Radar: Petrobras (PETR3 PETR4) mantém Compass na disputa por Gaspetro e mais notícias

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Radar corporativo inicia 2021 destacando que a Petrobras (PETR3 PETR4) manteve a Compass no processo de venda da Gaspetro, depois de manifestação favorável do Cade. A companhia também anunciou o encerramento de sua participação societária no Grupo Sete Brasil.

O Itaú (ITUB4) realiza assembleia dia 31 sobre criação da Newco. Já a AES Tietê (TIET11) aprovou reorganização societária e realiza assembleia dia 29 de janeiro. Haverá a incorporação das ações de emissão da companhia pela AES Brasil Energia.

Também, que a Equatorial (EQTL3) obteve financiamento do BNDES de mais de R$ 2 bilhões para expansão e melhorias.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

A Suzano (SUZB3) aprovou a incorporação do patrimônio líquido, e consequente extinção, de oito controladas no total de R$ 433,263 milhões.

Por sua vez, a Ser (SEER3) renegociou contratos de financiamentos firmados junto aos bancos Itaú (ITUB4) e Santander (SANB11).

A Unidas (LCAM3) ingressa hoje no índice Ibovespa.

E a Agrogalaxy Participações, uma das maiores plataformas de varejo de insumos agrícolas e serviços voltados para o agronegócio brasileiro, protocolou pedido de oferta inicial de ações (IPO) junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Já o Banco Indusval (IDVL3) aprovou aumento de capital mediante emissão de ações. Assim como a Smartfit (SMFT3), que aprovou aumento de capital de R$ 500 milhões.

O GPA (PCAR3) e sua subsidiária Sendas aprovaram uma reorganização societária do grupo.

A Alper (APER3) comprou a corretora de seguros Next Marka.

A Santos Brasil (STBP3) renovou até 2031 o arrendamento do Tecon Santos.

E a Ame, fintech da Lojas Americanas (LAME4) e da B2W (BTOW3), concluiu acordo para comprar por R$ 34 mi a Parati, sociedade de crédito, financiamento e investimento, regulada pelo Banco Central.

Veja ainda: Copel (CPLE6), Hapvida (HAPV3), BTG (BPAC11), BMG (BMGB4), Camil (CAML3), Emae (EMAE3 EMAE4), Santander (SANB11), Rede D’Or (RDOR3), SulAmerica (SULA11), Fleury (FLRY3), ABC Brasil (ABCB4) e Eucatex (EUCA4) pagam proventos. Confira toda as notícias a seguir.

O que você verá neste artigo:

STBP3 renova prazo de arrendamento do Tecon Santos até 2031

A Santos Brasil informa que celebrou com a União, por intermédio da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura, o Sétimo Termo Aditivo ao Contrato de Arrendamento do Tecon Santos.

O Sétimo Termo Aditivo estabelece um novo cronograma de investimentos ao contrato de arrendamento, passando o prazo final de execução dos investimentos relacionados à prorrogação antecipada do contrato de 31 de dezembro de 2020 para 21 de dezembro de 2031.

O investimento previsto será de no mínimo R$ 360 milhões até 2022.

BRKM5: novo prefeito de Maceió quer indenização às famílias

O novo prefeito de Maceió, o advogado João Henrique Caldas (PSB), conhecido como JHC, enfatizou em sua posse que vai cobrar a Braskem (BRKM5) quanto a indenizações às famílias que foram prejudicadas pelos afundamentos de solo.
“A gente vai cobrar as indenizações da Braskem, todo o reparo para essas famílias. A gente vai ter uma estrutura própria para cuidar dessas pessoas”, disse. Os bairros atingidos pelos afundamentos foram Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto.

Itaú (ITUB4) realiza assembleia dia 31 sobre criação da Newco

O Itaú realiza uma assembleia dia 31 de janeiro para deliberar sobre a proposta de reorganização societária, com vistas à segregação da linha de negócio do Conglomerado Itaú Unibanco referente à participação no capital da XP Inc. O percentual do capital da corretora que passará a ser detido pela nova sociedade, a Newco, após a operação representa 40,52% do capital da empresa.

Equatorial (EQTL3) obtém financiamento o BNDES

A Equatorial Energia (EQTL3) comunica aos seus acionistas e ao mercado em geral que suas controladas Equatorial Maranhão Distribuidora de Energia S.A. e Equatorial Pará Distribuidora de Energia S.A. (“Equatorial Pará”) obtiveram aprovação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES para financiamento dos seus planos de investimentos para os anos de 2021 a 2023.

O financiamento aprovado é de R$ 750,8 milhões à Equatorial Maranhão e R$ 1,4 bilhão à Equatorial Pará, ambas com carência até dezembro de 2023 e prazo total de 20 anos ao custo de IPCA + 4,08% a.a.

Os recursos serão utilizados para expansão do sistema de distribuição, combate às perdas de energia, melhoria da qualidade do fornecimento, ampliação da base de clientes e aprimoramento da operação do sistema elétrico.

Banco Indusval (IDVL3) aprova aumento de capital

O Banco Indusval (IDVL3) aprovou, em reunião do Conselho de Administração, um aumento de capital no valor de R$ 93.000.001,50, mediante a emissão privada de 44.285.715 novas ações.

São 42.670.833 ações ordinárias e 1.614.882 ações preferenciais. As ações emitidas foram todas subscritas e integralizadas, em moeda corrente nacional, pela única acionista da companhia.

Copel (CPLE6) aprova JCP

A Companhia Paranaense de Energia, Copel Geração e Transmissão, aprovou antecipação de juros sobre capital próprio (JCP) no valor de R$ 162 milhões, que serão pagos no lugar de dividendos.

Agrogalaxy Participações registra pedido de IPO

A Agrogalaxy Participações, uma das maiores plataformas de varejo de insumos agrícolas e serviços voltados para o agronegócio brasileiro, protocolou pedido de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

No prospecto, a companhia informou que a oferta contará com tranche primária e secundária de ações. Ou seja, os recursos irão tanto para o caixa da empresa (primária) quanto para o bolso dos acionistas (secundária).

Conforme a Agrogalaxy, os recursos serão direcionados para  investimento em capital de giro; reforço da estrutura de capital; investimento em crescimento orgânico e inorgânico; e investimento e modernização das unidades de produção.

GPA (PCAR3) e Sendas aprovam reorganização societária

O GPA (PCAR3) e sua subsidiária Sendas aprovaram no dia 31 de dezembro a reorganização societária do grupo.

A operação engloba a cisão parcial do GPA, com segregação total da fatia acionária que a empresa detém na Sendas, com a a entrega das ações de emissão de Sendas de propriedade do GPA diretamente aos acionistas do GPA, na razão de uma ação de emissão de Sendas para cada uma ação de emissão de Pão de Açúcar.

Também determina a cisão parcial da Sendas, com segregação da participação da Éxito e a transferência de certos ativos para o GPA.

De acordo com a nota, a cisão foi aprovada por 99,99% dos acionistas que participaram da assembleia.

Em 11 de dezembro, a Sendas obteve o registro de companhia aberta categoria “A” perante a CVM. A companhia apresentou pedido de listagem de suas ações no Novo Mercado da B3 e irá apresentar um pedido para que seus American Depositary Securities (ADSs) sejam listados na New York Stock Exchange.

Petrobras (PETR4): Cade readmite Compass

A Petrobras (PETR4) informa que recebeu em 22 de dezembro ofício do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O órgão atesta que a continuação da empresa Compass Gás Energia no processo de venda da Gaspetro não caracteriza descumprimento do Termo de Compromisso de Cessação (TCC).

Dessa forma, a companhia decidiu readmitir a Compass  no processo de desinvestimento, “sempre prezando pela sua competitividade, isonomia e impessoalidade”, diz a estatal.

Petrobras encerra participação societária no Grupo Sete Brasil

A Petrobras comunicou que sua subsidiária holandesa Petrobras Netherlands B.V. transferiu, hoje, para empresas do Grupo Sete Brasil, a participação societária de 15% que detinha em cada uma das sociedades de propósito específico holandesas controladas pelo próprio Grupo da Sete Brasil

São elas: Arpoador DrillingB.V., Marambaia DrillingB.V., Grumari DrillingB.V., Copacabana DrillingB.V., Leme DrillingB.V., Leblon DrillingB.V.e Ipanema DrillingB.V.

O valor total da transação foi simbólico: 7 euros. Com a alienação realizada, a Petrobras não detém mais participação societária, direta ou indireta, nas empresas do Grupo Sete Brasil.

“A Petrobras reitera que a eficácia do acordo com a Sete Brasil continua subordinada ao cumprimento de condições suspensivas a serem implementadas até 31 de janeiro de 2021, conforme comunicado divulgado em 12/11/2020”, informa a estatal.

Petrobras (PETR4) recebe R$ 232,6 mi em acordo de leniência

A Petrobras (PETR4) informou ter recebido R$ 232,6 milhões após acordo de leniência celebrado entre o Ministério Público Federal (MPF) e a Vitol Inc. e Vitol do Brasil Ltda. (Vitol), em 3 de dezembro de 2020.

Dessa forma, o total de recursos devolvidos para a companhia em decorrência de acordos de colaboração, leniência e repatriações, no âmbito da Operação Lava Jato, ultrapassa o montante de R$ 4,8 bilhões.

A Vitol opera na compra e venda de petróleo e derivados no mercado externo e foi um dos alvos da 57ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em 5 de dezembro de 2018.

O acordo foi homologado em 18 de dezembro de 2020 pela Câmara de Combate à Corrupção do MPF.

“A Petrobras reafirma o seu compromisso de adotar as medidas cabíveis, em busca do adequado ressarcimento dos prejuízos decorrentes dos atos ilícitos praticados”, diz a estatal em comunicado.

Petrobras: redução de capital da Transpetro

A Petrobras informou também que, como única acionista, aprovou a redução do capital social de sua subsidiária integral Petrobras Transporte., a  Transpetro, no montante de R$ 557,02 milhões, em Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas da Transpetro.

“A redução do capital foi realizada a valor contábil, sem alteração na quantidade de ações”, afirma a Petrobras.

“Isso foi feito mediante a entrega à Petrobras, a título de devolução de sua participação no capital social, de bens e direitos referentes aos investimentos realizados pela Transpetro nos ativos arrendados da Petrobras”, explica a petroleira.

“Esses ativos fazem parte do escopo do desinvestimento das refinarias da companhia e seus respectivos ativos logísticos.”

