Petrobras (PETR4) assina contrato de venda de sua participação na Gaspetro

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Agência Brasil

A Petrobras (PETR3 PETR4) assinou nesta quarta-feira (28) contrato com a Compass para a venda da totalidade de sua participação, que corresponde a 51%, na Petrobras Gás S.A., a Gaspetro.

O valor da venda é de R$ 2,03 bilhões, a ser pago em seu fechamento.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

A conclusão da operação da transação está sujeita, entre outras condições, à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Petrobras (PETR4) tem decisão favorável em processo trabalhista

A Petrobras teve decisão favorável proferida pelo Ministro Relator do Supremo Tribunal Federal (STF), em recursos contra decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre a revisão da metodologia de apuração do complemento de Remuneração Mínima Por Nível e Regime (RMNR).

Segundo a estatal, a decisão reconhece a validade do acordo coletivo de trabalho livremente firmado entre a Petrobras e os sindicatos, revertendo a decisão do TST.

No relatório de resultados do primeiro trimestre, para esses processos, o valor de R$ 700 milhões foi classificado como perda provável, reconhecido no passivo como provisão para processos judiciais e administrativos.

Já o valor de R$ 30,2 bilhões foi classificado como perda possível, incluído como processos judiciais não provisionados.

Ainda cabe recurso na decisão de hoje.

Ânima (ANIM3) faz acordo exclusivo com a VBI Real Estate

A Ânima (ANIM3) assinou acordo exclusivo com a VBI Real Estate, gestora de fundos de investimento com foco no mercado imobiliário brasileiro, para desenvolver um portfólio de moradias estudantis que atinja inicialmente cinco mil camas.

O investimento estimado da VBI é de até R$ 800 milhões nos próximos sete anos.

Segundo comunicado ao mercado, o acordo “inclui a participação da Uliving, empresa associada à VBI, que opera moradias estudantis no Brasil”. “Fundada em 2012”, segue, “a Uliving é a empresa pioneira nesta classe de ativos e conta com 5 unidades em operação”.

“A Ânima acredita que com esta inovação atenderá um público cada vez mais crescente de alunos, especialmente de medicina e saúde, calouros e estudantes móveis, aqueles que deixam seu município de residência para estudar”, sublinha.

Os prédios serão dedicados aos estudantes de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado além de pesquisadores e professores ligados ou que possam se ligar ao ecossistema Ânima Educação.

EspaçoLaser (ESPA3) compra 12 lojas por R$ 36,9 milhões

A Espaçolaser (ESPA3) adquiriu, através de sua subsidiária Corpóreos Serviços Terapêuticos S.A., 12 lojas da marca Espaçolaser nos estados do Amapá, Rio de Janeiro, Paraíba, São Paulo e Minas Gerais.

O valor do negócio ficou em R$ 36,9 milhões.

Com isso, a companhia somou cem franquias adquiridas em 2021, lembra a Espaçolaser, que acredita que esse é um “passo importante para seu crescimento e desenvolvimento, com a retomada do direito de preferência das regiões anteriormente detidas pelos acionistas vendedores”.

HBR (HBRE3) compra centro comercial em SP

A HBR Realty (HBRE3) comprou um novo centro comercial em São Paulo, que fará parte da plataforma ComVem.

Localizado na região da Barra Funda, bairro central da capital paulista, o centro comercial já se encontra em operação comum a ABL (área bruta locável) de 851,84 metros quadrados, com 19 lojas, integrado ao complexo imobiliário LED Barra Funda, que inclui torres residencial, comercial e hotel.

O investimento da HBR foi de R$ 10,100 milhões.

Omega Geração (OMGE3) assina acordo vinculante para aquisição de 50% do Complexo 3Ventos

A Ômega Geração (OMGE3) assinou acordo vinculante para adquirir 50% do Complexo Eólico Ventos da Bahia 3, ou Complexo 3Ventos.

O valor da transação foi avaliado em R$ 422,9 milhões, dos quais R$ 196,6 milhões serão pagos em caixa e R$ 226,3 milhões serão assumidos em endividamento líquido.

Ventos da Bahia 3 tem capacidade instalada projetada de 181,5 megawatts, expectativa de entrada em operação comercial em janeiro de 2022 e é adjacente aos Complexos Eólicos Ventos da Bahia 1 e 2.

Multilaser (MLSA3) tem alteração acionária relevante

A Multilaser (MLAS3) recebeu correspondência da TRUXT Investimentos, comunicando que adquiriu a quantidade de 45.138.700 ações ordinárias, correspondentes a 5,50% das ações representativas do capital social da Multilaser.

A TRUXT informou, como de praxe neste tipo de operação, que referida aquisição não objetiva a alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da Multilaser.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.