Trisul (TRIS3): vendas líquidas somam R$ 230 mi no trimestre, recuo de 8%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Trisul

A Trisul (TRIS3) anunciou na sexta-feira (29) a prévia de seus resultados operacionais referentes ao quarto trimestre de 2020.

No período referido, as vendas foram de R$ 230 milhões, queda de 8% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Já no acumulado do ano, a construtora registrou R$ 784 milhões em vendas líquidas, queda de 24%.

As vendas de unidades vendidas subiram 6% no quarto trimestre, para 524. Na comparação anual, recuaram 9%, para 1.904 unidades vendidas.

No acumulado de 2020, a Trisul lançou 9 empreendimentos, totalizando um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 1 bilhão. Já no trimestre, foram 3 empreendimentos com R$ 423 milhões em VGV.

O VSO (Velocidade sobre Oferta) trimestral (em R$ VGV) registrou 20%, em linha com o mesmo trimestre do ano anterior.

O Landbank total no final de dezembro somava R$ 5 bilhões.

Ouro Fino (OFSA3) anuncia programa de recompra de ações

A Ouro Fino (OFSA3) aprovou o programa de recompra de ações de emissão da Companhia, cujo objetivo é a aquisição de até 1.078.000 de ações ordinárias, sem redução do capital social.

A companhia informou que a recompra será mantida em tesouraria, visando à maximização da geração de valor aos acionistas, e, eventualmente, poderão ser utilizadas para atender ao plano de incentivo de longo prazo baseado em ações.

As aquisições poderão ser feitas no prazo de até 18 meses, com início em 30 de janeiro de 2021 e término em 29 de julho de 2022.

O número total de ações ordinárias que poderão ser adquiridas, ou seja,1.078.000 ações, representa cerca de 4,57% das ações em circulação no mercado.

Hypera (HYPE3) conclui aquisição de ativos

A Hypera (HYPE3) concluiu a aquisição do portfólio selecionado, de medicamentos isentos de prescrição (OTC) e de prescrição na América Latina, da Takeda Pharmaceuticals International.

Simultaneamente à aquisição dos ativos, a Hypera concluiu a venda do portfólio de 12 produtos farmacêuticos de prescrição e OTC na Argentina, Colômbia, Equador, México, Panamá e Peru à Eurofarma Laboratórios, bem como a venda do produto “Xantinon” à União Química Farmacêutica Nacional.

“Com a conclusão dessa operação, a Hypera Pharma reforçará seu portfólio de produtos de prescrição e ampliará de maneira relevante sua liderança no mercado de OTC, passando a deter duas das três maiores marcas de medicamentos OTC do país”, destacou a companhia.