Essa é uma etapa preparatória para o desinvestimento, complementa a Petrobras, e observa as obrigações estabelecidas no Termo de Compromisso de Cessação (TCC) celebrado com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), em 11 de junho de 2019.

“Cabe destacar que a redução de capital não gera efeitos nas demonstrações financeiras consolidadas da Petrobras”, conclui a nota da empresa.

Petrobras (PETR4) inicia arbitragem contra a Odebrecht

A Petrobras comunica ainda que apresentou requerimento de arbitragem com demanda indenizatória estimada em aproximadamente R$ 800 milhões, contra a Odebrecht S.A., com fundamento no acordo de acionistas referente à Braskem, por violações aos seus termos.

A Braskem não é parte da referida arbitragem, que é protegida por confidencialidade, diz a estatal.

Petrobras (PETR4): gasolina sobe 5%

A Petrobrás (PETR4) reajustou em 5% o valor da gasolina e em 4% o óleo diesel S10 e S500.

O anúncio foi feito dia 29 de dezembro pela estatal. Com a medida, o preço médio da gasolina da Petrobras vendida para as distribuidoras aumentou R$ 0,09 e passou a R$ 1,84 por litro.

No acumulado do ano, houve redução de 4,1% no preço da gasolina. Segundo a estatal, em 2020 foram feitos 41 reajustes nesse combustível, sendo 20 aumentos e 21 reduções no valor.

Para o óleo diesel, o valor para as distribuidoras aumentou R$ 0,08, chegando a R$ 2,02 por litro. O diesel acumula queda de 13,2 % no ano, em um total de 32 reajustes, com 17 aumentos e 15 reduções no valor.

BB (BBAS3) incorpora Becsval

Em decorrência da incorporação, os acionistas minoritários da Bescval receberão ações do BB com base na relação de substituição de uma ação ON de emissão do BB para 90.994,324415154 ações ON de emissão da Bescval.

Foram, segundo o BB, calculadas e estabelecidas com base na avaliação pelo valor econômico, apurado pela metodologia de fluxo de dividendos descontados, para o incorporador e pelo valor econômico, “representado pelo Patrimônio Líquido ajustado a valor de mercado, para a Incorporada”.

Simpar (SIMH3) anuncia dividendos

A Simpar (SIMH3) e a controlada JSL (JSLG3) anunciam pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no total de R$ 39,4 milhões.

A base na posição é de 6 de janeiro. Os proventos correspondem  a R$ 0,1165 por ação.

A JSL vai remunerar R$ 15,430 milhões em JCP, a R$ 0,0554 por ação. A Simpar distribuirá R$ 24 mi.

Outra empresa do grupo, a Vamos desistiu de seu IPO, mas também anunciou a distribuição de proventos, pagando R$ 60 milhões, sendo R$ 49,940 milhões como dividendos intercalares e R$ 10,6 milhões como JCP.

Grupo Mateus (GMAT3) inaugura lojas no MA, PA e PI

O Grupo Mateus (GMAT3) informou que em dezembro inaugurou oito lojas no Maranhão (três unidades), Pará (quatro unidades) e Piauí (uma unidade).

“Foram inauguradas lojas dos três segmentos que o Grupo opera (varejo, eletro e atacarejo), o que demonstra a capacidade da companhia tanto para identificar as diversas oportunidades de expansão, como para se adaptar às diferentes necessidades dos clientes de cada região”, afirma comunicado da empresa.

“Com as aberturas realizadas em dezembro, o Grupo Mateus chegou a um total de 39inaugurações em 2020 e encerrou o ano com 159lojas em operação. Dessas, 99 estão localizadas no Maranhão, 55 no Pará e 5 no Piauí”, diz a empresa.

“Por segmento, são 49 lojas de varejo (que incluem Super, Hiper e Camiño), 33 de atacarejo e 77 de eletro”, completa.

Alpargatas (ALPA4): alteração acionária

A Alpargatas (ALPA4) informou e a Constellation Investimentos e Participações passou a deter ações ordinárias que representam o equivalente a 5,06% de participação.

No total, a Constellation tem agora 14.463.100 de ações preferenciais emitidas pela Alpargatas.

“A Constellation não possui quaisquer derivativos relacionados à companhia, e não faz parte de quaisquer acordos de acionistas”, diz a Alpargatas.

Caixa Seguridade conclui acordo de sociedade com empresa francesa

A Caixa Seguridade comunicou, dia 30 de dezembro, a conclusão do acordo com a seguradora francesa CNP Assurances para a formação de uma nova sociedade que explorará conjuntamente, pelo prazo de 25 anos, os ramos de seguros de vida e produtos de previdência na rede de distribuição da Caixa Econômica Federal.

“Para tanto, todas as condições precedentes ao fechamento da operação foram cumpridas, incluindo as aprovações regulatórias necessárias e a constituição da nova holding de seguros (XS1) e da nova seguradora (XS2)”, informa a Caixa.

A CNP subscreveu um aumento de capital na XS1 no valor total de R$ 7 bilhões, pagos à Caixa em cumprimento do contrato de distribuição.

O acordo também contempla mecanismo de incentivo atrelado ao desempenho, limitado ao valor de R$ 800 milhões, corrigido pela taxa Selic a partir de 31 de dezembro de 2020, a ser pago em duas parcelas (em 2024 e 2026).

