Contas remuneradas ou Tesouro Selic para a reserva de emergência?

Carla Carvalho
Graduada em Ciências Contábeis pela UFRGS, pós-graduada em Finanças pela UNISINOS/RS. Experiência de 17 anos no mercado financeiro, produtora de conteúdo de finanças e economia.

Crédito: Pixabay

Quando se fala em reserva de emergência, a primeira coisa na qual se deve pensar é na liquidez dos investimentos, ou seja, na sua facilidade de resgate. Nos últimos tempos, a opção pelas contas remuneradas tem crescido entre os investidores, principalmente nos bancos digitais, que oferecem remuneração para a modalidade um pouco superior à do mercado.

Mas será que vale a pena deixar dinheiro nas contas remuneradas para a reserva de emergência? Ou investimentos tradicionais como o Tesouro Selic, por exemplo, seriam mais adequados para essa finalidade?

Contas remuneradas ou Tesouro Selic: o que é melhor para a reserva de emergência?

Para entender qual a opção mais interessante para a reserva de emergência, vejamos como funciona cada uma das modalidades. Confira a seguir!

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

Contas remuneradas

Basicamente, a conta remunerada consiste no rendimento do saldo parado em conta corrente.

Esse serviço, que já existe há bastante tempo, foi recentemente repaginado pelos bancos digitais. Isso porque essas instituições melhoraram os rendimentos oferecidos pelos bancos tradicionais, que era, em média, de 60% a 70% do CDI.

Cabe lembrar também que, sobre os rendimentos da conta remunerada, ainda há o desconto do IOF e do imposto de renda que segue a tabela regressiva de renda fixa, cujas alíquotas são as seguintes:

Prazo da aplicaçãoAlíquota IR
Até 180 dias22,5%
De 181 a 720 dias20%
De 721 a 360 dias17,5%
Acima de 720 dias15%

No caso do IOF, o desconto chega a ser ainda mais agressivo. Isso porque a alíquota começa em 96% do rendimento depois do primeiro dia da aplicação, e chega a 3% depois de 29 dias. somente a partir do trigésimo dia é que não há cobrança de IOF.

Ou seja, dependendo da remuneração oferecida, essa conta acaba rendendo até menos do que a poupança em muitos casos.

Para onde vão os recursos da conta remunerada?

Na conta remunerada, o dinheiro parado vai para algum produto conservador de renda fixa, que ofereça liquidez diária. Dessa forma, é possível fazer os recursos renderem todos os dias e, ao mesmo tempo, serem resgatados a qualquer momento.

Tesouro Selic

Entre todos os títulos públicos, o Tesouro Selic é o mais indicado para compor a reserva de emergência. Isso porque os demais títulos do governo (Tesouro Prefixado e IPCA) sofrem marcação a mercado. Ou seja, no caso de resgate antecipado, pode ocorrer alguma perda.

No caso do Tesouro Selic, o dinheiro estará rendendo a variação da taxa básica de juros, e poderá ser resgatado a qualquer momento pelo investidor. Além disso, outra vantagem do investimento é a sua acessibilidade. Nesse sentido, o valor inicial exigido dependerá do vencimento do título. Hoje, por exemplo, com cerca de 100 reais dá para investir no Tesouro Selic com vencimento para 2024.

Para ter acesso ao Tesouro Direto, basta ter um CPF e uma conta corrente. Além disso, é possível investir pela própria instituição na qual foi feito o cadastro, pelo portal ou pelo aplicativo oficial do Tesouro direto.

Segurança do Tesouro Selic

Os recursos captados pelo tesouro direto são destinados ao financiamento das atividades do governo. Dessa forma, embora não tenham a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), esses títulos são garantidos pelo governo federal. Por isso, teoricamente, essas são as aplicações mais seguras do mercado financeiro.

Conclusão

Como vimos, as contas remuneradas são uma opção de rendimento para aquele dinheiro que costuma ficar parado na conta corrente. Logicamente, render um pouco é melhor do que não ganhar nada.

No entanto, o rendimento dessa modalidade não pode ser visto como uma opção de investimento, pois sempre haverá alternativas mais interessantes para o investidor. Nesse sentido, uma assessoria de investimentos pode auxiliar a formar uma carteira que contemple liquidez e boa rentabilidade.

Outro risco de deixar todo o dinheiro na conta remunerada é a reserva de emergência se misturar com as disponibilidades, o que é prejudicial para o controle das finanças.

Assista ao vídeo abaixo, e veja um exemplo da armadilha que a conta remunerada pode representar para o seu dinheiro!