FII: IFIX recua 0,18% no dia; Índice é puxado por BBFI11B e XPPR11

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A primeira sessão de dezembro para o IFIX foi marcada por um movimento de reversão de tendência ao longo do pregão.

Isso porque, na primeira hora de negociações o índice operava em alta de 0,18%, mas perdeu força ao longo do dia fechando em queda de 0,18%, aos 2.803,51 pontos.

A mínima para o dia bateu em 2.803,41 pontos, enquanto a máxima foi de 2.816,98 pontos. No acumulado do ano, o índice de FIIs registra desvalorização de 12,18%.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

A movimentação financeira para a terça-feira foi de R$ 210,44 milhões.

Destaques do dia

As maiores altas da carteira foram em: Santander Renda de Aluguéis (SARE11), Malls Brasil Plural (MALL11), Kinea Índices de Preços (KNIP11), Banestes Recebíveis Imobiliários (BCRI11), RBR Alpha Multiestratégia Real Estate (RBRF11).

Por outro lado, as maiores quedas foram em: BB Progressivo (BBFI11B), XP Properties (XPPR11), Grand Plaza Shopping (ABCP11), Mérito Desenvolvimento Imobiliário (MFII11), BTG Pactual Logística (BTLG11).

Veja o gráfico do dia

Fonte:B3

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
SARE11R$ 96,143,04%
MALL11R$ 96,791,39%
KNIP11R$ 112,251,22%
BCRI11R$ 108,151,12%
RBRF11R$ 99,440,95%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BBFI11BR$ 2.189,00-5,54%
XPPR11R$ 84,57-4,25%
ABCP11R$ 75,01-3,89%
MFII11R$ 134,42-2,45%
BTLG11R$ 108,39-1,55%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta terça o conjunto de FIIs registrou desvalorização, em sentido contrário ao principal índice da bolsa, que subiu 2,3%.

Veja a movimentação de FII

HSRE11 lança 9ª emissão de cotas do Fundo

A BRL Trust, administradora do fundo de investimento imobiliário (FII) HSI Renda Imobiliária (HSRE11), comunicou a abertura de nova emissão de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 170 milhões.

A 9ª emissão será de 1.952.774 milhões de cotas, pelo preço de R$ 87,06 por nova cota, sem considerar a taxa de distribuição primária.

A Oferta é destinada exclusivamente a investidores profissionais.                 Segundo o comunicado, os recursos captados por meio da oferta serão destinados ao pagamento dos custos e despesas da Oferta; pré-pagamento e resgate integral dos CRI existentes no Fundo; e à recomposição da reserva de contingência do Fundo.

DEVA11 comunica a abertura da 2ª emissão de cotas

O FII Devant Recebíveis imobiliários (DEVA11) comunicou ao mercado a abertura da 2ª emissão de cotas do Fundo.

Desse modo, com a nova emissão serão lançadas até 1,7 milhão de cotas, podendo tal montante ser reduzido em razão da distribuição parcial.

O preço de aquisição por cota da 2ª emissão foi definido em R$ 100,00, assim sendo, o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 170 milhões.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar no período entre os dias 03 de dezembro de 2020 a 17 de dezembro de 2020, inclusive, na B3.

FII: Confira os rendimentos divulgados

MFAI11: R$ 2,01 por cota em 14/12

EDFO11B: R$ 1,5977500719 por cota em 10/12

NSLU11: R$ 1,805452332 por cota em 07/12

CXCE11B: R$ 0,914829808225576 por cota em 15/12

GESE11: R$ 10,4169300752 por cota em 14/12

STRX11: R$ 38,03987165 por cota em 7/12

PLRI11: R$ 0,2110150749 por cota em 7/12

FIIP11B: R$ 0,67490753 por cota em 14/12

QMFF11: R$ 0,75 por cota em 15/12

RBIV11: R$ 0,51 por cota em 14/12

RBCO11: R$ 0,55 por cota em 14/12

RBVO11: R$ 0,14707388 por cota em 8/12

RFOF11: R$ 0,63 por cota em 14/12

VLOL11: R$ 0,41132398 por cota em 14/12

BCIA11: R$ 0,60 por cota em 29/12

BBIM11: R$ 0,48 por cota em 14/12

HBRH11: R$ 0,669995110594958 por cota em 14/12

LUGG11: R$ 0,48 por cota em 15/12

TEPP11: R$ 0,5 por cota em 14/12

BICR11: R$ 0,28 por cota em 15/12

LGCP11: R$ 0,54 por cota em 15/12

TRXF11: R$ 0,7 por cota em 14/12

QMFF11: R$ 0,75 por cota em 15/12

IFIE11: R$ 0,38 por cota em 15/12

BNFS11: R$ 0,9983174857 por cota em 14/12

TRXB11: R$ 0,75 por cota em 14/12

PORD11: R$ 0,81 por cota em 7/12

HSAF11: R$ 0,4 por cota em 7/12

NVHO11: R$ 0,0703732242902161 por cota em 8/12

MXRF11: R$ 0,06 por cota em 14/12

FPAB11: R$ 1,55 por cota em 14/12

VVPR11: R$ 0,589793196 por cota em 07/12

EURO11: R$ 0,75 por cota em 14/12

BARI11: R$ 1,28 por cota em 21/12

VILG11: R$ 0,6 por cota em 14/12

MALL11: R$ 0,58 por cota em 14/12

HSML11: R$ 0,47 por cota em 7/12

HGCR11: R$ 0,52 por cota em 14/12

GALG11: R$ 0,5649440395 por cota em 14/12

BBPO11: R$ 1,0823299 por cota em 14/12

VISC11: R$ 0,45 por cota em 14/12

VINO11: R$ 0,35 por cota em 14/12

BBRC11: R$ 0,94 por cota em 14/12

TRXF11: R$ 0,7 por cota em 14/12

PVBI11: R$ 0,47 por cota em 7/12

Veja mais:

FII: conheça os 20 fundos imobiliários mais rentáveis de 2020

Money Week: confira dicas de livros, cursos e de quem seguir nas redes

Inteligência financeira: 10 sugestões de livros de Gustavo Cerbasi