A Caixa Seguridade informa ainda que a parceria com a CNP para o ramo de consórcios, divulgada por Fato Relevante de 13 de agosto de 2020, teve seu prazo para fechamento prorrogado para até 30 de março de 2021.

SulAmérica (SULA11) aprova JCP

A SulAmérica (SULA11) aprovou a remuneração de dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP) .

O pagamento será no montante total bruto de R$ 60 milhões, correspondentes a R$ 0,05253 por ação ordinária ou preferencial não representada por unit, e R$ 0,1575 por unit.

“Farão jus aos JCP os acionistas detentores de ações em 6 de dezembro de 2021. A partir de 7 de janeiro de 2021 as ações serão negociadas ‘ex-direito'”, informa a SulAmérica.

O pagamento será realizado em uma parcela única a partir de 18 de janeiro de 2021.

Fleury (FLRY3): JCP de R$ 74,4 milhões

O Fleury (FLRY3) aprovou pagar proventos na forma de juros sobre o capital próprio do valor bruto total de R$ 74,46 milhões

Esse valor corresponde ao valor bruto por ação de R$ 0,23464.

Os juros sobre o capital próprio, líquidos do imposto de renda retido na fonte, serão pagos aos acionistas da companhia em 5 de março de 2021.

A remuneração será paga com base na composição acionária em 6 de janeiro de 2021 e as ações serão negociadas na condição “ex” JCP a partir de 7 de janeiro de 2021.

ABC Brasil (ABCB4): JCP de R$ 0,3381 por ação ON e PN

A ABC Brasil (ABCB4) aprovou JCP de R$ 0,3381 por ação ordinária e preferencial da empresa. O valor bruto total será de R$ 73,5 milhões.

A posição acionária a ser considerada para o pagamento dos juros sobre o capital próprio será a dos acionistas inscritos em 6 de janeiro de 2021, e ex-JCP a partir de 7 de janeiro.

O banco aprovou também aumento de capital social da companhia de até R$ 62,4 milhões, com emissão de até 5.199.251 novas ações — 2.650.341 ações ordinárias e 2.548.910 preferenciais.

O preço de emissão por ação (ordinária e preferencial) é de R$ 12,0161,fixado com base na média ponderada das cotações das ações preferenciais no mercado nos dez pregões realizados no período do dia 3 de dezembro de 2020 ao dia 18 de dezembro de 2020, com aplicação de deságio de 20%.

Cada acionista poderá subscrever 2,392110346% sobre a posição acionária que possuir, na respectiva classe (ordinária e preferencial), em 6 de janeiro de 2021.

Eucatex (EUCA4): dividendos e JCP

A Eucatex (EUCA4) aprovou a declaração de juros sobre o capital próprio no valor de R$ 0,2009 por ação ordinária, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,1708 por ação.

A preferencial terá valor de R$ 0,22104781 por ação – com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,1878 por ação.

O pagamento será realizado até o final do exercício de 2021, tomando como base de cálculo a posição acionária final do dia 6 de janeiro de 2021, diz a Eucatex.

Santander (SANB11): pagamento de JCP

O Santander (SANB11) aprovou pagamento de R$ 655 milhões em JCP, o equivalente a R$ 0,1784 por Unit.

“Farão jus aos Juros sobre o Capital Próprio os acionistas que se encontrarem inscritos nos registros da companhia no final do dia 8 de janeiro de 2021”, diz comunicado da empresa.

Dessa forma, a partir de 11 de janeiro de 2021, as ações da companhia serão negociadas “ex-JCP”.

Rede D’or aprova pagamento de R$ 254,7 milhões em JCP

A Rede D’or aprovou pagamento de R$ 254,7 milhões em JCP, ou R$ 0,131155 por ON.

O pagamento será efetuado, por decisão da diretoria, até 31 de dezembro de 2021 e tomará como base a posição acionária final do dia 4 de janeiro de 2021.

A partir do dia 5 de janeiro de 2021, as ações ordinárias passarão a ser negociadas ex-juros sobre o capital próprio.

“O pagamento será feito pelo valor líquido, após deduzido o imposto de renda retido na fonte de acordo com a legislação vigente, exceto àqueles acionistas comprovadamente imunes ou isentos a tal tributação”, diz a empresa.

Unipar (UNIP6) converte 62,8 mil ações PN classe A em classe B

A Unipar (UNIP6) informou que foram convertidas 62.846 ações preferenciais classe A em igual número de ações preferenciais classe B.

Eletrobras (ELET6): Eletropar aprova investimentos

A Eletrobrás Participações, a Eletropar, informa que o Conselho de Administração da Companhia, em reunião realizada em 28 de dezembro de 2020, aprovou o Plano de Negócios para o período de 2021a 2025.

“O PDNG 2021-2025, além de reafirmar a identidade empresarial da Companhia (Propósito, Visão e Valores), se apresenta como desdobramento do Plano Estratégico, com horizonte de cinco anos, que define os projetos a serem desenvolvidos pelas nossas empresas, visando ao alcance dos objetivos estratégicos voltados para o crescimento da Eletropar”, explica a empresa.

Randon (RAPT4) reconhece R$ 860,8 mi em créditos fiscais

A Randon (RAPT4) informa que reconhece R$ 860,8 milhões em créditos fiscais de PIS/Cofins.

“A conclusão deu-se após análise, que contou com a assessoria de advogados e de empresas de consultoria especializadas, concordância dos membros do Conselho de Administração e sem ressalvas dos membros do Conselho Fiscal”, diz a empresa.

