Smiles (SMLS3) tem lucro líquido de R$ 47,7 mi no 1TRI21, queda de 15,2%

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Smiles

A Smiles (SMLS3) registrou um lucro líquido de R$ 47,7 milhões no primeiro trimestre de 2021. Os números refletem uma queda de 15,2% sobre o mesmo período de 2020.

“Os principais impactos sobre as informações financeiras trimestrais se relacionam à redução no volume de resgates de milhas (13.976 milhões de milhas resgatadas no trimestre findo em 31 de março de 2021 em comparação a 17.860 milhões no mesmo período findo em 31 de março de 2020) que reflete na redução na receita líquida e margem de lucro da Companhia”, destacou a Smiles.

A receita líquida atingiu R$ 151,11 milhões no primeiro trimestre, queda de 11,8% em relação ao mesmo trimestre de 2020. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a queda na receita liquida foi de 28,4%.

O lucro bruto no trimestre também apresentou queda, em 14,3%, na comparação ano a ano.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 67,17 milhões no primeiro trimestre, queda de 21,9% comparado ao mesmo trimestre de 2020.

A margem Ebitda da Smiles para o trimestre de 2020 foi de 44,5%, queda de 575 bps.

Cenário otimista

A Smiles declarou que registrou cerca de 6% de crescimento em sua base no 1T21X1T20, totalizando 18,5 milhões de participantes.

O cartão de crédito co-branded GOL Smiles, relançado no ano passado, também registrou aumento de 9,6% na base de clientes ativos em comparação ao mesmo período de 2020.

“Em março, nosso principal indicador, que é o resultado bruto de vendas (GMW), foi quase três vezes maior quando comparado ao registrado no mesmo mês de 2020. Mais 40% da base de clientes Smiles já fez ao menos uma compra no nosso marketplace”, ressaltou a companhia.

Confira os principais resultados financeiros do balanço da Smiles (SMLS3):