Focus traz projeção de alta para inflação e Selic a 6,25% ano que vem

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Flickr

O Boletim Focus desta segunda-feira (3) traz mais uma alta para a inflação em 2021 e 2022 e aumento da Selic para o ano que vem, além de revisões na projeção do Produto Interno Bruto (PIB).

O IPCA, indicador oficial de inflação do país, teve a projeção aumentada pelo mercado de 5,01% da semana passada para 5,04%. Há um mês, a expectativa era por 4,81%. Esta é a quarta semana de alta na projeção.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

O Produto Interno Bruto (PIB) foi revisto de 3,09% para 3,14%. Há um mês, era de 3,17%.

As projeções para câmbio (R$ 5,40) e Selic (5,50%) foram mantidos para 2021.

Leia também: mercado aposta em Selic a 3,5% na quarta-feira

Focus: projeções para 2022

Já para 2022, a expectativa para o IPCA foi de 3,60% para 3,61% no período de uma semana. Há um mês, era de 3,52%.

A Selic subiu de 6,13% para 6,25%. Há um mês, era 6%.

O PIB foi de 2,34% para 2,31%. Era 2,33% há um mês.

O câmbio, por sua vez, segue com projeção de R$ 5,40.

Projeções 2023 e 2024

Para 2023, a mudança na comparação com a semana passada é em relação ao câmbio: de R$ 5,17 para R$ 5,20.

IPCA segue em 3,25%; PIB em 2,5%; e Selic em 6,50.

Para 2024, tudo igual: IPCA a 3,25%; PIB a 2,50%; câmbio a R$ 5,08; e Selic a 6,50%.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

Focus

Reprodução/BC