Os créditos somam o montante de R$ 860.813.925,15, sendo R$ 82,5 milhões “reconhecidos no decorrer de 2020 e o saldo remanescente de R$ 778,2 milhões vai compor o resultado a ser apurado em 31 de dezembro de 2020”, explica a Randon.

“O lucro líquido ajustado será base para o cálculo dos dividendos. A expectativa para compensação dos créditos gira em torno de cinco anos, a depender dos resultados futuros da companhia”, acrescenta.

A empresa lembra, contudo, “que a decisão de reconhecer contabilmente os valores no exercício de 2020 não elimina a pendência de julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos embargos de declaração ao processo RE 574.706-PR, que poderá definir metodologia de cálculo diversa das decisões judiciais da companhia e suas controladas, reduzindo o montante dos créditos já reconhecidos.”

Alper (APER3) compra a corretora de seguros Next Marka

A Alper (APER3) anunciou que fechou contrato pela aquisição de 100% do capital social da Next Marka Corretora de Seguros.

Com sede em Porto Alegre, a corretora tem especialização no ramo de seguros agrícolas e seguros corporativos.

Em 2020, a Next Marka movimentou prêmios totais de aproximadamente R$ 35 milhões.

Pela aquisição, serão pagos R$ 11,8 milhões à vista no fechamento.

Segundo a empresa, “o restante será pago entre 2022 a 2025 em parcelas anuais, condicionadas aos gatilhos de performance estipulados no contrato de compra e venda”.

A aquisição tem um valor total estimado de R$ 22,8 milhões. A companhia submeterá a aquisição à aprovação da Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas, aianda sem data de convocação.

Camil (CAML3): retificação de valor de dividendos

A Camil (CAML3) comunica que aprovou a retificação do valor bruto unitário por ação ordinária de juros sobre capital próprio (JCP) referente ao trimestre encerrado em 31 de agosto de 2020 (2T20), para exclusão do cálculo de ações em tesouraria na data base de 29 de dezembro de 2020.

Dessa forma, o valor bruto unitário por ação ordinária passa a ser de R$ 0,054430.

O montante total dos dividendos e as demais informações constantes no Aviso aos Acionistas permanecem inalteradas.

O valor bruto é de R$ 20 milhões, correspondente ao valor bruto unitário de R$ 0,0544303 por ação ordinária.

Terão direito ao JCP todos os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão na data base de 29 de dezembro de 2020.

As negociações de ações da companhia, a partir do dia 30 de dezembro de 2020, serão realizadas na condição “ex-juros sobre capital próprio”.

Os JCP serão pagos no dia 12 de janeiro de 2021.

Emae (EMAE3 EMAE 4) aprova pagamento de dividendos

A Empresa Metropolitana de Águas e Energia, Emae, aprovou o pagamento de R$ 221,592 mi em dividendos, R$ 5,6570 por ON (EMAE3) e R$ 6,2227 por PN (EMAE4).

Os dividendos terão como base para pagamento a posição acionária de 5 de janeiro de 2021, sendo que a partir do dia 6 de janeiro de 2021 as açõesserão negociadas ex-JCP.

O pagamento dos dividendos será feito em parcela única, disponível aos acionistas a partir de 29 de janeiro de 2021. Ao valor a ser pago, não haverá incidência de atualização ou juros, diz a empresa.

Unidas (LCAM3) ingressa no índice Ibovespa

A Unidas (LCAM3) informa que recebeu a confirmação da B3 (B3SA3) que sua ação LCAM3 ingressará, a partir de hoje (4), na carteira do Índice IBOVESPA (“IBOV”), principal índice composto pelas ações de maior volume negociado nos últimos 12 meses.

“O ingresso das ações da companhia evidencia a forte visibilidade e awareness da companhia nos mercados de capitais nacionais e internacionais, possibilitando a procura de um maior número de investidores por LCAM3”, diz comunicado da Unidas.

“A Companhia, que já contava com a participação em índices como o IBrX-100, SMLL, IGCT, ICON, IGC-NM, IBRA, IGC eITAG, passa a ser listada em um total de nove índices B3”, complementa o comunicado.

“A entrada em novos índices é resultado do intenso trabalho da sua equipe em ampliar sua participação, relevância e exposição nos mercados nacionais e internacionais. A companhia segue focada em sua estratégia de crescimento, buscando, por meio das suas entregas, a geração de valor a seus acionistas.”

Sequoia (SEQL3): alteração acionária relevante

A Sequoia (SEQL3) informou que o Morgan Stanley teve alteração na participação na companhia.

O Morgan Stanley passou a deter, de forma agregada, 12.484.743 ações ordinárias, correspondentes a aproximadamente 9,8% do total de ações ordinárias.

Suzano (SUZB3): incorporação do patrimônio de 8 controladas

A Assembleia Geral Extraordinária da Suzano (SUZB3) aprovou a incorporação do patrimônio líquido, e consequente extinção, de oito controladas no total de R$ 433,263 milhões.

“A incorporação não resultará em aumento de capital da companhia e, consequentemente, não haverá qualquer relação de substituição de ações: a Suzano é diretamente detentora da totalidade do capital social das subsidiárias integrais”, explica comunicado da empresa.

“As subsidiárias integrais serão extintas de pleno direito e para todos os fins, sem necessidade da adoção de procedimento de liquidação ou dissolução”, complementa.

“A totalidade do patrimônio das subsidiárias integrais será transferida, a título universal, à companhia, que sucederá as controladas em relação a todos os bens, os direitos, as pretensões, obrigações, sujeições, ônus e as responsabilidades de titularidade.”

As ações da Suzano (SUZB3) subiam 0,12% nesta terça, por volta das 14h, com a incorporação do patrimônio líquido e a consequente extinção de oito controladas.

AES Brasil: troca de cinco ações da AES Tietê (TIET11)

A AES Brasil anunciou que vai propor em AGE no dia 29 de janeiro de 2021 a troca de cinco ações da AES Tietê (TIET11) por uma da nova companhia.

“A AGE vai deliberar sobre a autorização os administradores para subscreverem as novas ações a serem emitidas pela AES Brasil e praticar demais atos necessários à reorganização, inclusive o cancelamento concomitante das ações de emissão da AES Brasil detidas pela AES Tietê, pata eliminar a participação recíproca entre a AES Tietê e a AES Brasil”, explica comunicado da empresa.

A assembleia vai ratificar a aquisição “pela companhia de quotas representativas de 100% do capital social da Ventus Holding de Energia Eólica e de ações representativas de 51% do capital social das sociedades de propósito específico Brasventos Eolo Geradora de Energia, Rei dos Ventos 3 Geradora de Energia, Brasventos Miassaba 3 Geradora de Energia S.A. (coletivamente, SPE e, em conjunto com a holding, Complexo Ventus)”, acrescenta.

A AES Tietê (TIET11) informou, dia 18 de dezembro, a aprovação pelo conselho de administração de proposta de reorganização societária.

De acordo com nota à CVM, haverá a incorporação das ações de emissão da companhia pela AES Brasil Energia. Ampliando, portanto, a capacidade de crescimento da nova holding, além da alavancagem do grupo.

Conforme o fato relevante, todos os acionistas da AES Tietê se tornam acionistas da AES Brasil Energia. A empresa explica que todos manterão o mesmo percentual atual de participação na nova companhia.

Ame, da LAME4 e BTOW3, compra sociedade de crédito Parati

A Ame, fintech da Lojas Americanas (LAME4) e da B2W (BTOW3), concluiu acordo para comprar por R$ 34 mi a Parati, sociedade de crédito, financiamento e investimento, regulada pelo Banco Central.

De acordo com a Lojas Americanas, a aquisição possibilita “aceleração do seu desenvolvimento e maximização de suas frentes de negócios”.

A Parati possui acesso direto ao Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e ao Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI).

Atua como Bank as a Service (BaaS) e Regtech, integrando fintechs ao sistema bancário e distribuindo, por meio de parceiros, soluções de crédito, nas quais é emissora de Cédula de Crédito Bancária.

A Parati atua como Bank as a Service (BaaS) e Regtech, integrando fintechs ao sistema bancário e distribuindo, por meio de parceiros, soluções de crédito, nas quais é emissora de Cédula de Crédito Bancária.

Com a aquisição, a Ame passa a ofertar mais soluções a seus mais de 15 milhões de clientes pessoas físicas e 2,8 mi de estabelecimentos comerciais conectados, incluindo conta digital, cartão de crédito, cartão pré-pago, empréstimos, integração com PIX, entre outras.

Smartfit (SMFT3) aprova aumento de capital de R$ 500 milhões

A Smartfit aprovou, em Assembleia Geral Extraordinária, a emissão de novas ações preferenciais da Companhia pelo valor total de R$ 500 milhões.

O montante será integralizado  como parte do valor destinada para a reserva de capital da companhia.

“As novas ações preferenciais foram subscritas pelos atuais acionistas, e não houve alteração nas regras de governança atualmente vigentes”, explica comunicado da empresa.

Ser (SEER3): renegociação com ITUB4) e SANB11

A Ser Educacional (SEER3) informou que concluiu o alongamento do cronograma de vencimentos de seu endividamento financeiro.

Isso resultou na redução de seu custo médio de captação e, segundo a empresa, “otimizou fluxo de caixa de amortização.”

Foram renegociados os contratos de financiamentos firmados junto aos bancos Itaú Unibanco (ITUB4) e Banco Santander (SANB11), para, diz a Ser, reforçar o caixa, como forma de prevenção contra impactos financeiros decorrentes da pandemia da Covid-19.

“Destaca-se que a operação de alongamento de dívida supramencionada em nada altera quaisquer das condições, acordos, limites de crédito, prazo direto para pagamentos, dos contratos com nossos fornecedores”, informa a Ser.

BMG (BMGB4) aprova complemento de R$ 20 mi ao JCP

O BMG (BMGB4) aprovou complemento de R$ 20 mi à distribuição de dividendos de Juros sobre Capital Próprio (JCP).

O total foi a R$ 0,1775 por ação ON e PN; ex a partir de 30 de dezembro de 2020.

“O conselho de administração aprovou a declaração e o pagamento aos acionistas de juros sobre o capital próprio (JCP), em complemento aos valores divulgados dia 17 de dezembro de 2020, no valor bruto de R$ 20 milhões, equivalentes a R$ 0,0338 por ação ordinária e preferencial de emissão do banco”, comunica o BMG.

