B2W (BTOW3) reverte prejuízo e lucra R$ 15,6 mi no 4TRI

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Arte / EQI

No quarto trimestre de 2020, a B2W (BTOW3) reportou um lucro líquido de R$ 15,6 milhões ante prejuízo de R$ 22,3 milhões um ano antes, o que representou uma melhora de 170,0%.

Em 2020, a companhia registrou prejuízo líquido de R$ 203,8 milhões, uma melhora de 48,0% em relação ao prejuízo de R$ 391,6 milhões de 2019.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

A margem líquida evoluiu 1,5 ponto percentual, passando de -1,0% no quarto trimestre de 2019 para 0,5% no mesmo período de 2020. No acumulado do ano, a margem líquida avançou 3,9 p.p., saindo de -5,9% em 2019 para -2,0% em 2020.

O resultado financeiro líquido foi uma despesa de R$ 108,1 milhões ante uma despesa de R$ 137,9 milhões no quarto trimestre de 2019, evolução de 21,6%.

Em 2020, o valor do resultado financeiro da B2W foi uma despesa de R$ 430,3 milhões, enquanto em 2019 foi negativo em R$ 603,9 milhões, evolução de 28,7%.

Ebitda salta 51,7%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado atingiu R$ 385,7 milhões, crescimento de 51,7% comparado com os R$ 254,3 milhões registrados no quarto trimestre de 2019.

A margem Ebitda ajustada saiu de 11,5% para 11,6% no quarto trimestre de 2020, uma expansão de 0,1 p.p.

Em 2020, o Ebitda ajustado foi de R$ 950,2 milhões, representando um crescimento de 58,3% em relação ao valor de R$ 600,1 milhões de 2019, com a margem Ebitda saindo de 9,0% em 2019 para 9,4% em 2020.

Receita da B2W avança 50%

No quarto trimestre de 2020, a receita líquida totalizou R$ 3,330 bilhões, crescimento de 50,0% quando comparado com os R$ 2,22 bilhões registrados um ano antes.

Em 2020, a receita líquida da B2W foi de R$ 10,124 bilhões.

Já o lucro bruto ajustado totalizou R$ 1,095 bilhão, crescimento de 50,4% ante os R$ 728,4 milhões registrados no quarto trimestre de 2019.

Em 2020, o lucro bruto foi de R$ 3,22 bilhões, representando um crescimento de 50,3% em relação ao valor de R$ 2,142 bilhões em 2019.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3