Orizon (ORVR3) tem prejuízo 5 vezes maior no balanço do 1TRI21

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A Orizon (ORVR3) registrou prejuízo líquido cinco vezes maior no primeiro trimestre de 2021.

O prejuízo cresceu de R$ 9,1 milhões no 1TRI20 para R$ 45,5 milhões no 1TRI21.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Veja aqui o balanço do 1TRI21.

Orizon (ORVR3): principais números do balanço do 1TRI21

Prejuízo líquido

  • Prejuízo 1TRI21: R$ 45,5 milhões
  • Prejuízo 1TRI20: R$ 9,1 milhões

Ebitda ajustado

  • Ebitda 1TRI21: R$ 25,0 milhões
  • Ebitda 1TRI20: R$ 32,5 milhões

Receita operacional líquida

  • Receita 1TRI21: R$ 87,6 milhões
  • Receita 1TRI20: R$ 91,5 milhões

Ebitda ajustado cai 23%

O Ebitda ajustado da Orizon (ORVR3) caiu 23,1%.

O indicador passou de R$ 32,5 milhões para R$ 25 milhões no 1TRI21.

Segundo a empresa, a variação na comparação trimestral, deve-se principalmente ao aumento nas despesas recorrentes.

A margem Ebitda ajustada caiu de 35,6% para 28,6%.

Receita operacional líquida

A Orizon (ORVR3) registrou receita operacional líquida 4,4% menor no 1TRI21.

O indicador passou de R$ 91,5 milhões para R$ 87,6 milhões.

Segundo a empresa, a variação na comparação trimestral deve-se, principalmente, à queda de 5,6% do volume de resíduos recebidos nos ecoparques da companhia em função dos impactos causados pela pandemia na economia.

Outros destaques de Orizon (ORVR3)

O resultado líquido do 1T21 apresentou prejuízo de R$ 46 milhões. Excluindo o efeito das despesas não-recorrentes, a companhia registrou prejuízo de R$ 7 milhões frente ao prejuízo de R$ 9 milhões do 1T20.

Os custos e despesas operacionais totalizaram R$ 111 milhões no 1T21 frente aos R$ 68 milhões no 1T20, sendo o principal impacto o reconhecimento, não recorrente, do pagamento baseado em ações no montante de R$ 38 milhões, em função do sucesso do evento de liquidez, a abertura de capital da Companhia na B3.

Em 31 de março de 2021, a dívida bruta atingiu o montante de R$ 350 milhões, aumento de 3,7% em relação ao saldo de R$ 3 37 milhões, reportado no 4T20.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3

Orizon (ORVR3) 1TRI21