“Dessa forma, considerando os JCP aprovados em 17 de dezembro de 2020 e o complemento de JCP aprovados nesta segunda (28), o montante resulta no valor bruto de R$ 105 milhões, equivalentes a R$ 0,1775 por ação ordinária e preferencial de emissão do banco, ou R$ 0,1509 de valor líquido por ação”, completa a nota da empresa.

O pagamento do montante total do JCP será efetuado até 30 de abril de 2021, na proporção da participação de cada acionista no capital social do banco, tendo como base de cálculo a posição acionária final registrada no dia 29 de dezembro de 2020.

BTG Pactual (BPAC11) aprova JCP

O Banco BTG aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio (JCP).

O pagamento líquido por ação ordinária ou ação preferencial será de R$0,207541768. Já o valor líquido por unit será de R$ 0,529231506.

Os proventos serão creditados aos acionistas que se encontrarem inscritos nos registros da Companhia no final do dia 06 de janeiro de 2021.

Conforme o BTG, o pagamento dos JCP ocorrerá em data a ser comunicada oportunamente.

Hapvida (HAPV3) distribuirá R$ 93,3 mi em JCP

A Hapvida (HAPV3) aprovou distribuição de juros sobre capital próprio, no valor de R$ 93,3 milhões, equivalentes ao valor bruto de R$ 0,0251311257844955 por ação ordinária.

Terão direito ao JCP todos os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão da Companhia ao final do pregão de 7 de janeiro de 2021.

As negociações de ações da Hapvida, a partir de 8de janeiro de 2021 serão realizadas na condição “ex-JCP”.

De acordo com a Hapvida, o JCP serão pagos no dia 30 de abril de 2021.

Bióloga assume fundo da JBS (JBSS3) pela Amazônia

A bióloga Andrea Azevedo assume o fundo da JBS pela Amazônia. A executiva tem passagens pela Fundação Renova e IPAM Amazônia e atuou no caso do rompimento da barragem de Mariana (MG).

PetroRio (PRIO3) tem aumento de capital social, sobe para R$ 3,47 bi

A PetroRio (PRIO3) informou nesta segunda-feira (4), via nota à CVM, que o Conselho de Administração da empresa aditou os contratos de outorga de opção de compra celebrados com alguns acionistas.

Deste modo, a companhia encerrou vínculos e ratificou a emissão de 1.280.509 papéis em circulação. Conforme nota, houve também a consequente homologação do aumento do capital social da companhia, dentro do limite autorizado. Portanto, o aumento do valor do capital social da PetroRio sobe para R$ 3,47 bilhões.

CASAN (CASN3) encerra aumento de capital social

A CASAN (CASN3) avisa aos acionistas que em 22 de dezembro foi encerrado o período de exercício do direito de preferência dos acionistas referente ao aumento de capital social da companhia.

De acordo com a empresa, durante o período, foram subscritas 39.887.032 ações, totalizando o valor de R$ 46,9 milhões. O montante sinaliza, aproximadamente, 81% do aumento de capital máximo aprovado.

A CASAN ainda destaca que foi atingido o valor de subscrição mínima, apontado no primeiro aviso aos acionistas. Portanto, não haverá cancelamento do aumento de capital. O Conselho de Administração vai homologar o aumento após o término de período de sobras de rateio.

A&T (AZEV4) anuncia redução de participação da Lagro

A Azevedo & Travassos (AZEV4) divulga ao mercado que a Lagro reduziu sua participação no capital social da companhia, por conta da homologação do aumento de capital. Atualmente, a LAGRO possui 5,67% de ações ordinárias e 6,19% ações preferenciais. No total, a Lagro possui 6% do atual capital social da A&T.

Via Varejo (VVAR3) aumenta vendas em 20% no Natal de 2020

As vendas de Natal da Via Varejo (VVAR3) em 2020 foram 20,2% maiores do que em 2019. Os dados preliminares apresentados pela empresa são do GMV (Gross Merchandise Volume – volume bruto de mercadorias) de 19 a 25 de dezembro.

O crescimento foi impulsionado, segundo a Via Varejo, pelas vendas do e-commerce (1P+3P). Assim, o segmento teve evolução de 125,2% no comparativo entre 2020 e 2019 considerando 19 a 25 de dezembro.

Segundo a Via Varejo, os dados são preliminares e não-auditados. Eles estão sujeitos a ajustes relacionados à receita de crediário, frete e montagem, bem como outros serviços.

A participação do vendedor online (me chama no Zap) foi de 24% das vendas do e-commerce no período. Ou seja, valor maior do que o trimestre anterior, que foi de 16%.

Por fim, com base nos dados informados pelo site Compre & Confie, a Via Varejo ganhou cerca de 3,0 p.p. de participação de mercado no e-commerce no Natal 2020. “Vale destacar que esta performance foi alcançada de forma saudável do ponto de vista de crédito e margens”, diz a empresa.

Hapvida (HAPV3) informa troca na diretoria

O Diretor Superintendente Financeiro e de Relações com Investidores da Hapvida (HAPV3), Bruno Cals de Oliveira, pediu renúncia do cargo. O fato foi divulgado nesta segunda-feira (04) pela empresa.

Bruno enviou uma carta ao conselho de administração da Hapvida informou sua saída. Assim, a empresa agradeceu o trabalho prestado por ele nos últimos anos. Bruno continuará como membro do Comitê de Finanças e Mercado de Capitais da Hapvida.

