Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar mais mercado

Osni Alves
Jornalista (2007); Especializado em Comunicação Corporativa e RP (INPG, 2011); Extensão em Economia (UFRJ, 2013); Passou por redações de SC, RJ e BH (oalvesj@gmail.com).
1

Crédito: Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado

A Weg (WEG3) está focada na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado.

Significa dizer que a fabricante de motores acompanha a chamada “Quarta Revolução Industrial (Indústria 4.0)” como ferramenta de atualização para o próprio negócio.

Este modelo de atuação engloba tecnologias para automação e troca de dados e utiliza conceitos de sistemas ciber-físicos, internet das coisas e computação em nuvem.

Guia definitivo sobre Renda Variável  e os Melhores Investimentos para 2021

A informação é da própria diretoria da Weg repassada ao mercado na manhã desta quinta-feira (23) em teleconferência de divulgação de resultados.

Na prática, pode-se dizer que a Weg está passando de uma indústria de transformação para uma indústria de soluções.

Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado

Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado.

WEGE3: duas techs adquiridas

Os executivos da Weg reforçaram a compra de duas startups de tecnologia recentemente.

Uma foi a BirminD, que oferece tecnologias de inteligência artificial aplicada à otimização industrial.

Já a segunda foi a Mvisia, especializada em soluções de inteligência artificial aplicada à visão computacional para a indústria.

Conforme os gestores, o objetivo é focar em machine learning, subcampo da engenharia e da ciência da computação que evoluiu do estudo de reconhecimento de padrões e da teoria do aprendizado computacional em inteligência artificial.

“A Weg está modernizando as instalações. Quem visitou a empresa cinco anos atrás já consegue ver processos muito mais automatizados hoje”, disseram.

WEGE3: lucro líquido cresce 32% no 2TRI

A Weg reportou seus resultados e surpreendeu o mercado ao atingir lucro líquido de R$ 514,4 milhões, alta de 17% no segundo trimestre de 2020 frente ao primeiro trimestre.

Na comparação anual, o crescimento foi de 32% no segundo trimestre de 2020 frente igual período de 2019.

De acordo com o balanço, a receita líquida também avançou. Os R$ 4,063 bilhões registrados de abril a junho foram 9,4% e 23,7% maiores que as receitas do primeiro trimestre de 2020 e do segundo trimestre de 2019, respectivamente.

Já o Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 732,2 milhões, ou 36% maior que o de um ano atrás.

A margem de Ebitda, por sua vez, avançou 1,7 p.p. na mesma comparação, para 18%.

Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado

Weg (WEGE3): companhia aposta na indústria 4.0 para ganhar ainda mais mercado.

WEGE3: e o pós-pandemia?

De acordo com os gestores da Weg, ainda não dá para afirmar que a crise foi superada, entretanto a carteira de ciclo longo pode trazer alguma estabilidade.

O ciclo longo faz parte do processo comercial de empresas e indústrias e diz respeito ao tempo de atração de um cliente até o fechamento do negócio.

Aplicado ao momento atual, significa dizer que muitos produtos comercializados pela Weg estavam em negociação antes da pandemia e foram finalizados durante.

Este processo, aliado ao câmbio, foi essencial para o resultado reportado, com alta de 17% no lucro líquido no segundo trimestre deste ano, frente ao primeiro trimestre.

WEGE3: câmbio e processos digitais

Segundo os gestores da companhia, o câmbio beneficiou os resultados operacionais.

Isso porque com o dólar alto, acima de R$ 5 por boa parte do trimestre, a empresa obteve vantagem competitiva frente ao mercado.

Outro ponto elencado pelos executivos foi quanto aos processos digitais. Reuniões e outros compromissos promovidos no ambiente online contribuíram para a redução de custos.

WEGE3: Capex

De acordo com os gestores, a Weg mantém um sistema de produção baseado em expansão modular, que permite adequar o Capex.

O Capex é a sigla da expressão inglesa Capital Expenditure e que designa o montante de dinheiro despendido na aquisição de bens de capital de uma determinada empresa.

Significa dizer que o investimento que a companhia fará poderá se adequar à realidade do mercado, seja interno ou externo, redirecionando as alocações e aquisições previstas.

WEGE3: os diretores

Participaram da teleconferência os executivos André Rodrigues, diretor-superintendente, Paulo Polezi, diretor de finanças, e Wilson José Watzko, diretor de controladoria.

Veja o desempenho da WEGE3 na Bolsa:

Fonte: Tradingview.