Proteção: quais são os setores resilientes da bolsa? Conheça agora!

Ronaldo Araújo
Engenheiro e Agente Autônomo de Investimentos, hoje me dedico a divulgar ensinamentos sobre como funciona a Previdência Privada. Acredito que com mais conhecimento é possível fazer melhores escolhas para a formação do patrimônio de longo prazo. Para saber mais acesse www.ronaldoaraujo.com.br
1

Crédito: Unsplash

Ao escolher setores para investir na bolsa de valores, vale muito a pena considerar sua sazonalidade. Nesse sentido, alguns podem ser considerados como setores resilientes, pois as empresas que o compõe são tidas como fornecedoras de serviços essenciais. Dessa forma, nem mesmo as crises são capazes de abalá-los.

Este artigo mostra em mais detalhes o que são esses tipos de setores. Ao ler o texto, você entenderá melhor os motivos pelos quais eles são considerados dessa forma. Também serão apresentados alguns exemplos de setores que se encaixam nessa modalidade. Por fim, você verá se vale a pena fazer investimentos desse tipo mesmo em épocas de altas de juros, como a que vivemos agora.

Pronto para a leitura? Então aproveite o artigo!

Se quiser saber ainda mais sobre o tema, saiba que ele será o foco de um dos painéis da Money Week, evento online e gratuito da EQI Investimentos, que acontece de 25 a 29 de outubro. Faça já o seu cadastro!

O que são setores resilientes?

Os setores resilientes são setores com uma estabilidade maior frente aos demais. Isso deriva da necessidade constante da prestação de seus serviços, ou seja, a sociedade precisa que suas atividades não sejam interrompidas mesmo diante de crises. É o caso de setores como energia e saneamento. Sendo assim, tratam-se de empresas com uma boa previsibilidade de caixa ao longo do tempo.

Quais são os setores com mais resiliência?

Acompanhe a seguir alguns dos principais setores com resiliência na bolsa de valores brasileira.

Energia

A energia elétrica é um produto indispensável ao desenvolvimento de uma nação. Toda a produção industrial depende dela e, por isso, é um setor que sempre está aquecido. Além disso, a divisão de operação nos três estágios da cadeia produtiva ― geração, transmissão e distribuição ― faz com que diferentes operadores públicos e privados estejam presentes, diversificando as oportunidades de investimento.

Financeiro

Setor de presença obrigatória em todas as sociedades, o financeiro pode ser visto como um dos mais resilientes da bolsa de valores. Sua presença de mais de 36% na composição do Ibovespa demonstra isso. Os altos lucros recorrentes mesmo em meio a crises faz desse setor um dos melhores para investir. Não por acaso, o Itaú Unibanco e o Bradesco estão entre as empresas brasileiras com maior valor de mercado atualmente.

Saneamento

As empresas que fazem parte desse setor prestam serviços básicos à população. Por isso, seu fluxo de caixa é sempre recorrente, pois a necessidade de água potável e o tratamento de esgoto precisam existir sempre. Além disso, o setor se abriu recentemente à iniciativa privada, com o marco legal do saneamento básico. Isso traz perspectivas ainda melhores para quem investe no setor.

Com cenário de juros em alta, vale investir nesses setores?

Devido à necessidade da prestação dos serviços de empresas dos setores mencionados, é sempre interessante ter suas ações em carteira. Mesmo em um cenário de juros altos, o produto ou serviço oferecido continua sendo consumido. Isso traz previsibilidade de caixa e consequentemente a distribuição de bons dividendos. Sendo assim, pode-se considerar que vale muito a pena investir nessas empresas.

Explicamos tudo sobre dividendos e JCP neste outro post.

Os setores resilientes da bolsa são uma ótima opção de investimento. Ao comprar ações dessas empresas, o investidor passa a ser sócio de companhias que prestam serviços essenciais à sociedade, e isso traz estabilidade para uma carteira diversificada. Vale atentar para o fato de que nem mesmo crises podem interromper o fornecimento de tais serviços, tornando esses setores altamente atrativos.

Ainda com dúvidas sobre investimentos? Converse com um assessor depois de preencher o formulário abaixo.

E não deixe de se inscrever na Money Week!