Vale (VALE3): BNDES deve precificar oferta de debêntures em 12 de abril

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Vale/Agência Brasil

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)  deve precificar a oferta de debêntures da Vale (VALE3) em 12 de abril.

Nesta segunda-feira (29) foi dado início à oferta de venda de mais de 214 milhões de debêntures da Vale, segundo o TC.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Assim, deverão ser levantados R$ 13 bilhões para repagar o Tesouro Nacional por empréstimos feitos durante governos anteriores.

Encontros com investidores nacionais e internacionais devem ser realizados entre 30 de março e 9 de abril.

Os coordenadores da oferta são Bradesco BBI, Citigroup, Itaú BBA e JPMorgan.

A oferta será feita com esforços restritos e poderá ser oferecida para investidores não residentes no Brasil.

Recentemente, a Vale mudou as escrituras das debêntures como parte da decisão do BNDES de vender sua fatia da emissão.

A estatal disse no início do mês que não pretende participar da oferta de venda dos papéis pelo BNDES como potencial compradora “por não possuir todas as autorizações regulatórias necessárias e por uma prerrogativa de alocação de capital neste momento”.

A Vale busca a recompra dos papéis no mercado para reduzir o custo de serviço da sua dívida.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo