Volks revela retomada de vendas animadora na China

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Volkswagen

De acordo com reportagem do jornal Financial Times desta quinta-feira (7), as vendas de automóveis Volkswagen na China já se encontra em patamares similares aos de 2019.

A informação revela uma recuperação mais rápida do que o esperado do mercado mais relevante para a montadora.

De acordo com a Volkswagen, as vendas caíram apenas 2% em abril. O setor automotivo como um todo caiu 7% na China.

A empresa acredita que, no mês de maio, as vendas estejam no mesmo nível do mesmo mês do ano passado.

“A China está revertendo rapidamente a diferença nas vendas”, afirmou Jürgen Stackmann, membro do conselho de vendas da marca VW.

Recuperação em V somente na China

O CEO da Volks na China, Stephan Wöllenstein afirmou que o resultado anual da empresa “não está muito longe do plano origirinal”, traçado antes da Covid-19.

No entanto, os executivos ressaltam que a recuperação em V observada na China não deverá ser replicada em outros mercados, como o europeu.

Isto porque o mercado da China “é único” em suas palavras, por ter uma demanda dos consumidores pelo primeiro veículo. “Na Europa todos têm carro”, resume Stackmann.

A expectativa é que as vendas permaneçam baixas por todo o ano na Europa.