Yduqs (YDUQ3): lucro cai 30% no 1TRI20, para R$ 167,9 mi

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Estácio de Sá

A Yduqs ( YDUQ3), gigante do ensino superior, registrou um lucro líquido de R$ 167,9 milhões no primeiro trimestre de 2019, uma redução de 30,3% em comparação com o mesmo período de 2019.

De acordo com a empresa, a retração do lucro foi influenciado principalmente pela queda do Ebtida e do aumento nos descontos financeiros.

A receita líquida totalizou R$ 923,3 milhões no trimestre, uma diminuição de 1%.

Segundo a companhia, a receita foi impactada negativamente pela queda na base de alunos FIES e ao aumento na agressividade comercial em algumas praças para compensar a perda de alunos FIES. Adicionalmente, o segmento presencial foi impactado pela desaceleração da captação com o inicio do período de quarentena (COVID-19).

O resultado financeiro foi negativo em R$ 70,4 milhões, um aumento 59,1% nas perdas financeiras.

De acordo com a Yduqs, a piora do resultado é fruto aumento das despesas com descontos financeiros relacionados as campanhas de renegociação de dívidas e ao pagamento de taxas relacionadas as captações de recursos no trimestre.

Fonte: Yduqs

 

Ebitda cai 12%, para R$ 384,6 milhões

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 384,6 milhões, uma retração de 12,2%.

A margem Ebtida atingiu 36,6%, baixa de 4,7 pontos percentuais.

A Yduqs atribui o resultado a queda de receita FIES, o aumento dos custos e despesas, em grande parte resultado das medidas de contingência relacionadas ao novo coronavírus, o aumento da inadimplência e maiores despesas com publicidade em conformidade com maiores esforços de captação.

O lucro bruto totalizou R$ 574,4 milhões no período, mantendo-se praticamente estável em relação ao primeiro trimestre de 2019.

Já a margem bruta alcançou 62,2%, alta de 0,8 p.p.

As despesas totalizaram R$ 154,3 milhões, um avanço de 154,3 milhões no trimestre, valor 19,6% maior que o reportado no mesmo período de 2019.

Base de alunos cresce mais de 12%

No primeiro trimestre de 2020, a base de alunos totalizou 561,2 mil, o que representa um aumento de 12,7% em relação ao mesmo período de 2019.

O desempenho foi puxado pelo segmento presencial que atingiu a marca de 557,9 mil alunos, um crescimento de 15,8%.

Fonte: Yduqs

Investimentos

A Yduqs investiu R$ 82,2 milhões no trimestre, um avanço de 63,8% em comparação com mesmo período de 2019.

Os aportes foram destinados principalmente para a expansão do negócio da companhia. Os investimentos representaram mais de 40% do capex total e são referentes a construção de três unidades de medicina, inclusive o mais novo e moderno campus na Barra da Tijuca, cujo valor foi aproximadamente R$ 30 milhões.

Dívida

A dívida líquida da Yduqs encerrou março em R$ 869,5 milhões, queda de 27,2%

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em -0,1 vez, mantendo-se estável em comparação com primeiro trimestre de 2019.

Fonte: Yduqs