No mesmo dia, os membros do conselho elegeram Maurício Fernandes Teixeira para o cargo de Diretor Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores. Mas ele terá mandato só até a primeira reunião de conselho de administração após a assembleia geral ordinária de 2021.

Maurício é formado em Engenharia Eletrônica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem mestrado em Métodos Matemáticos em Finanças pelo IMPA e participou de programas de educação executiva em Harvard, Wharton e Fundação Dom Cabral. Iniciou sua carreira no Banco BBM, liderou a área de planejamento financeiro da Telemar e foi CFO de empresas investidas pelos fundos de private equity GP Investments, Advent International e Vinci  Partners. Recentemente, Mauricio ocupava o cargo de Diretor de Finanças e Relações com Investidores da Localiza Rent Car S.A.

Rio Paranapaema (GEPA3) fecha acordo com a Aneel

A Rio Paranapaema Energia (GEPA3) informou que foi aprovado pelo conselho da administração a celebração e acordo pela empresa e sua subsidiária Rio Sapucaí Mirim Ltda com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O motivo é a compensação aos titulares das usinas hidrelétricas participantes do Mecanismo de Realocação de Energia – MRE, nos termos da Lei nº 13.203, de 8 de dezembro de 2015, e da Resolução Normativa Aneel n.º  895, de 1º de dezembro de 2020.

IRB Brasil (IRBR3) contrata consultoria para revisar estratégia

IRB Brasil (IRBR3) selecionou uma consultoria em gestão empresarial para assessorar a companhia em sua revisão estratégica.

Segundo comunicado do IRB, a empresa fará uma profunda análise footprint atual por negócios, geografias e modelo operacional. A visão é de longo prazo, além de elaboração de planos para a implementação da estratégia.

“Com o objetivo de aprofundar a transformação estratégica, operacional e financeira da companhia, a coordenação desse projeto ficará sob responsabilidade do Conselho de Administração do IRB Brasil RE e será liderada pessoalmente pelo Presidente do Conselho, Antônio Cássio dos Santos”, diz a empresa.

Assim, o foco da revisão estratégica terá como base a transparência e a qualidade da informação para os stakeholders.

Petrobras (PETR3; PETR4) é condenada por tribunal nos EUA

A Petrobras (PETR3; PETR4) informou nesta segunda-feira (04) que foi condenada em arbitragem iniciada pela Iesa Óleo e Gás S.A., nos Estados Unidos.

O tribunal arbitral, com sede em Nova Iorque, determinou o pagamento de US$ 37 milhões, mais juros, pela subsidiária integral Petrobras Netherlands B.V. (PNBV). Já a subsidiária Tupi B.V. pagará o cerca de US$ 33 milhões, mais juros.

A arbitragem, que corre sob confidencialidade, tinha como objeto um contrato de Engineering Procurement and Construction (EPC) para a construção de módulos para plataformas (FPSOs).

O valor referente à condenação da PNBV encontrava-se provisionado pela subsidiária. Assim, segundo a Petrobras, ele está refletido nas demonstrações financeiras da empresa referentes ao 3º trimestre de 2020.

Por fim, o valor referente à participação na Tupi B.V. será provisionado e reconhecido no resultado consolidado da Petrobras do 4º trimestre de 2020.

Locaweb (LWSA3) entra no índice IBrX-100

Locaweb (LWSA3) informou nesta segunda-feira (04) que suas ações ingressaram na carteira IBrX  (Índice IBrX-100) composto pelas 100 companhias mais negociadas pela B3.

O índice tem o objetivo de avaliar o desempenho e a valorização das companhias listadas. E oferece uma visão segmentada do mercado acionário, medindo o comportamento das ações mais representativas.

“A presença no IBrX-100 aumenta a visibilidade da companhia possibilitando a procura de um maior número de fundos de investimentos por LWSA3. A entrada em novos índices é resultado do intenso trabalho da companhia em ampliar sua participação, relevância e exposição no mercado”, diz a Locaweb.

Alphaville (AVLL3) vai deliberar sobre alteração no estatuto social

A Alphaville (AVLL3) aprovou a convocação de Assembleia Geral Extraordinária para 28 de janeiro para tratar de vários assuntos.

Entre eles está a recomendação para aprovação, pelos acionistas da companhia, de alteração de estatuto social da empresa (com a instituição de um comitê de auditoria estatutário) e da consolidação do estatuto para refletir o valor social capital e o número de ações atuais da companhia.

A deliberação também tratará de incluir Felipe Maffia Queiroz Nobre e Diego Siqueira Santos para o conselho de administração e a eleição de Antonio Fernando Checchia Wever para o cargo de membro do conselho de administração.

Romi (ROMI3) responde sobre oscilações de suas ações

A Romi (ROMI3) respondeu à B3 sobre as oscilações de suas ações nos últimos dias. De 15 de dezembro a 30 de dezembro de 2020 as ações da Romi chegaram a oscilar -3,74% (15 de dezembro) até +12,44% (em 30 de dezembro).

Segundo a empresa, não há qualquer fato de conhecimento da Romi, além daqueles já divulgados, que possa justificar as últimas oscilações registradas com as ações de emissão da companhia.

Por fim, a empresa ressalta que, em cumprimento à legislação, sempre divulga fatos considerados relevante que possam influir nas cotações.