Azul (AZUL4) informa emissão de debêntures no valor de R$ 1,6 bilhão

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação Azul

A Azul informou nesta segunda-feira (26) que submeteu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro de oferta pública de distribuição de debêntures conversíveis em ações preferenciais, no valor de R$ 1,6 bilhão.

Os títulos são denominadas em reais e indexadas ao dólar norte-americano e irão pagar juros remuneratórios de 7,5% ao ano no primeiro ano através de aumento no valor nominal das Debêntures (PIK), e 6,0% de juros remuneratórios nos demais anos, a serem pagos semestralmente em espécie.

Conforme a Azul, as debêntures terão data de vencimento de cinco anos após a emissão.

Confira os melhores momentos da Money Week

Na bolsa, as ações da companhia acompanham a queda do Ibovespa e registram recuo de 1,08%, a R$ 12,81.

As debêntures serão conversíveis pelos titulares com um prêmio de conversão dependendo do preço da ação a ser determinado no procedimento de bookbuilding.

De acordo com a Azul, o Oferta terá início somente após concessões e autorizações necessárias.

BDRs| Confira os papéis disponíveis para Investimentos

Intermédica (GNDI3) comunica aquisição de hospital no PR

A Notre Dame Intermédica (GNID3) anunciou que a Clinipam –Clínica Paranaense de Assistência Médica, subsidiária integral da companhia,celebrou um contrato definitivo de compra do Hospital e Maternidade Santa Brígida.

De acordo com a nota, a Intermédica passou a deter, de forma indireta, 97% das ações do Hospital Santa Brígida.

O preço de aquisição foi pago à vista, descontados o endividamento líquido e uma parcela retida para contingências.

As ações da empresa reagem bem na bolsa. Os papéis registram alta de 2,28%, cotados a R$ 65,85, perto das 14h, enquanto o Ibovespa tem queda de 0,84%.

Localizado em Curitiba(PR), a empresa opera um Hospital Materno-Infantil com 72leitos, sendo 15 de UTI, 4 salas obstétricas e 5 consultórios de pronto socorro, além de uma ala diagnóstica com ultrassonografia, endoscopia, radiografia e laboratório de análises clínicas.

Em 2019, o Hospital Santa Brígida apresentou um faturamento líquido de R$ 31,2 milhões.

Conforme a Intermédica, a consumação da transação não está sujeita à aprovação prévia da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e nem do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Linx (LINX3) diz que irá se manifestará sobre ofício da B3 no prazo

Em resposta a B3, a Linx disse que se manifestará acerca do ofício no prazo nele indicado.

A B3 determinou que a Linx tome medidas para assegurar que seus acionistas deliberem sobre a dispensa da adesão da StoneCo ao segmento Novo Mercado sem que lhes seja imposto qualquer tipo de ônus.

A B3 concedeu prazo até 30 de outubro de 2020 para que tais determinações sejam cumpridas.

Linx e Stone estão em negociação de incorporação desde agosto, uma transação que envolve também a Totvs (TOTS3), interessada na primeira.

Na bolsa, as ações da Linx recuam 1,81% nesta segunda-feira (26), enquanto Totvs cai 1,51%.