PetroRio (PRIO3) anuncia aumento do capital social, que chega a R$ 3,47 bi

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Divulgação

A PetroRio (PRIO3) informou nesta segunda-feira (4), via nota à CVM, que o Conselho de Administração da empresa aditou os contratos de outorga de opção de compra celebrados com alguns acionistas. 

Deste modo, a companhia encerrou vínculos e ratificou a emissão de 1.280.509 papéis em circulação. Conforme nota, houve também a consequente homologação do aumento do capital social da companhia, dentro do limite autorizado. Portanto, o aumento do valor do capital social da PetroRio sobe para R$ 3,47 bilhões.

CASAN (CASN3) encerra período referente a aumento de capital social

A CASAN (CASN3) avisa aos acionistas que em 22 de dezembro foi encerrado o período de exercício do direito de preferência dos acionistas referente ao aumento de capital social da companhia.

Simule o rendimento de seus investimentos em Renda Fixa e calcule retorno das aplicações

De acordo com a empresa, durante o período, foram subscritas 39.887.032 ações, totalizando o valor de R$ 46,9 milhões. O montante sinaliza, aproximadamente, 81% do aumento de capital máximo aprovado.

A CASAN ainda destaca que foi atingido o valor de subscrição mínima, apontado no primeiro aviso aos acionistas. Portanto, não haverá cancelamento do aumento de capital. O Conselho de Administração vai homologar o aumento após o término de período de sobras de rateio.

A&T (AZEV4) anuncia redução de participação da Lagro

A Azevedo & Travassos (AZEV4) divulga ao mercado que a Lagro reduziu sua participação no capital social da companhia, por conta da homologação do aumento de capital. Atualmente, a LAGRO possui 5,67% de ações ordinárias e 6,19% ações preferenciais. No total, a Lagro possui 6% do atual capital social da A&T.

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos poderá ajudar em sua jornada.