Mini índice: o que é e como operar o Ibovespa Futuro (Winfut)

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Finance and banking concept. Euro coins and us dollar banknote close-up. Abstract image of Financial system with selective focus, toned, double exposure.

Seja para fins especulativos ou para proteção de carteiras, o mini índice é um produto amplamente procurado pelos investidores pessoas física na bolsa de valores.

Apesar de serem bastante acessíveis e práticos, você deve entender primeiro o que é e como funciona esse produto financeiro antes de apertar o botão de compra ou venda no seu home broker.

Por isso, elaboramos esse tutorial para abordar as partes técnicas de negociação. Além disso, temos dicas para a elaboração da sua estratégia operacional.

O que são derivativos?

Para explicar sobre um contrato de mini índice, devemos entender o que são os derivativos e contratos futuros.

Como próprio nome sugere, derivativos são contratos financeiros que derivam de um outro ativo ou grupo de ativos. Pode ser uma ação, títulos, commodities, moedas, taxas de juros e índices de mercado.

O contrato é estabelecido entre duas partes e seu preço vai depender do comportamento do ativo lastreado. Por exemplo, no caso do mini índice, ele oscila em função do principal índice da Bolsa, o Ibovespa.

Os minicontratos de Ibovespa são contratos de compra e venda de uma estimativa do Índice Bovespa para uma data futura, com um preço determinado.

Conforme a B3, esse tipo de investimento foi criado para viabilizar a operação de investidores pessoas físicas e pequenas empresas no mercado de derivativos.

Não sabe o que é Ibovespa?

O Ibovespa consiste em um índice que é resultado de uma carteira teórica de ações. Em resumo, ele é elaborado de acordo com os critérios estabelecidos em sua metodologia.

De acordo com a B3, o objetivo do Ibovespa é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de maior negociabilidade e representatividade do mercado de ações brasileiro.

Por que são chamados de mini índice?

Os contratos de mini índice são chamados assim porque representam 20% da pontuação do índice brasileiro. Ou seja, cada oscilação de 1 ponto no contrato equivale à R$ 0,20 de lucro ou prejuízo.

Com isso, é um valor menor, com menores riscos e menores margens para operar.

Para que servem os mini índices?

Ao contrário do que você lerá em 90% dos tutoriais de mercado e site financeiros, os derivativos foram originalmente criados para a proteção (hedge) do investidor contra as oscilações do ativo.

Mas os mini índices também são usados como forma de especulação.

Todavia, antes de operar é importante saber dos riscos envolvidos e ter condições de fazer uma boa análise técnica do Ibovespa.

Como ser bem sucedido no mini índice?

Caso a sua intenção seja especular como os mini índice, o raciocínio básico para a sua negociação reside na previsão do direcionamento do mercado brasileiro, ou seja para onde vai o Ibovespa.

Como já mencionado, a análise técnica representa uma ferramenta eficaz para essa tarefa. Todavia o investidor ou trader também pode contar com análises do cenário macroeconômico para determinar a atratividade geral do mercado e o seu direcionamento.

Como operar mini índice?

O lote mínimo é um contrato, no qual 10 pontos de oscilação no mercado equivale a lucro ou prejuízo de R$ 2. Dessa forma, um ponto do Ibovespa gera R$0,20.

A variação mínima do contrato é de 5 pontos.

Por exemplo, imagine que você comprou o mini índice e vendeu com 200 pontos de lucro.

Para saber quanto você lucrou, basta multiplicar 200 pontos por 1 contrato por 0,20 (que é a oscilação por ponto). Assim, o lucro seria de R$ 40.

Caso você tenha operado mais contratos, deve multiplicar pelo número de contratos.

Você vai receber R$ 40 menos as taxas da corretora e da bolsa. Também sofrem incidência de 15% sobre lucro líquido nas operações normais e 20% nas operações de day trade.

Alavancagem

Os contratos de mini índice são “alavancados”, ou seja você pode replicar o comportamento do índice brasileiro sem precisar desembolsar grandes quantias de capital e usufruir de custos bem mais reduzidos em relação à compra direta de ações.

No entanto, isso é uma “faca de dois gumes”, pois possibilita maiores ganhos, mas também expõe os investidores a maiores riscos.

Margens de garantia

As margens de garantia servem como um caução para operação do investidor. Ele deposita uma quantia suficiente para cobrir o valor de certo número de ajustes diários, ou seja a volatilidade do preço do ativo específico.

O valor das margens pode mudar de acordo com a volatilidade do mercado e você deve se informar com o seu assessor ou corretora sobre as taxas aplicadas no momento.

São aceitas como margem:

  • dinheiro;
  • ações;
  • títulos de renda fixa (geralmente ativos financeiros com alta liquidez).

Características técnicas do mini índice

Código de negociação:

WIN

Lote padrão:

1 contrato.

Data de vencimento:

Quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento. Caso não houver sessão de negociação, a data de vencimento será a próxima sessão de negociação.

Meses de vencimento:

Meses Pares.

Liquidação no vencimento:

Financeira (ou seja, não prevê a entrega física da moeda)

Ultima dia de Negociação:

Quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento.

Vencimentos

G: Fevereiro
J: Abril
M: Junho
Q: Agosto
V: Outubro
Z: Dezembro

Exemplo: Mini contrato de índice com vencimento em agosto/21: WINQ21

Negociação de mini índice

Todas as corretoras oferecem acesso aos mini índice através das plataformas de home broker, com a corretagem variando de empresa para empresa.

As operações podem ser feitas tanto na expectativa de alta como na queda através das operações de venda a descoberto.

Tributação

Além da corretagem e emolumentos as operações em mini índice são tributáveis em 15% sobre o lucro líquido nas operações normais. Já nas operações de day-trade o imposto devido é de 20%.

Cabe lembrar que o investidor é responsável pelo recolhimento do imposto de renda.

Considerações finais

Como já mencionado, os contratos de mini índice representam uma excelente ferramenta para buscar ganhos no mercado financeiro (especulação) ou para a proteção dos investidores das oscilações do mercado (caso você tenha uma carteira de ações).

A alta alavancagem desses instrumentos financeiros possibilitam grandes retornos para os investidores com recursos mais limitados, todavia essa mesma característica demanda alguns cuidados durante o pregão.