Radar FII: VGIP11 lança 4ª emissão; FIIP11B renegocia aluguel da C&A (CEAB3)

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

O BTG Pactual, administrador do FII Valora CRI Índice de Preço (VGIP11), informou a abertura da 4ª emissão de cotas.

A nova emissão será de, no mínimo, 104.647 cotas e, no máximo, 1.569.695 de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante de até R$ 150 milhões.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

O preço de aquisição por cota da 4ª emissão foi definido em R$ 95,56 cada.

O período para exercício do direito de preferência na B3 foi estabelecido entre 01 de abril a 14 de abril.

Vale destacar que a Oferta é destinada exclusivamente aos atuais Cotistas do Fundo.

FII RB Capital Renda I (FIIP11B) renegocia aluguel da C&A (CEAB3)

O FII RB Capital Renda I (FIIP11B) comunicou a renegociação do valor locatício mensal cobrado a C&A Modas (CEAB3).

Devido à reclassificação para a fase roxa no estado de São Paulo e os impactos causados por essa medida no faturamento da locatária, a gestora do Fundo concedeu a isenção do aluguel entre 06 de março a 31 de março, bem como o desconto de 10% nos valores dos aluguéis no período de 01 de abril a 30 de Junho.

Segundo o comunicado, estima-se que os fatos acima representem um decréscimo de R$ 0,12 por cota nos rendimentos a serem distribuídos pelo Fundo em abril/2021, e R$ 0,01 de maio a julho/2021.

FII XP Properties (XPPR11) comunica rescisão unilateral da Cielo (CIEL3)

O FII XP Properties (XPPR11) comunicou que a locatária Cielo (CIEL3) decidiu, de forma unilateral, rescindir parcialmente seu contrato com o Fundo, de modo a entregar algumas unidades autônomas alugadas.

Devido à rescisão antecipada, a locatária pagará ao XPPR11 o valor total de R$ 3,48 milhões, correspondente a seis aluguéis vigentes e os respectivos encargos locatícios.

Adicionalmente, dentre outras condições acordadas, foi alterado o valor do aluguel mensal, a prorrogação do prazo de vigência (que, anteriormente tinha como termo final o dia 16 de novembro de 2024 e passou a ser em 31 de janeiro de 2029), bem como a alteração das penalidades em caso de rescisão antecipada das unidades que continuarão alugadas.

O impacto mensal negativo estimado em decorrência da devolução das unidades e das alterações contratuais realizadas, incluindo os custos de vacância, é de aproximadamente R$ 0,10 por cota por mês.

IFIX

Na sessão da sexta-feira (26), o IFIX fechou o pregão em alta de 0,14%, aos 2817,70 pontos.

No desempenho semanal, o IFIX recuou 0,05%, sexta semana seguida de queda. Já no acumulado para o mês de março, está negativo em 2,38%.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3