Petrobras (PETR4): comitê se reúne nesta terça para analisar nome de general para a estatal

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Agência Petrobras

O comitê de pessoas da Petrobras (PETR3; PETR4) se reunirá nesta terça-feira (16) para analisar a indicação do general Joaquim Silva e Luna para a Petrobras.

Joaquim Silva e Luna foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o conselho e o comando da estatal no lugar de Roberto Castello Branco em meio aos sucessivos aumentos do valor da gasolina e do diesel este ano no país.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Segundo o comunicado, pode haver manifestação nesta terça ou não da definição que será tomada. Atualmente, Silva e Luna é diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional.

Neste momento, só haverá deliberação para se Joaquim integrará a Petrobras. Assim, a análise se ele será presidente da estatal será tomada só na assembleia geral de 12 de abril.

O Conselho de Administração da Petrobras tem 11 membros, mas apenas oito serão escolhidos na assembleia, pois três deles permanecerão nos cargos. São eles: os representantes dos empregados, dos detentores de ações preferenciais e dos acionistas minoritários.

Para os cargos que serão renovados, a União indicou oito nomes e os acionistas minoritários indicaram um nome.

CVM diz que não identificou lucro da Petrobras com operação suspeita

Segundo reportagem do Valor, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta segunda-feira que as operações suspeitas relatadas em reportagens com opções de venda de ações da Petrobras no dia 18 de fevereiro estão sendo analisadas, mas que a transação “não foi levada ao vencimento, sendo que ao menos as informações divulgadas em relação ao resultado financeiro da operação não foram detectadas”.

A CVM disse ainda que “estão em andamento as análises para a identificação de todas as operações com indícios de utilização de informação relevante não divulgada envolvendo ativos e derivativos relacionados à Petrobras no período indicado”.

JSL (JSLG3) anuncia novo diretor presidente e aquisição de 25% da Fadel

O Conselho de Administração da JSL aprovou o plano de sucessão do cargo de Diretor Presidente da companhia, com a nomeação de Ramon Peres Martinez Garcia de Alcaraz para o cargo de Diretor Presidente da JSL S.A.

Ele entrará no lugar de Fernando Antonio Simões, que assumirá a presidência do Conselho de Administração.

A empresa também celebrou memorando de entendimentos tratando da aquisição, pela JSL, de ações correspondentes a 25% do capital social da Fadel Holding S.A., controlada da companhia, que são de titularidade de Ramon.

Sabesp (SBSP3) descarta nomeação de Castello Branco como CEO

A Sabesp (SBSP3) informou em comunicado nesta segunda-feira (15) que não procede a informação divulgada na sexta-feira (12) pela CNN Brasil de que Castello Branco foi convidado para ser CEO da Sabesp.

O Governo do Estado de São Paulo divulgou nota de esclarecimento afirmando que esta informação não procede e Benedito Braga continuará comandando a Sabesp, cargo que ocupa desde janeiro de 2019.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo