Carrefour (CRFB3): vendas somam R$ 19,3 bi, alta de 29,9%, em prévia do 3TRI

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Carrefour

O Grupo Carrefour Brasil (CRFB3) divulgou nesta terça-feira, 27, as informações preliminares e não auditadas das vendas no terceiro trimestre de 2020.

Em nota, a Companhia informou que as vendas consolidadas do trimestre somaram R$ 19,3 bilhões.

Os números representam uma alta de 29,9% em comparação com o mesmo período no ano passado.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

“Excluindo gasolina, as vendas LFL cresceram 26%, impulsionadas pelas fortes vendas tanto no Atacadão como no Varejo”, destacou o Carrefour ao revelar o recorde desde o início da série histórica.

Segmento Atacadão

O Atacadão registrou uma receita bruta de R$ 13,5 bilhões, aumento de 31,3%, impulsionado pelo crescimento LfL de 25,8%.

A Companhia declarou que o crescimento foi muito acima qualquer outro trimestre em sua história recente.

Carrefour Varejo

O segmento Varejo registrou uma receita bruta de R$ 5,2 bilhões, aumento de 26,4%, com crescimento LfL de 26,6%*, impulsionado pelo forte crescimento tanto no alimentar (15,4%) quanto no não alimentar (43,6%).

As vendas de alimentos foram suportadas por produtos de marca própria, que apresentaram crescimento de volume de 22% ao ano.

Com uma tendência positiva de vendas, os ganhos de market share nos hipermercados foi de 1,9 ponto percentual.

Banco Carrefour

O faturamento total cresceu 16% no terceiro trimestre, atingindo R$ 9,7 bilhões, com uma carteira de crédito total de R$ 12,3 bilhões.

Segundo o Carrefour, considerando o critério local, o Banco se tornou o 5º maior banco do país em saldo de carteira concedido por meio de cartões de crédito.

Digital

O Carrefour apresentou crescimento total de GMV de 72,5% (ou 86,1% incluindo o serviço de entrega rápida), com forte crescimento das vendas do e-commerce alimentar (+202,4% incluindo o serviço de entrega rápida).

As vendas de não alimentares também continuaram crescendo (+69,1%), apesar da reabertura da maior parte dos varejistas.

O Atacadão lançou seu e-commerce em parceria com operadores de serviço de entrega rápida.

“Inicialmente disponível em 4 cidades, a operação expandiu rapidamente e hoje já está presente em 23 cidades e 11 estados”, destacou a Companhia.