Ações da Hering (HGTX3) deixam de ser negociadas na segunda

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

As ações da Hering (HGTX3 deixam de ser negociadas na B3 (B3SA3) a partir da próxima segunda-feira (20). Isto ocorre por conta da combinação de negócios da empresa com o Grupo Soma (SOMA3). Agora, quem possui papéis HGTX3, passará a deter papéis SOMA3.

De acordo com fato relevante divulgado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Soma informou que está tomando todas as providências necessárias para realizar pagamento do valor da parcela em dinheiro aos acionistas da Hering.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Hering (HGTX3): como foi feita a combinação

A operação foi definida pelas empresas no dia 2 de setembro. Pelos termos do acordo, as ações de emissão da empresa foram incorporadas pela Cidade Maravilhosa. Esta operação foi seguida pela incorporação das ações da Cidade Maravilhosa pela GMSH Participações S/A.

Por fim, foi feita a incorporação da GMSH Participações S/A pelo Grupo Soma. O processo de substituição de ações ordinárias (ON) da fabricante de roupas pela nova controladora foi realizado no último dia 17.

Histórico

Sendo uma empresa ativa no ramo de varejo de vestuários, a companhia sofreu, de forma direta, os impactos causados pela crise imposta pela Covid-19.

É uma empresa atuante no ramo do varejo de vestuários, voltados tanto para o público feminino, quanto para o masculino e o infantil. Portanto, é bastante diversificada em seus produtos e possui um portfólio com três marcas fortes no mercado.

Foi fundada por Hermann Hering, em 1878, como um pequeno Comércio em Blumenau (SC). Entretanto, ao adquirir um tear e trazer toda a família da Alemanha, a produção engrenou e começou a dar bons frutos.

O destaque e reconhecimento das suas roupas fez com que Hermann e o irmão, Bruno, aumentassem a sua fábrica. Após o falecimento dos dois, a empresa, até então chamada Hering e Cia, mudou o nome para Companhia Hering.

Queda nos lucros

Pouco antes da conclusão da combinação com a Soma, a empresa de vestuário reportou queda de 94,4% no lucro do segundo trimestre do ano.

A Hering (HGTX3) registrou um lucro líquido de R$ 7,07 milhões no segundo trimestre de 2021. Foi uma retração de 94,4% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Na ocasião, a companhia lucrou R$ 126,8 milhões. A queda no resultado final se deu mesmo com a receita quase triplicando, saindo de R$ 118,8 milhões para R$ 353,1 milhões. Crescimento que, segundo a companhia, é explicado, principalmente, pelas menores restrições relacionadas à Covid-19 e pela retomada gradual do consumo.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo