Eletrobras (ELET3 ELET6): saiba mais sobre a empresa que está próxima da desestatização

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação/Eletrobras

A Eletrobras (ELET3 ELET6) informou nesta terça-feira (13) que foi publicado no Diário Oficial a lei 14.182, decorrente do Projeto de Lei de Conversão PLV 7/2021 e da Medida Provisória 1.031, que trata da privatização da empresa. Este é o pontapé inicial para a venda das ações do governo federal na companhia.00

A lei, entretanto, foi publicada com 14 vetos. O principal diz respeito ao trecho referente à aquisição de ações com desconto por parte de colaboradores da empresa. O texto aprovado pelo Congresso dizia que até 1% das ações da União poderia ser adquirido por empregados demitidos. O argumento do governo é que a medida provocaria distorções na precificação das novas ações.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Também foi vetado o ponto que previa o reaproveitamento de empregados da Eletrobras após a privatização.

O texto, agora, precisa ser ratificado pelo Congresso em até 120 dias para se tornar lei. A intenção do governo é que a desestatização aconteça até o início do ano que vem.

Sobre a Eletrobras

A Eletrobras (ELET3 ELET5 ELET6) é a principal e maior empresa do setor de energia elétrica do Brasil. Ela é controlada pelo governo federal e é responsável por gerar cerca de um terço de toda a energia consumida no País.

Listada na bolsa de valores brasileira, a Eletrobrás também pode ser negociada nos Estados Unidos e na Espanha. 

Conheça neste artigo mais sobre as ações da Eletrobrás. Além disso, confira o desempenho da companhia neste período de pandemia. E veja se vale a pena apostar nos papéis da companhia.  

Por dentro da empresa

A Centrais Elétricas Brasileiras S.A, ou simplesmente Eletrobrás, é uma holding pertencente ao setor de energia elétrica. Ela é constituída como uma sociedade anônima, além de ter capital aberto.  

A Eletrobrás  tem como sua atividade principal a administração de empresas subsidiárias. As mesmas são responsáveis pela geração, a transmissão e a distribuição da energia elétrica do país. 

Além disso, a companhia detém metade do capital que a Usina Binacional de Itaipu possui. 

Na geração e distribuição de energia, a empresa atua tanto no Brasil quanto no exterior. Desde 2008, a Eletrobrás tem atuação em outros países da América do Sul.   

Características das ações (ELET3 ELET5 ELET6)

Conheça as características das ações da empresa no mercado financeiro:

  • No segmento de listagem se encontra no nível 1; 
  • 80% de Tag along (proteção para acionistas minoritários); 
  • 70% de Free Float (ações destinadas à livre negociação no mercado); 
  • Setor de atividade: Utilidade pública; 
  • Subsetor: Energia elétrica; 
  • Segmento na bolsa de valores: Setor de energia elétrica. 

História da Centrais Elétricas S.A – Eletrobrás

Eletrobrás teve sua fundação em 1961, pelo governo de Jânio Quadros. No entanto, o plano de criação de uma estatal de energia elétrica já estava no Congresso Nacional desde muito antes, por meio de uma proposta do ex-presidente Getúlio Vargas, feita em 1954. 

A estatal teve grande importância no processo de industrialização do país. A empresa não apenas contribuiu para a geração e distribuição de energia, mas também para planejamento e expansão do setor. 

A Eletrobrás tem suas operações em todo território nacional. Seu maior número das linhas de transmissão elétrica é das empresas subsidiárias da Centrais Elétricas S.A. 

Como foi o último balanço da Eletrobrás?

No primeiro trimestre de 2021, a Eletrobrás (ELET3 ELET5 ELET6) reportou lucro líquido de R$ 1,6 bilhão no balanço do primeiro trimestre, representando alta de 31% sobre os lucros de um ano antes, de R$ 1,22 bilhão.

Veja o balanço na íntegra

Enquanto isso, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) atingiu R$ 3,58 bilhões, alta de 11% sobre um ano antes.

Já a margem Ebitda passou de 46% no 1TRI20 para 47% um ano depois.

Privatização da empresa Eletrobrás: como ficarão as ações?

O governo venderá partes da companhia no mercado financeiro. Os acionistas terão o direito de subscrever as ações novas que estarão à venda. Ou seja, poderá comprar o que falta para que se mantenha majoritariamente na empresa.   

Para alguns especialistas, com essa privatização, o valor das ações poderão ter uma excelente valorização. Além de uma grande procura por parte de investidores que veem como ponto positivo a companhia ser privatizada. 

De acordo com o site da B3 a posição acionária atual é que o governo possui 51,82%, confira na imagem abaixo as posições acionárias da Eletrobrás (ELET3 ELET6).

(Por Diego Dias)