Money Week: Bastidores do evento ensinam lições importantes de como lidar com finanças

Fabiana Panachao
Após 15 anos de experiência em grandes emissoras de TV, a jornalista Fabiana Panachão criou o Dinheiro em Foco (BandNews TV) em 2019. Deu tão certo que se tornou âncora e curadora do evento digital MoneyWeek e hoje trabalha exclusivamente com conteúdos ligados a investimentos.Saiba mais em https://moneyweek.com.br
1

Foto: Reprodução Money Week

Os bastidores de um dos maiores eventos gratuitos de educação financeira e investimentos revelam mais do que você possa imaginar sobre como podemos (ou deveríamos) lidar com dinheiro. A quarta edição de Money Week aconteceu no fim de maio reunindo, no total das edições, mais de 300 mil pessoas.

Eu, como curadora, produtora e apresentadora do evento, me sinto muito honrada de fazer parte de um movimento tão relevante de educação financeira. Também vejo que as horas de palestras, painéis e entrevistas revelam bem mais do que enxergamos em um primeiro momento. Reuni alguns destaques abaixo.

Ouça quem pensa diferente de você

Foram 90 nomes nesta última edição e com teses de investimento que às vezes divergem. Money Week nos dá liberdade para trazer para a roda de conversa pessoas de diferentes pensamentos. E isso é saudável!

Nesta semana, Thiago Reis, fundador e CEO da Suno, em um relatório, comentou sobre a importância de o investidor ter humildade. Em outras palavras, de ser confrontado com argumentos contrários ao que acredita e mudar a estratégia caso identifique falhas no que pensava anteriormente.

Isso só é possível se ouvirmos quem pensa diferente da gente, quem manobra os investimentos seguindo ventos contrários aos nossos.

Os bastidores de Money Week nos revelam como é essencial estarmos rodeados de informação, inclusive daquelas que vão de frente à nossa estratégia. A ideia do evento é dar a maior quantidade de informações possíveis para que cada um possa tomar a melhor decisão para o seu dinheiro.

Sempre há algo a se aprender

O evento cresce a cada ano, mas ainda assim não nos acomodamos: como curadora, sempre busco melhorar a qualidade de informações, diversidade de temas e estrutura de apresentação.

Na edição 2021, a novidade começou pelo formato. Em um mundo saturado de lives, o conteúdo 100% digital foi mantido a exemplo de outras edições, mas foram divididos em diversos tipos de formato.

Foram palestras aprofundadas em um tema, paineis de debate, entrevistas e alguns quadros novos: o diretor da EQI Pablo Spyer mostrou histórias da bolsa e de sua própria trajetória, mulheres contaram no quadro “O que tem na sua bolsa” onde elas investem e assessores da EQI trouxeram soluções para dúvidas comuns no quadro “EQI Responde”. Nenhum formato ultrapassou 50 minutos, algo tão dinâmico que aproximou o evento de programas de TV ao invés das lives do mercado.

Em relação à temática, novas tendências apareceram. O mundo de criptoativos, que tem atraído tantos investidores, foi um dos temas explorados. No fim, especialistas nos ensinaram a como compor a carteira com os ativos de uma forma balanceada e diversificada.

Nos investimentos, sempre há algo novo a ser aprendido e melhorado na carteira. Não se acomode na zona de conforto que está agora.

Se inspire no resultado, mas não se esqueça do esforço

Money Week reúne mais de 25 horas de conteúdo, mas o trabalho de bastidor é de, no mínimo, três meses de preparação.

No mundo dos investimentos, é bem comum entrarmos em contatos com histórias vencedoras de pessoas que fizeram uma boa fortuna investindo regularmente. No entanto, muitas vezes nos esquecemos do esforço que foi feito para se chegar até ali: os impulsos de consumo que foram abafados, as horas extras trabalhadas para melhorar a renda, o tempo dedicado ao estudo ao invés do lazer, só para citar alguns dos bastidores.

O Princípio de Pareto, da matemática, nos ensina que há uma tendência de que 80% dos resultados sejam consequência de 20% dos esforços. De fato, se inspire no que vê de resultado, mas saiba que há muito trabalho por trás.

Os vídeos completos de Money Week ficam disponíveis até semana que vem. Na sua jornada de investidor, não deixe de assistir aos conteúdos e aprender um pouco mais sobre o mercado financeiro e as opções de investimento para montar uma boa carteira.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.