BB Seguridade (BBSE3), C&A (CEAB3) e Locaweb (LWSA3) são retirados da carteira da Planner

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A Planner retirou da carteira de ativos recomendados em dezembro as empresas BB Seguridade (BBSE3), C&A (CEAB3) e Locaweb (LWSA3).

Os papéis da BB Seguridade foram tirados por conta da realização de lucro na posição. “Reiteramos que permanecemos com uma visão construtiva para a empresa, dado a retomada da atividade econômica e a melhora do resultado ao longo dos próximos trimestres”, diz a Planner sobre a BB Seguridade.

A C&A também foi retirada para a realização de lucro após uma alta acumulada de 29% desde sua inclusão em julho. “Os números mais recentes mostram a retomada consistente das atividades e execução do plano de abertura de novas lojas físicas. Seguimos com visão positiva para a ação. Mas enxergamos melhor oportunidade de curto prazo em outra ação atrasada no momento”, afirmam os analistas.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Já a Locaweb foi a novata com melhor desempenho em 2020. A valorização acumulada foi de 221% desde seu início em 6 de fevereiro. “A forte valorização deixou a ação bem precificada e seu desempenho em novembro já mostrou isso. Do lado da operação e das perspectivas, o cenário continua favorável para a empresa que já se beneficiou com o processo de digitalização das pequenas e médias empresas durante a pandemia, contribuindo para a ampliação de seus negócios”.

Mas apesar das retiradas, a Planner manteve na carteira as ações da Ecorodovias (ECOR3), M Dias Branco (MDIA3), Minerva (BEEF3), Petrobras Distribuidora (BRDT3), Telefônica Brasil (VIVT3), Trisul (TRIS3) e Via Varejo (VVAR3).

B3 (B3SA3), Neoenergia (NEOE3) e Notre Dame Intermédica (GNDI3) entram na carteira

Três ativos entraram na carteira da Planner em dezembro: B3 (B3SA3), Neoenergia (NEOE3) e Notre Dame Intermédica (GNDI3).

Os papéis da B3 foram incluídos pois a Planner vê espaço para um melhor desempenho da ação. “Ressalte-se também que, desde o início do ano, a base de investidores de varejo cresceu 84%. E atingiu 3,1 milhões de contas em setembro, crescimento expressivo que contribuiu com a manutenção dos elevados volumes negociados nas plataformas da B3”.

Já a Neoenergia foi incluída por conta do desconto em relação aos seus pares. “É uma empresa integrada com destaque na distribuição de energia, foco na eficiência crescimento com disciplina financeira. Assim, neste ano, a despeito do cenário de pandemia, os resultados têm sido crescentes”, diz a Planner.

A Notre Dame entrou nas recomendações pois a Planner enxerga “oportunidade na ação que durante os 9 meses executou um agressivo programa de aquisições de unidades de saúde em diversas áreas do país. Foram 12 aquisições que totalizam 1.097 mil beneficiários e 859 leitos. Especialmente marcando a entrada em alguns dos mercados mais relevantes da saúde privada do Brasil, como Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais”, explica a Planner.

Expectativa boa para dezembro

Segundo a Planner, após o fechamento de outubro em meio a muita desconfiança em relação à economia global, com as consequências do novo surto de contaminação pelo coronavírus no mundo, problemas políticos nos EUA e uma pauta travada em Brasília, os investidores decidiram ir às compras.

A casa de análises diz que o “desempenho da bolsa em novembro foi surpreendente, considerando um cenário de curto prazo onde as decisões para a economia brasileira não avançam e aumentam as preocupações com a nova onda de contaminação pelo vírus, que tem como único respaldo a expectativa de chegada de vacinas ao mercado até primeiro trimestre de 2021”.

Por fim, a expectativa da Planner é positiva para a bolsa no mês de dezembro. Mas com cautela em relação a questões estruturais importantes do lado da economia que deverão se arrastar para 2021.