Radar traz Cemig (CMIG4), Yduqs (YDUQ3) e Compass (PASS3)

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Crédito da imagem: Reprodução/Internet

O radar corporativo destaca que a Cemig (CMIG4) registrou um lucro líquido de R$ 1,94 bilhão no segundo trimestre de 2021, número 80% maior do que o R$ 1,08 bilhão registrado no mesmo período do ano passado.

A Yduqs (YDUQ3) reverteu prejuízo e lucrou R$ 116,5 milhões no balanço do 2TRI21.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Já a Compass (PASS3) registrou um lucro líquido de R$ 321,1 milhões no segundo trimestre de 2021, número 50% maior do que os R$ 201,6 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

Enquanto a Vittia Fertilizantes definiu faixa de preço entre R$ 8,60 e R$ 10,30 em sua oferta pública inicial de ações.

Por fim, a Guararapes Painéis informou que está avaliando a possibilidade de realizar um IPO.

Veja mais destaques do radar corporativo:

O que você verá neste artigo:

Cias Abertas

Raízen (RAIZ4) informa sobre aquisição de participação acionária

A Raízen (RAIZ4) informou que recebeu correspondência da Baillie Gifford sobre aquisição de participação acionária desta de 96.000.000 de ações da companhia brasileira. Agora, a Baillie possui 10,30% do total de papéis preferenciais (PN) da Raízen, obtidos no IPO da empresa.

Bemobi (BMOB3) acelera expansão

A Bemobi (BMOB3) iniciou a aceleração de seu plano de expansão após o IPO. Segundo o Valor Econômico, a empresa realizou duas transações em quatro dias: da M4U, uma subsidiária da Cielo (CIEL3) e da chilena Tiaxa. Ambas as companhias são do segmento de microfinanças.

Ultrapar (UGPA3) vende R$ 7,7 bilhões em ativos em três meses

A Ultrapar (UGPA3) atingiu a venda de R$ 7,7 bilhões em ativos em três meses. De acordo com o jornal Valor Econômico, um dos mais recentes desinvestimentos da companhia foi da Oxiteno, para a tailandesa Indorama por US$ 1,3 bilhão.

O reforço de caixa deverá ajudar a companhia a concretizar outros planos, como a compra da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), da Petrobras (PETR3; PETR4).

Gafisa (GFSA3) planeja lançar empreendimento de alto padrão no Rio

A Gafisa (GFSA3) planeja lançar um projeto imobiliário de alto padrão, voltado para clientes internacionais, no Rio de Janeiro. O empreendimento consiste em apenas seis apartamento e uma cobertura e o preço do metro quadrado estará avaliado em US$ 20 mil.

Cada apartamento estará avaliado na faixa entre R$ 30 milhões a R$ 35 milhões, de acordo com o Valor Econômico. Já o preço da cobertura, poderá ficar em algo em torno de R$ 50 milhões.

GetNinjas (NINJ3) faz parceria com Banco Pan (BPAN4)

O GetNinjas (NINJ3) celebrou acordo operacional de parceria com o Banco Pan (BPAN4) para a oferta de produtos e serviços financeiros, bancários e em geral aos usuários, incluindo pessoas físicas e jurídicas que sejam clientes, parceiros e/ou prestadores de serviços, no ambiente do GetNinjas.

“Na primeira etapa da parceria”, explicou a empresa, em comunicado ao mercado, “usuários da plataforma ganham condições especiais em produtos do Pan, como isenção de taxas na conta digital e no cartão múltiplo e vantagens na maquininha TurboPAN, além da possibilidade de receber crédito em dobro do valor da compra no cartão”.

Já os clientes Pan terão incentivos para se cadastrarem como prestador de serviços no GetNinjas.

Mosaico (MOSI3) anuncia mudança de CEO

A Mosaico (MOSI3) comunicou a saída do atual CEO (Chief Executive Officer) Thiago Colares Flores e a escolha de Maurício Cascão como novo CEO da companhia.

Mauricio Cascão é engenheiro de sistemas de comunicação pela École Polytechnique Fédérale de Lausanne, com mestrado em Redes na França e MBA em Finanças nos EUA, tendo trabalhado na HP Labs, AT&T, Telecom Italia e como empreendedor na Mandic Cloud Solutions.

Aliansce Sonae (ALSO3) lança a Alsotech, braço de transformação “figital” do varejo

A Aliansce Sonae (ALSO3) informou o lançamento da Alsotech, braço de transformação “figital” do varejo.

A plataforma terá investimento de cerca de R$ 200 milhões, para os próximos dois a três anos, segundo a companhia.

BR Properties (BRPR3) vende terreno por R$ 123 mi

A BR Properties (BRPR3) celebrou contrato de Venda e Compra de Imóvel com o FUNDO VBI LOGÍSTICO, tendo por objeto a alienação de um galpão logístico em desenvolvimento, com área bruta locável de 35.690 m², o qual faz parte do empreendimento “Galpão Cajamar” em desenvolvimento pela companhia, com o término da construção previsto para o início do 2º trimestre de 2022.

