-Presidência de Experiência do Cliente e, por consequência,  a extinção  do  cargo  de Vice-Presidente  Executiva de  Produtos  e  Negócios.

Assim, foi aceito o pedido de renúncia apresentado por Renata Baiense de Paiva Greco ao cargo de Diretora sem Designação Específica (Vice-Presidente Executiva de Produtos e Negócios).

Hypera (HYPE3) compra a Consulta Remédios

A Hypera (HYPE3) informou que celebrou acordo de investimento para aquisição de participação minoritária na Consulta  Remédios, de  22,5%  do  capital  social,  com  possibilidade  de aumento dessa participação minoritária.

A Consulta Remédios é a maior plataforma de acesso e consulta de informações de medicamentos do Brasil e o 5º maior portal farmacêutico do mundo em número de visitantes.

Com presença em todas as regiões do país, a Consulta Remédios atua em parceria com grandes  e  médias  redes  do  varejo  farmacêutico, e  conta  hoje  com aproximadamente  1  milhão  de visitantes únicos diariamente.

“Esse é o segundo investimento do Hypera Ventures, iniciativa de corporate venture capital que busca investir em startups ligadas ao setor de saúde e bem-estar que possuam sinergias com os negócios da Hypera Pharma”.

Esse movimento está a alinhado ao objetivo estratégico da Companhia de acelerar seus investimentos  em tecnologia  e plataformas  digitais para se  aproximar cada  vez  mais de  seus consumidores finais.

CCR (CCRO3) informa sobre movimento de rodovias

A CCR (CCRO3) informou que houve crescimento de 55,5% do tráfego nas rodovias sob sua gestão entre 9 a 15 de abril de 2021 em relação ao mesmo período de 2020.

No acumulado do ano, o aumento foi de 3,3% no comparativo com o ano passado.

Comparando-se com 2019, houve queda de 5,9% na última semana e queda de 3,8% no acumulado de 2021 comparando-se com o acumulado de 2019.