Radar FII: BRLA11 e CORM11 adquirem ativos imobiliários

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

O BTG Pactual, na qualidade de administrador do FII BRL PROP II (BRLA11), comunicou a compra do imóvel localizado na Rodovia dos Imigrantes, em Cuiabá/Mato Grosso.

O imóvel encontra-se locado para a Stock Tech Armazens Gerais através na modalidade atípica, tendo sido a construção realizada na modalidade buit to suit, na qual imóvel é construído para atender os interesses do locatário (BTS).

Adicionalmente, o contrato de locação dispõe que o aluguel mensal devido é de R$ 287.726,43, que é o equivalente a, aproximadamente, R$ 0,36 por cota.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

O montante total a ser desembolsado pelo Fundo para a aquisição será de R$ 66,21 milhões.

FII Core Metropolis (CORM11) adquire ativos por R$ 98,952 milhões

O BTG Pactual, administrador do FII Core Metropolis (CORM11), comunicou que o Fundo adquiriu os seguintes ativos imobiliários:

  • Ed. Souza Aranha I, localizado em São Paulo (SP), com uma área locável de 2.231 m2 e 100% locado;
  • Ed. Souza Aranha II, localizado em São Paulo (SP), com uma área locável de 4.079 m2 e 100% locado;
  • Ed. Porto Alegre, localizado em Porto Alegre (RS), com uma área locável de 4.421 m2 e 100% locado.

A compra dos ativos foi realizada pelo montante total de R$ 98,952 milhões. Com o pagamento, o Fundo passa a fazer jus à receita de aluguel no valor de R$ 717.038,00 por mês.

A Gestora estima que a receita mensal do CORM11 será impactada em, aproximadamente, R$ 1,36 por cota.

 FII VBI Logístivo (LVBI11): gestora concede desconto na taxa de gestão

O BTG Pactual, administrador do FII VBI Logístivo (LVBI11), informou que a Gestora do Fundo decidiu, a partir do dia 01 de abril, conceder desconto por 4 meses na taxa de gestão, equivalente a 0,80% ao ano incidente sobre o montante de R$ 250 milhões.

O desconto na taxa de gestão supracitados representa, aproximadamente, R$ 0,01 por cota ao mês.

IFIX

Na sessão da segunda (5), o IFIX fechou o pregão em queda de 0,08%, aos 2847,64 pontos.

Em abril, o IFIX acumula alta de 0,03%, já no desempenho de 2021, cai 1,3%.