A alienação corresponde à aproximadamente 24% da área locável total do empreendimento de 149.525 m² e será comercializada pelo preço total de R$ 123.215.442,00.

Balanços

Hidrovias do Brasil (HBSA3) reverte prejuízo e tem lucro de R$ 97,8 mi no 2TRI

A Hidrovias do Brasil (HBSA3) registrou lucro líquido de R$ 97,8 milhões no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), revertendo prejuízo de R$ 7,4 milhões de igual período de 2020.

Gafisa (GFSA3) reverte prejuízo e lucra R$ 13,1 milhões no 2TRI21

A Gafisa (GFSA3) registrou um lucro líquido de R$ 13,1 milhões no balanço do segundo trimestre (2TRI21). Um ano antes a companhia havia registrado prejuízo líquido de R$ 23,54 milhões. O landbank total da Companhia tem VGV estimado de R$ 7,9 bilhões totalizando 12.545 unidades.

IRB (IRBR3) tem prejuízo 68,5% menor no balanço do 2TRI21

O IRB (IRBR3) registrou um prejuízo líquido de R$ 206,9 milhões no balanço do segundo trimestre (2TRI21). Um ano antes a companhia havia registrado prejuízo líquido de R$ 656,7 milhões. O resultado financeiro do IRB foi uma receita líquida de R$ 89,2 milhões no 2TRI21, ante um resultado positivo de R$ 49,1 milhões no 2TRI20.

Mosaico (MOSI3) tem queda de 73,5% nos lucros do 2TRI21

A Mosaico (MOSI3) reportou um lucro líquido ajustado de R$ 3,7 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21), queda de 73,5% sobre a base anual. O resultado financeiro da companhia foi positivo em R$ 4 milhões comparativamente a um valor negativo de R$ 0,8 milhões no mesmo período de 2020.

Cruzeiro do Sul (CSED3) amplia lucro em 8,25 vezes no 2TRI21

A Cruzeiro do Sul (CSED3) reportou um lucro líquido ajustado de R$ 44,6 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21), alta de 8,25 vezes sobre a base anual. A companhia informou que a base de alunos ao final do 2TRI21 atingiu 366 mil alunos, com expansão de 6,7% na comparação ano a ano.

Bemobi (BMOB3) tem alta de 251% no lucro no 2TRI21

A Bemobi (BMOB3) registrou lucro líquido ajustado de R$ 18 milhões no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), crescimento de 251% na comparação com igual período de 2020.

No período de 3 meses findo em 30 de junho de 2021, o resultado financeiro líquido foi uma receita de R$ 4,0 milhões frente uma despesa de R$ 1,7 milhões no mesmo período do ano anterior.

Atma (ATMP3) tem baixa de 28,5% no prejuízo no 2TRI21

A Atma (ATMP3) registrou prejuízo líquido de R$ 33,4 milhões no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), redução de 28,5% na comparação com igual período de 2020.

Cemig (CMIG4) vê lucro líquido crescer 80% no 2TRI21

Cemig (CMIG4) registrou um lucro líquido de R$ 1,94 bilhão no segundo trimestre de 2021, número 80% maior do que o R$ 1,08 bilhão registrado no mesmo período do ano passado.

A companhia, uma das principais concessionárias de energia elétrica do país, viu sua receita líquida crescer 33,7% na mesma base, chegando a R$ 7,3 bilhões.

Yduqs (YDUQ3) reverte prejuízo e lucra R$ 116,5 mi no balanço do 2TRI21

A Yduqs (YDUQ3) reportou um lucro líquido de R$ 116,5 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21), revertendo o prejuízo de R$ 79,5 milhões do 2TRI20.

O resultado financeiro atingiu uma despesa de R$ 77,2 milhão no 2TRI21, uma redução de 11,94% sobre o 2TRI20.

Livetech da Bahia (LVTC3) lucra 139,8% a mais no balanço do 2TRI21

A Livetech da Bahia (LVTC3) reportou um lucro líquido de R$ 26,7 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21), alta de 139,8% sobre a base anual.

Kora Saúde (KRSA3) vê lucro líquido triplicar no 2TRI21

A Kora Saúde (KRSA3) registrou lucro líquido de R$ 20,5 milhões no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), crescimento de 210,6% na comparação com igual período de 2020.

Compass (PASS3) vê lucro líquido crescer 50% no 2TRI21

Compass (PASS3) registrou um lucro líquido de R$ 321,1 milhões no segundo trimestre de 2021, número 50% maior do que os R$ 201,6 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

O braço da Cosan (CSAN3) para gás e energia viu sua receita líquida crescer 85% no mesmo período, saindo de R$ 1,5 bilhão para R$ 2,8 bilhões.

GetNinjas (NINJ3) reporta prejuízo de R$ 17,8 milhões no 2TRI21

A GetNinjas (NINJ3) reportou nesta segunda-feira (16) seu balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21) com prejuízo de R$ 17,846 milhões, contra um lucro líquido de R$ 282 mil no mesmo trimestre de 2020.

No semestre, a empresa acumula prejuízo de R$ 23,381 milhões. No mesmo período de 2020, o apurado era de lucro líquido de R$ 504 mil.

Oncoclínicas (ONCO3) registra prejuízo de R$ 202,5 mi no balanço do 2TRI21

A Oncoclínicas (ONCO3) reportou um prejuízo líquido de R$ 202,5 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21). Um ano antes a companhia havia registrado prejuízo líquido de R$ 3,7 milhões.

Boa Vista Serviços (BOAS3) lucra 5,17 vezes mais no 2TRI21

A Boa Vista Serviços (BOAS3) registrou um lucro líquido de R$ 22,19 milhões no balanço do segundo trimestre de 2021 (2TRI21), resultado 5,17 superior ao 2TRI20.

Desktop (DESK3) reverte lucro e tem prejuízo de R$ 1,2 mi no 2TRI

A Desktop (DESK3) registrou prejuízo líquido de R$ 1,2 milhão no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), revertendo lucro de R$ 7,1 milhões de igual período de 2020.

Agrogalaxy (AGXY3) tem alta de 132,4% no prejuízo no 2TRI21

A Agrogalaxy (AGXY3) registrou prejuízo líquido ajustado de R$ 51,4 milhões no segundo trimestre de 2021 (2TRI21), crescimento de 132,4% na comparação com igual período de 2020.

Focus Energia (POWE3) vê lucro crescer 103,2% no 2TRI21

Focus Energia (POWE3) registrou um lucro líquido de R$ 17,8 milhões no segundo trimestre de 2021, alta de 103,2% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Jalles Machado (JALL3) reverte prejuízo e lucra R$ 115,7 milhões no 1TRI22 da safra 2021/2020

A Jalles Machado (JALL3) reportou lucro líquido contábil de R$ 115,7 milhões no primeiro trimestre da safra 2021/2022 (1TRI22), comparado ao prejuízo de R$ 16,9 milhões no mesmo trimestre da safra anterior.

PetroRecôncavo (RECV3) registra lucro e reverte prejuízo no 2TRI21

PetroRecôncavo (RECV3) registrou um lucro líquido de R$ 94,5 milhões no segundo trimestre de 2021, revertendo o prejuízo de R$ 15,1 milhões desse mesmo intervalo do ano passado.

Emissões

Hering (HGTX3) aprova encerramento do programa de recompra de ações

A Hering (HGTX3) aprovou nesta segunda-feira (16) o encerramento do Programa de Recompra de Ações da companhia, que previa a recompra de 5 milhões de ações ordinárias e que foi concluído com a recompra de 4.353.300 ações dessa espécie.

Atualmente, a Hering possui em tesouraria o montante de 6.786.181 ações ordinárias, que tem por objetivo subsidiar os planos de opção de compra de ações ou outras formas de remuneração baseada em ações da companhia ou cancelamento.

Aquisições e Fusões

Camil (CAML3) compra Santa Amália

A Camil Alimentos (CAML3) comprou a Santa Amália, uma empresa controlada da Alicorp Holdco España e Alicorp Inversiones. O valor do negócio é de R$ 260 milhões.

“A Santa Amália é uma das companhias de massas mais tradicionais e renomadas do Brasil”, destacou a Camil; “incluindo liderança no estado de Minas Gerais, com marcas de destaque na categoria de massas e um portfólio completo de marcas premium e de ocupação na categoria”.

“A complementariedade geográfica, com liderança em região com potencial de crescimento para as categorias atuais da Camil e seu posicionamento com potencial de crescimento nacional, reforça a estratégia da companhia de aquisições”, disse a Camil, em comunicado ao mercado. “A operação representa um importante passo para a diversificação e entrada em novas categorias e expansão geográfica da Camil no Brasil”.

A Camil assumirá o endividamento da Santa Amália da ordem de R$ 150 milhões.

Algar conclui aquisição da Vogel

A Algar informou que foi concluída a operação de compra de 100% do capital social da empresa Vogel Soluções em Telecomunicações e Informática nos termos e condições do Contrato de Compra e Venda de Ações e Outras Avenças celebrado em 8 de maio de 2021.

Proventos

IRB Brasil RE (IRBR3) pagará JCP

O IRB Brasil RE (IRBR3) aprovou, em seu conselho de administração, o pagamento de Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) referentes ao exercício encerrado em 2019. Será pago um montante total de R$ 27,7 milhões no dia 8 de setembro.

IPO

Vittia (VITT3) define faixa de IPO

A Vittia Fertilizantes definiu faixa de preço entre R$ 8,60 e R$ 10,30 em sua oferta pública inicial de ações.

Dessa forma, o IPO da companhia pode movimentar R$ 395,581 milhões.

Guararapes Painéis avalia possível oferta pública inicial de ações

A Guararapes Painéis informou hoje (16) que está avaliando a possibilidade de realizar um IPO de distribuição primária e secundária, com esforços restritos de colocação.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo