Wilson, Sons (WSON33) tem recuo de 8,1% nas operações em um ano

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Foto: Reprodução/Facebook

A Wilson, Sons (WSON33) divulgou o balanço de suas operações em janeiro, com recuo de 8,1% na movimentação de containers. Em janeiro, foram 76,4 mil TEUs (sigla em inglês para twenty-foot equivalent unit), ante 83,2 mil no mesmo período do ano anterior.

No terminal do Rio Grande, a movimentação foi de 55,9 mil para 50 mil TEUs, com redução de 5,9 mil (-10,6%). Em Salvador, a queda foi de 3%, com variação de 27,3 mil TEUs em janeiro de 2019, para 26,5 mil em janeiro de 2020.

Na atividade de rebocagem, houve queda no número de manobras de 4,6 mil para 4,2 mil (-9,6%).  Já na atividade de embarcações de apoio offshore, específico do setor de petróleo, houve aumento nos dias em operação das embarcações – de 314,2 dias em janeiro de 2019 para 401,1 dias em janeiro de 2020 (alta de 27,7%).

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos