Google (GOGL34) quase triplica o lucro líquido no 1T21 em relação ao 1T20

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A Alphabet, controladora do Google (GOGL34), divulgou seu balanço referente ao primeiro trimestre de 2021 (1T21), com um lucro por ação de US$ 26,29, acima dos US$ 15,82 esperados pelo mercado. No 1T20, o lucro por ação foi de US$ 9,87.

A receita da empresa no período foi de US$ 55,314 bilhões, o que também ficou acima do projetado, de US$ 51,70 bilhões. É um aumento de 34% em relação ao mesmo período de 2020 (com US$ 41,159 bilhões).

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

O lucro líquido ficou em US$ 17,930 bilhões, contra os US$ 6,836 bilhões do 1T20. É quase o triplo. No 4T20, a Alphabet reportou lucro 42% maior do que o mesmo período de 2019.

Receita de publicidade do Google

A empresa registrou receita de publicidade de US$ 44,684 bilhões no trimestre. Isso é um aumento significativo, diante dos US$ 33,763 bilhões no mesmo trimestre do ano passado, tornando-se a taxa de crescimento anualizada mais rápida em pelo menos quatro anos, embora os resultados tenham sido impulsionados por comparações fáceis, já que o início da pandemia de coronavírus causou uma queda acentuada nos gastos com publicidade, que foi se regularizando com o tempo.

A propaganda no YouTube cresceu de US$ 4,038 bilhões no primeiro trimestre de 2020 para US$ 6,005 bilhões no primeiro trimestre de 2021 – um aumento de 49%.

O YouTube se tornou o vencedor da pandemia em termos de sites de mídia social. A plataforma de vídeo viu o uso crescer de 73% de adultos nos EUA em 2019 para 81% em 2021.

Outros números

A receita do Google Cloud ficou em US$ 4,047 bilhões no período analisado, contra US$ 2,777 bilhões no 1T20.

O custos de aquisição de tráfego (TAC, na sigla original de Traffic Acquisition Costs) atingiu US$ 9,712 bilhões, contra os US$ 7,452 bilhões do mesmo período no ano anterior.

Além disso, o CEO da Alphabet, Sundar Pichai, disse na teleconferência de resultados que o Shorts, seu concorrente ao dominante TikTok está obtendo 6,5 bilhões de visualizações diárias, um aumento significativo de 3,5 bilhões no final de janeiro.

De acordo com aviso do próprio YouTube, “o Shorts está na fase Beta. As ferramentas de criação de vídeos curtos do YouTube estão disponíveis na Índia. Elas também serão disponibilizadas para todos os usuários dos EUA nas próximas semanas”.

O segmento “Outras apostas” da empresa, que inclui sua unidade de tecnologia de saúde Verily e a aposta de veículos autônomos Waymo, ficou com receitas de US$ 198 milhões. Ainda insignificante.

O conselho da Alphabet aprovou uma recompra de ações adicional nos EUA de até US$ 50 bilhões em 23 de abril.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.