Mercado fracionário: o que é e como funciona?

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Algumas pessoas acreditam que para investir no mercado de ações é necessário muito dinheiro. Se você optar por adquirir um lote padrão de ações realmente pode sair caro. No entanto, isso não quer dizer que essa modalidade investimento não é para você.

É possível, sim, investir em ações com pouco dinheiro.

No mercado existem algumas alternativas para quem não dispõem de tantos recursos ou até mesmo está iniciando no mundo dos investimentos. Uma dessas opções é o mercado fracionário.

Juliano Custódio. Henrique Bredda. Luiz Barsi. Gustavo Cerbasi.

Estamos Ao Vivo!

Neste artigo, vamos abordar o que é o mercado fracionário e como investir nele.

Mas antes de aprofundar o assunto, você precisa entender alguns conceitos. .

O que é lote padrão de ações?

Quando falamos em lote padrão de ações, estamos nos referindo à quantidade mínima de ações que são negociadas. Ou seja, as ações são agrupadas para facilitar e padronizar a negociação.

Normalmente, um lote padrão é formado por 100 ações.

Se você deseja adquirir um lote padrão de ações da empresa ABCD4 e cada ação custa R$ 50,00, ao comprar um lote padrão dessa empresa, você pagará R$ 5.000,00.

Esse valor pode ser alto para quem está começando na bolsa. Ainda mais considerando que, para se ter um portfólio de investimentos diversificado, é necessário comprar diferentes ações.

Para essa situação existe o mercado fracionário.

O que é o mercado fracionário?

O mercado fracionário é o ambiente onde as ações podem ser negociadas sem lote mínimo. No mercado comum de ações, os papéis são negociados em lotes de 100. Ou seja, são sempre negociadas 100, 200, 300 ou mais ações e assim por diante.

No entanto, no mercado fracionário, o investidor pode, por exemplo, comprar 1, 32, 45 ações, quantas desejar.

Dessa forma, é ideal para os iniciantes no mercado e para os que têm pouco capital.

Como comprar ações no mercado fracionário?

Para adquirir ações no mercado fracionário, o investidor deve adicionar a letra “F” no final do ticker e, aí, se terá acesso ao livro de ofertas das ações individuais.

Veja alguns exemplos de como fica o ticker da ação:

  • WEGE3FWeg
  • HYPE3FHypera
  • PETR4F – Petrobras
  • AZUL4FAzul
  • VALE3F – Vale

Quando investir no mercado fracionário?

O mercado fracionário é ideal para o investidor que não possui muitos recursos para investir. Isso porque ele não precisa ter dinheiro para adquirir o lote inteiro de ações. O investidor pode comprar apenas parte do lote.

Além disso, o fracionário é indicado para quem está entrando no mercado acionário. Investir é um processo de aprendizado: erros e acertos são comuns até que o investidor entenda como aquele ativo se comporta dentro da sua carteira.

Portanto, iniciantes não devem começar com aportes volumosos. O mercado fracionário permite ao investidor aplicar menos e testar seus conhecimentos sem comprometer sua renda.

Vale a pena investir no fracionário?

A resposta vai variar de pessoa para pessoa. Isso porque cada investidor possui um perfil, objetivo e capacidade de investimento, entre outros aspectos.

Mas, de forma geral, valerá a pena para o pequeno investidor que não possui muitos recursos e para os iniciantes.

Embora possa ser uma modalidade vantajosa para quem quer investir pouco, é preciso saber das desvantagens.

Veja abaixo algumas delas:

  • Baixa liquidez: o número de negócios realizados no fracionário é menor em relação às transações feitas em lote padrão. Ou seja, dependendo da ação, o investidor terá maior dificuldade em vender ou comprar o papel no mercado fracionário.
  • Preço mais alto: geralmente o preço praticado no mercado fracionário é um pouco mais alto do que na compra feita pelo lote padrão.
  • Custos: as taxas cobradas sobre a operação podem reduzir muito a rentabilidade do investimento. Por exemplo, se sua corretora cobra taxa de corretagem de R$ 10,00 e você compra 10 ações, cada uma a R$ 5,00, você pagará R$ 60,00. Sendo assim, para que o investidor possa recuperar o investimento as ações precisam subir mais de 20%.