Vale (VALE3) paga R$ 40 bi em dividendos e encerra ações em tesouraria

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

A Vale (VALE3) informou que o conselho de administração aprovou o pagamento de R$ 40 bilhões em dividendos aos acionistas. O crédito é referente ao primeiro semestre de 2021, no valor de R$ 8,108316476 por ação.

O valor a ser distribuído foi apurado com base no balanço levantado em 30 de junho de 2021. Este refere-se à antecipação da destinação do resultado do exercício de 2021.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O pagamento será feito no dia 30. Terão direito os acionistas que possuírem ações da empresa no dia 22. No caso de papéis negociados na B3 (B3SA3). Já para quem possui ações negociadas na bolsa de Nova York (NYSE), terá como data de corte o próximo dia 24.

Além disso, o conselho também aprovou o cancelamento de 152.016.372 ações ordinárias de emissão da Companhia. Elas foram adquiridas em programas de recompra anteriores ao atualmente vigente e mantidas em tesouraria.

Em decorrência do cancelamento, o capital social da Vale passa a ser dividido em 5.132.458.398 ações ordinárias e 12 ações preferenciais de classe especial.

Vale (VALE3): relatório BTG (BPAC11) anteviu pagamento

O pagamento dos dividendos havia sido previsto por um relatório do BTG Pactual (BPAC11). No último dia 14, o relatório informava que os dividendos da Vale seriam anunciados nos dias seguintes, o que de fato ocorreu.

“Enquanto a maioria dos investidores parece estar fixados na correção do preço do minério de ferro, acreditamos que há menos atenção a este ‘evento’ do que deveria haver”, diz trecho do relatório

“Isso também implicaria que a Vale distribuiria cerca de US$ 20 bilhões em retornos em dinheiro aos acionistas ao longo de 2021, que consideramos substanciais e incomparáveis ​​no setor”, complementou o relatório, na ocasião.

Para o BTG, a parte mais importante é que a gestão permanece altamente disciplinada. Isto é relativo à alocação de capital. Apontou ainda que a companhia continuará executando um modelo de negócios “asset light”. O que ainda implica que a maior parte da agenda deve envolver os retornos em dinheiro dos acionistas.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo