CCR (CCRO3): consórcio vence leilão das linhas 8 e 9 da CPTM, com oferta de R$ 980 mi

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

O Consórcio Via Mobilidade, liderado pela CCR (CCRO3), venceu nesta terça-feira (20) o leilão para concessão das linhas das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A oferta foi de R$ 980 milhões. O valor é um ágio de cerca de 202% sobre o valor mínimo.

Segundo a Reuters, a concessão prevê investimentos de R$ 3,35 bilhões ao longo do contrato de 30 anos.

Deste valor, R$ 2,6 bilhões serão liberados nos primeiros seis anos.  Ao todo, quatro consórcios deram lances.

CCR: concessão terá prazo de 30 anos

A concessão prevê modernização de 35 estações. Será feita ainda a construção de duas novas estações e a compra de frota de mais de 30 composições novas.

De acordo com nota divulgada pela CCR, a concessão terá um prazo de 30  anos, que se iniciará a partir da data da emissão de ordem de início da operação comercial das Linhas 8–Diamante e 9-Esmeralda.

Caberá ao governo paulista a obrigação de concluir obras de extensão da Linha 9 até Varginha e fazer adequações nas estações Morumbi (integração com Linha 17-Ouro), Santo Amaro (integração com Linha 5-Lilás) e Carapicuíba (ligação com Boulevard).

A oferta do grupo da CCR bateu as feitas pelos consórcios Integração, liderado pela Ibérica Holding (R$ 519,5 milhões); a do Mobitrens, liderado pela Comporte (R$ 787,7 milhões); e a do Itapemirim Encalso (R$ 400 milhões).

O negócio ocorre após a CCR ter vencido, no último dia 7 de abril, a disputa para concessão de 15 aeroportos do país.

“A CCR está sempre atenta às oportunidades de viabilizar soluções de investimentos e serviços em infraestrutura, contribuindo para o desenvolvimento socio econômico e ambiental das regiões onde atua”, diz nota da companhia.

“A conquista da concessão das Linhas 8–Diamante e 9 Esmeralda representa a concretização de mais uma importante etapa do planejamento estratégico do Grupo CCR, que visa o seu crescimento qualificado, disciplina de capital e agregar valor aos acionistas”, conclui.