Zona do euro tem superávit de 27,9 bi de euros, bem acima da projeção

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Crédito: Reprodução/Pixabay

A balança comercial da zona do euro teve superávit de 27,9 bilhões de euros em julho, bem acima da projeção do mercado de 12,6 bilhões. Em junho, o superávit foi de 20,2 bilhões.

As exportações da zona do euro subiram 6,5% em julho ante junho, enquanto as importações cresceram 4,2%.

Mas na comparação com julho de 2019, houve recuo de 10,4% nas exportações. E de 14,3% nas importações.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

No comércio entre países da zona do euro, a queda na comparação anual foi de 8,6%.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (16) pelo Eurostat, escritório oficial de estatísticas da União Europeia.

balança comercial

Reprodução/Eurostat

Balança comercial tem terceiro avanço consecutivo

Os resultados marcaram o terceiro mês de avanço do comércio externo, depois da queda histórica de março para abril, quando o superávit foi de 28,2 bilhões para 2,9 bilhões.

Ainda assim, exportações e importações continuam 12,5% e 11% abaixo dos níveis de fevereiro.

Malta, Eslovênia, Estônia e Eslováquia registraram avanço nas exportações. Em sentido contrário, Grécia, Finlândia, França e Croácia tiveram as maiores quedas.

Quanto às importações, apenas Malta registrou avanço em julho. Chipre, Áustria e Portugal tiveram as maiores quedas.