Focus revê inflação para cima; PIB é revisto para baixo

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Marcello Casal/Agência Brasil

O boletim Focus, do Banco Central (BC), revisou para cima a projeção da inflação para o fim do ano. Além disso, revisou para baixo a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano. Com relação ao dólar e à Selic, estas tiveram suas projeções mantidas.

Sobre a inflação a pesquisa aponta que este indicador deve encerrar o ano a 9,77% ante 9,33% da semana passada. Há quatro semanas, a estimativa era de 8,69%.

Sobre o PIB, a pesquisa de mercado agora aponta um crescimento de 4,88% para o fim do ano contra 4,93% da semana anterior. Há quatro semanas, a estimativa apontava para um PIB de 5,01% ao fim de 2021.

Já o dólar teve sua projeção de R$ 5,50 mantida com relação à semana passada. Há quatro semanas, era estimada que a moeda norte-americana chegasse a R$ 5,25.

Por fim, a Selic teve sua estimativa mantida em 9,25% para o fim do ano. Há quatro semanas, o mercado previa uma taxa de juros em 8,25%.

Focus

Focus em 2022, 2023 e 2024

Para o próximo ano, o boletim também reviu a inflação para cima e o PIB para baixo. Ao passo que dólar e inflação tiveram suas projeções mantidas.

Para o ano que vem, a inflação foi revista para 4,79% ante 4,63% da projeção anterior. Há quatro semanas, era estimada uma inflação em 4,18% para o ano que vem. Para 2023, o indicador também foi revisado para cima, podendo chegar agora a 3,32%. Já para 2024, foi revista para baixo, para 3,09%.

Sobre o PIB em 2022, este foi revisto para 0,93% contra 1% da semana passada. Há quatro semanas, o boletim previa um crescimento de 1,50% para 2022. Para 2023, foi mantida a projeção de 2%. Porém, para 2024, foi revisto para baixo, para 2%.

Com relação ao dólar, foi mantida a projeção de R$ 5,50 da semana anterior. Há quatro semanas, a estimativa era de dólar a R$ 5,25. Para 2023, foi mantida a projeção de R$ 5,30, ao passo que para 2024, este foi revisto para cima, para R$ 5,25.

Por fim, foi mantida a projeção da Selic de 11% para o ano que vem, sendo que há quatro semanas a projeção era de 8,75%. Para 2023, a taxa foi revista para cima, em 7,75%. No entanto, foi mantida a projeção de 7% para 2024.