Day Touro terá Gilson Finkelsztain, presidente executivo da B3 (B3SA3)

Matheus Miranda
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação/B3

Com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, Gilson Finkelsztain chegou ao topo da carreira em 2017, ao assumir a presidência executiva da B3 (B3SA3) – novo nome da bolsa de valores de São Paulo.

Até maio daquele ano, havia construído uma carreira sólida nas mais importantes instituições bancárias do mundo, além de empresas do setor financeiro.

Gilson Finkelsztain é um dos convidados do Day Touro, o evento que vai sacudir o Mercado Financeira, totalmente online e gratuito, no dia 5 de maio, comandado por Pablo Spyer.

Day Touro: Finkelsztain início de carreira no Citibank

O executivo tinha aspirações de ser empresário, mas seu primeiro emprego foi no Citibank, onde entrou no mercado financeiro. Foi uma entrada para não sair mais. Depois de formado, passou a atuar com trainee no banco norte-americano. Deixou então sua cidade natal, Rio de Janeiro, para viver em São Paulo.

O começo foi na mesa de operações do banco e, posteriormente, na tesouraria. Antes da presidência da B3, o executivo passou por diversas funções. Atuou como operador de mercado, câmbio, juros e opções.

Depois disso, passou a atuar como trade e, em 2005, vislumbrou uma oportunidade de mudança na carreira. Foi transferido para as Filipinas, aproveitando a presença internacional do banco.

Day Touro: veja quem vai participar

Mudança para JP Morgan

Foi nessa época que a carreira dele dá mais um passo: o próximo destino foi o banco JP Morgan. Além deste banco também atuou no Bank of America Merryll Lynch e Santander, ocupando cargos de diretoria no Brasil e no exterior, sempre relacionados aos mercados de câmbio, renda fixa, renda variável e commodities.

Após as passagens pelos bancos internacionais, surge uma nova oportunidade no Brasil. Em 2011, passou a integrar o quadro do Conselho de Administração da da Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos (Cetip). Nesta mesma época, concluiu pós-graduação pelo INSEAD-Advanced Management Program.

Foi nesta empresa onde passou a assumir o principal cargo executivo. Dois anos após do Conselho, foi indicado para a presidência da empresa, função que exerceu até 2017.

Foi nesta época em que houve a fusão entre a Cetip fez com a antiga BM&FBovespa. O resultado foi a criação da B3, que passou a ser presidida então por Finkelsztain.

A Cetip havia aberto capital em 2009, enquanto a BM&F e a Bovespa, fizeram o mesmo no ano anterior.

Para participar do Day Touro, clique aqui e se inscreva.