Marfrig (MRFG3) reverte prejuízo e lucra R$ 279 milhões no 1TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Marfrig

A Marfrig (MRFG3) registrou lucro líquido de R$ 279 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Um ano antes a companhia havia registrado prejuízo de R$ 137 milhões.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

No 1TRI21, o custo de produtos vendidos foi de US$ 1,978 bilhão, um aumento de 1,1% comparado ao 1TRI20.

Marfrig (MRFG3): principais números do balanço do 1TRI21

Lucro líquido

  • Lucro 1TRI21: R$ 279 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 137 milhões

Ebitda

  • Ebitda 1TRI21: R$ 1,7 bilhão
  • Ebitda 1TRI20: R$ 1,22 bilhão

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: 17,23 bilhões
  • Receita 1TRI20: 13,5 bilhões

Ebitda avança 39,7%

O Ebitda da Marfrig (MRFG3) foi de R$ 1,7 bilhão no 1TRI21, crescimento de 39,7% em relação aos R$ 1,22 bilhão do 1TRI20.

A margem Ebitda consolidada foi de 9,9% ante 9,1% no mesmo período de 2020.

Receita sobe 27,7%

No balanço do 1TRI21, a Marfrig (MRFG3) registrou uma receita líquida de R$ 17,23 bilhões, alta de 27,7% sobre o mesmo período do ano passado.

Segundo a companhia, o crescimento é justificado pelo aumento de 21,4% na receita da Operação América do Sul, e pelo aumento de 30,1% da receita da Operação América do Norte, quando medida em reais.

No trimestre, a receita líquida em dólares e outras moedas representou 93% da receita total, decorrente da soma das receitas na América do Norte com as exportações da América do Sul.

No balanço do 1TRI21, os EUA representaram 65% das vendas e as receitas provenientes de exportações para China e Hong Kong atingiram 11%, enquanto a participação do Brasil foi de 7%.

Resultado Financeiro

O resultado financeiro líquido da Marfrig (MRFG3) no balanço do 1TRI21 foi de R$ 345,6 milhões, uma redução de 4,0% em relação ao 4T20.

Medido em dólar, o resultado financeiro líquido no 1TRI21 foi de US$ 63,2 milhões, o menor patamar histórico da Companhia.

Dívida

A dívida líquida de fechamento do 1TRI21 foi de US$ 3,11 bilhões, um crescimento de 7,5% em relação à dívida do 4TRI20.

“o aumento é explicado principalmente pela performance negativa da geração de caixa no primeiro trimestre”, disse a empresa.

Em reais, a dívida líquida do primeiro trimestre foi de R$ 17,747 bilhões, alta de 17,9% em relação à dívida do 4TRI20.

O índice de alavancagem, medido pela relação entre dívida líquida e o Ebitda ajustado (últimos 12 meses) proforma foi de 1,68x em dólares, um acréscimo de 0,08x em relação ao 4T20.

Quando mensurado em Reais o índice ficou em 1,76x ou 0,19x acima do índice medido no trimestre anterior.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.