Gol (GOLL4) tem queda de 95,2% no lucro no 4TRI

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Reprodução/Gol Linhas Aéreas

A Gol (GOLL4) registrou lucro líquido de R$ 16,8 milhões no quarto trimestre de 2020, redução de 95,2% na comparação com igual período de 2019.

No ano, o prejuízo líquido somou R$ 5,988 bilhões, ante prejuízo líquido de R$ 117,3 milhões em 2019.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O resultado financeiro foi positivo em R$ 401,7 milhões no quarto trimestre do ano passado, revertendo as perdas financeiras do quarto trimestre de 2019.

Conforme a Gol, o resultado se deve principalmente em decorrência dos ganhos com ESN e capped call que variaram R$ 685,7 milhões em relação ao 4T19, pela variação cambial positiva do período, que foi de R$ 455,6 milhões.

Os custos e despesas operacionais somaram R$ 2,210 bilhões, retração de 28,9% em relação ao quarto trimestre do ano passado.

Ebitda retrai 90,9%

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 132,8 milhões no quarto trimestre de 2020, redução de 90,9% na comparação ano a ano.

Enquanto isso, a margem Ebitda foi de 7%, baixa de 31,5 p.p.

O resultado operacional (EBIT) foi negativo em R$ 319,2 milhões, contra Ebit positivo de R$ 694,7 milhões.

Já a margem Ebit ficou em -16,9%, contra 18,3% no ano anterior.

Receita cai 50,3%

A receita líquida atingiu R$ 1,891 bilhões no período, uma redução de 50,3% na comparação anual.

De acordo com a Gol, a receita caiu devido principalmente à redução na demanda no setor aéreo, em decorrência da adoção do comportamento de distanciamento social pelos clientes e ao fechamento de fronteiras como forma de contenção da contaminação mundial pelaCovid-19.

Investimentos

A companhia investiu R$ 78,9 milhões no quarto trimestre do ano passado. Os aportes foram direcionados para principalmente para manutenção de motores.

Frota

Ao final do 4T20, a frota da GOL era de 127 aeronaves Boeing 737, sendo 120 NGs e sete (7) MAX operacionais. No 4T19, a Companhia contava com 137 aeronaves, sendo sete (7) MAX (não operacionais). A idade média da frota da empresa foi de 11,0 anos ao final do 4T20.

Dívida

Em 31 de dezembro de 2020, a liquidez total (caixa e equivalentes de caixa, aplicações financeiras, caixa restrito e contas a receber e títulos) totalizou R$2,6 bilhões, R$ 334 milhões superior se comparado a 30 de setembro de 2020, e R$ 1,7 bilhão menor em relação a 31 de dezembro de 2019.

A dívida líquida da Gol encerrou 2020 em R$ 12,9 bilhões, alta de 42,7% na comparação anual.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida ajustada/Ebitda ajustado, ficou em 5,3 vezes no final de dezembro de 2020. Um ano antes era de 2,9 vezes.

Projeções

A Gol espera que a receita do primeiro trimestre de 2021 reduza aproximadamente 10% comparada com o trimestre findo em dezembro de 2020.

A companhia espera encerrar o trimestre com R$ 1,9 bilhão em liquidez e R$ 14,3 bilhões em dívida líquida ajustada.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo

Veja os principais destaques do balanço da Gol: