Hering (HGTX3) aceita proposta de Soma (SOMA3); ações disparam

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Divulgação - Hering

Depois de negar oferta da Arezzo (ARZZ3), a Cia Hering (HGTX3) anunciou nesta segunda-feira (26) uma combinação de negócios com o Grupo Soma (SOMA3).

Após a notícia, as ações da Cia Hering dispararam, operando com alta de 23,7%, às 16h, enquanto os papéis do Grupo Soma recuavam 10,2% e os da Arezzo caíam 3,6%.

A fusão prevê a incorporação das ações da Hering por uma subsidiária do Grupo Soma, com emissão, em favor dos acionistas da empresa, de ações ordinárias e preferenciais resgatáveis – para cada ação ordinária de emissão da Hering, serão entregues 1 ação ordinária e 1 ação preferencial da nova companhia, que será posteriormente incorporada pelo Grupo Soma. Será pago aos acionistas da Hering R$ 9,630957 por ação ordinária mais 1,625107 ação ordinária da companhia.

Quem é o Grupo Soma (SOMA3) que comprou a Hering (HGTX3)

O fechamento da negociação está sujeito à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Foi fechado acordo de exclusividade com o Grupo Soma, com multa prevista de R$ 250 milhões em caso de descumprimento.

As duas empresas preveem grande sinergia a partir da fusão. “A Hering e o Grupo Soma avaliam que a operação será transformacional no que tange à consolidação de uma plataforma de marcas no varejo de moda, ampliando o seu mercado endereçável total, conectando diferentes audiências e abrindo um novo espaço e avenida de crescimento  dado  o  portfólio  altamente complementar.  A  Operação  oferece  oportunidades relevantes de geração de valor através da captura de sinergias operacionais entre as partes, principalmente  no  que  tange  o  crescimento  da  receita  e  da  margem  bruta,  como  também através de maior eficiência em despesas e investimentos”, afirma a Hering.

Detalhes da negociação

Segundo fontes ouvidas pelo Brazil Journal, o negócio teria sido fechado em apenas quatro dias de negociação.

O Soma pagará R$ 5,1 bilhões pela Hering. Deste valor, R$ 1,5 bilhão serão pagos em dinheiro aos acionistas, e R$ 3,6 bilhões em ações. Os acionistas da Hering devem ficar com cerca de 34% da companhia combinada.

Fabio Hering, presidente da empresa, deverá ocupar uma cadeira no conselho da nova empresa. E seu filho, Thiago Hering, deve liderar a marca.

Vale lembrar que o Grupo Soma fez sua estreia na bolsa há menos de um ano. O grupo pretende aproveitar o parque industrial da Hering e incrementar a venda online das marcas, atingindo todos os segmentos, do básico ao luxo.