Small Caps Summit: conheça as cias de restaurantes e alimentos da B3

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação/Pixabay

O setor de alimentos e restaurantes oferecem um bom cardápio de opções em investimentos em small caps (SMLL). Embora seja um número reduzido, podem ser uma opção de diversificação nas carteiras de investimentos.

Apesar de serem boas opções, estes setores foram impactados de maneira diferente pela pandemia da Covid-19. Os restaurantes acumulam prejuízos, pois tiveram de ficar fechados. Muitos passaram então a operar com as entregas domiciliares, o que não foi o suficiente para manter as vendas. Já o setor de alimentos cresce, muito influenciado pela alta da demanda no mundo e do dólar.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Se você quer conhecer mais sobre as small caps de saúde da bolsa, inscreva-se no Small Caps Summit, evento totalmente online e gratuito, que acontece entre os dias 27 e 28 de julho, clicando aqui!

Conheça as small caps de restaurantes e alimentos

BK Brasil (BKBR3)

A BK Brasil (BKBR3) é o nome oficial da rede de fast food Burger King. Trabalha com prestação de serviços de operação e assessoria a restaurantes.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 53,69% do total de papéis.

No entanto, a Atmos Capital Gestão de Recursos, em 31/05/2021 é o maior acionista individual, com 9,54% das ações, seguida pelo Burger King Do Brasil Assessoria a Restaurantes, que detém 9,40%. A Vinci Capital Partners Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia possui mais 6,44%, a Morgan Stanley, 5,85%, e a Montjuic Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, mais 5,57. A Apg Asset Management possui mais 5,49%. Estão em circulação 272,2 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 29.857 mil PF, 137 PJ e 392 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 272.245.759, um total de 98,87% do capital total.

Balanço do primeiro trimestre:

A BK Brasil (BKBR3) registrou prejuízo líquido de R$ 97,4 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Os números refletem uma reversão do lucro líquido de R$ 41,3 milhões no mesmo período de 2020.

IMC S/A (MEAL3)

A IMC S/A (MEAL3) é responsável pelos restaurantes da rede Batata Inglesa. Tem como atividade principal definida na B3 como setor de varejo de alimentação.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 60,65% do total de papéis.

No entanto, a Uv Gestora de Ativos Financeiros, em 10/06/2021 é o maior acionista individual, com 23,26% das ações, seguida pela Real Investor Gestão de Recursos, que detém 5,07%. Outros investidores somam 10,53%. Estão em circulação 264,9 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 49.897 mil PF, 1 PJ e 405 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 264.997.832, um total de 92,54% do capital total.

Balanço do primeiro trimestre:

A IMC (MEAL3) registrou prejuízo líquido de R$ 46,1 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Os números refletem uma alta de 20% sobre o prejuízo do mesmo período de 2020.

Marfrig (MRFG3)

A Marfrig (MRFG3), fundada em 2000, tem como atividade principal a produção e distribuição de alimentos à base de carne bovina, suína, ovina e avícola, in Natura, elaborados e processados, couros semi-terminados e terminados, além de outros produtos alimentícios.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Sim

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 48,95% do total de papéis.

No entanto, a MMS Participações, em 24/05/2021 é o maior acionista individual, com 37,38% das ações, seguida por Marcos Antonio Molina Dos Santos, que detém 8,39%. Demais investidores somam 5,27%. Estão em circulação 348,2 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 67.332 mil PF, 594 PJ e 827 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 348.234.011, um total de 48,95% do capital total.

Balanço do primeiro trimestre:

A Marfrig (MRFG3) registrou lucro líquido de R$ 2179 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Os números revertem um prejuízo de R$ 137 milhões no mesmo período de 2020.

M.Dias Branco (MDIA3)

A M.Dias Branco (MDIA3) é dona de algumas marcas bem conhecidas nas casas dos brasileiros, como Adria, Vitarella, Piraquê, Richester, Zabet, entre outras.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A Dibra Fundo de Investimento em Ações, em 01/06/2021 é o maior acionista individual, com 63,32%. Ações vendidas em bolsa representam 36,34%. Estão em circulação 83,6 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 62.395 mil PF, 150 PJ e 519 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 83.669.782, um total de 24,68% do capital total.

Balanço do primeiro trimestre:

A M.Dias Branco (MDIA3) registrou lucro líquido de R$ 15 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Os números refletem uma queda de 89,1% sobre o lucro do mesmo período de 2020.

Minerva (BEEF3)

A Minerva (BEEF3) é líder na América do Sul na exportação de carne bovina in natura e seus derivados, atuando também no segmento de alimentos processados.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Sim

Maiores acionistas:

A maioria das ações estão sendo vendidas em bolsa, representando 44,80% do total de papéis.

No entanto, a Salic (UK) Limited, em 31/05/2021 é o maior acionista individual, com 33,76% das ações, seguida pela VDQ Holdings, que detém 17,25%. Estão em circulação 242,7 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 88.999 mil PF, 916 PJ e 595 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 242.718.712, um total de 44,16% do capital total.

Balanço do primeiro trimestre:

A Minerva (BEEF3) registrou lucro líquido de R$ 259,5 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Os números refletem uma queda de 4,3% sobre o lucro do mesmo período de 2020.

Camil (CAML3)

A Camil (CAML3) é uma empresa especializada na produção e venda de arroz e feijão. Em sua atividade principal também está listada a comercialização de pescados e açúcar.

Segmento:

Novo Mercado

Pertence ao Ibovespa:

Não

Maiores acionistas:

A Camil Investimentos S.A., em 08/04/2021 é o maior acionista individual, com 62,09%. Ações em bolsa somam 25,96%, e a Templeton Investment Counsel possui 5,56%. Demais investidores somam 6,39%. Estão em circulação 116,2 milhões de ações da empresa.

No quadro de acionistas, havia 42.795 mil PF, 145 PJ e 135 investidores institucionais. O total de ações em circulação somava 116.264.997, um total de 31,42% do capital total.

Balanço do quarto trimestre de 2020:

A Camil (CAML3) registrou lucro líquido de R$ 85,1 milhões no balanço do quarto trimestre fiscal de 2020 (4TRI20).

Os números refletem uma alta de 1,7% sobre o lucro do mesmo período de 2019.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo