FII: IFIX recua 0,08% pressionado por SPTW11 e SARE11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Nesta segunda (5), o IFIX chegou a operar no campo positivo mas não resistiu a pressão nas vendas ao longo do dia e fechou o pregão em queda de 0,08%, na mínima de 2847,64 pontos.

A máxima para o dia no índice foi de 2856,18 pontos. Em abril, o IFIX acumula alta de 0,03%, já no desempenho de 2021, cai 1,3%.

A movimentação financeira para hoje foi de R$ 221,38 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: BB Progressivo (BBFI11B), XP Crédito (XPCI11), RBR Properties (RBRP11), REC Renda imobiliária (RECT11), Santander Papéis Imobiliários (SADI11).

As maiores quedas foram nos FIIs: SP Downtown (SPTW11), Santander Renda de Aluguéis (SARE11), VBI Reits FOF (RVBI11), Grand Plaza Shopping (ABCP11), Valora CRI Índice de Preço (VGIP11).

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BBFI11BR$ 2.389,393,21%
XPCI11R$ 98,061,16%
RBRP11R$ 92,241,14%
RECT11R$ 87,941,08%
SADI11R$ 83,001,07%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SPTW11R$ 57,60-8,72%
SARE11R$ 94,00-3,49%
RVBI11R$ 93,28-1,55%
ABCP11R$ 77,80-1,52%
VGIP11R$ 106,73-1,39%

Veja as últimas notícias sobre FII

FII BTG Pactual Agro Logística (BTAL11)

O BTG Pactual, administrador do FII BTG Pactual Agro Logística (BTAL11), comunicou que o Fundo celebrou com a I.Riedi Grãos e Insumos a aquisição de três centro de recebimento de grãos, no montante total de R$ 58,98 milhões.

O imóvel 1, localizado em Maripá/PR, foi adquirido por R$ 12,242 milhões em uma operação de Sale & Leaseback (SLB).

Desse modo, o Fundo também celebrou com a I.Riedi, contrato de locação pelo período de dez anos, com aluguel mensal de R$ 94.370.

O cap rate envolvido na aquisição é de 9,25% e a Gestora estima que o resultado mensal do Fundo será impactado positivamente em aproximadamente R$ 0,02/cota.

O imóvel 2, localizado em Palotina/PR, foi adquirido pelo valor de R$ 20 milhões. Trata-se também de uma operação de SLB, razão pela qual o Fundo celebrou contrato de locação no período de dez anos e aluguel mensal de R$ 154.424,00.

O cap rate envolvido na aquisição é de 9,25% e a Gestora estima que o resultado mensal do Fundo será impactado positivamente em aproximadamente R$ 0,03/cota.

Por fim, o imóvel 3, localizado em Cascavel/PR, foi adquirido por R$ 26,71 milhões. O contrato de locação atípica foi definido para dez anos, com aluguel mensal de R$ 205.898,72.

O cap rate é de 9,25% e a Gestora estima que o resultado mensal do Fundo será impactado positivamente em aproximadamente R$ 0,03/cota

FII AF Invest CRI Recebíveis Imobiliários (AFHI11)

A B3 informou que em 05 de abril serão iniciados, no mercado de bolsa, os negócios com as cotas subscritas e integralizadas de emissão do FII AF Invest CRI Recebíveis Imobiliários.

O nome de pregão será “FII AFHI CRI”, cujo código de negociação corresponde a “AFHI11”. O FII AFHI CRI é destinado a investidores em geral.

Na 1ª emissão de cotas, encerrada em 04 de março, foram subscritas e integralizadas 1.787.671 cotas, ao preço de R$ 100,00 cada, com o valor total da Oferta de R$ 178,767 milhões.

FII RB Capital Realty Investimentos Imobiliários (RBPD11)

A Oliveira Trust, administradora do FII RB Capital Realty Investimentos Imobiliários (RBPD11), celebrou contrato de locação típico com a Ambev (ABEV3) para o imóvel situado em São José dos Pinhais/PR.

Foi estabelecido o prazo de 60 meses, tendo início retroativo a 15 de dezembro de 2020.

A Ambev já era a inquilina no imóvel, desde sua concepção, realizada no modelo Built-to-suit (BTS).

O contrato celebrado representa 16,3% da área bruta locável do Fundo.

A alteração da modalidade do contrato impactou positivamente a distribuição de rendimentos em R$ 0,18.

FII Rev Logística (RELG11)

A BRL Trust, administradora do FII Rev Logística (RELG11), comunicou a abertura de nova emissão de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 90 milhões.

A 3ª emissão será de 90 milhões de cotas, no entanto, a quantidade de novas cotas ofertada poderá ser diminuída em virtude da distribuição parcial.

O preço de aquisição por cota da 3ª emissão foi definido em R$ 98,90, observado que tal valor já inclui os custos de Distribuição.

É assegurado aos cotistas, cujas cotas estejam devidamente subscritas e integralizadas em 07 de abril, o direito de preferência na subscrição das novas cotas, no período compreendido entre 09 de abril a 22 de abril de 2021 (inclusive) junto à B3.

Os recursos líquidos a serem captados na Oferta serão destinados à aquisição pelo Fundo de Imóveis-Alvo.