Você sabe o que é FIDC-NP? Conheça essa modalidade de fundo

Ronaldo Araújo
Engenheiro e Agente Autônomo de Investimentos, hoje me dedico a divulgar ensinamentos sobre como funciona a Previdência Privada. Acredito que com mais conhecimento é possível fazer melhores escolhas para a formação do patrimônio de longo prazo. Para saber mais acesse www.ronaldoaraujo.com.br
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Muitas dúvidas rondam o tema sobre o que é um FIDC-NP. Trata-se de uma variável de uma categoria de fundo já existente e que investe seu patrimônio em direitos creditórios. A diferença está no nível de risco assumido, já que alguns papéis adquiridos são considerados não padronizados.

Prossiga e saiba melhor do que se trata esse tipo de fundo de investimento. Aproveite a leitura!

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O que é um FIDC-NP?

A sigla FIDC-NP quer dizer fundo de investimento em direitos creditórios não padronizados. O último termo indicando a não padronização mostra a distinção de um FIDC tradicional.

Assim, o FIDC-NP deve investir pelo menos 50% de seu patrimônio em títulos recebíveis de renda fixa que não sejam convencionais.

Esse tipo de papel é representado por compromissos de recebimento futuro. O processo de “empacotamento” dessas dívidas recebe o nome de securitização. Dessa forma, o fundo aufere rendimentos adquirindo esses títulos por um valor menor que o seu recebimento permite no futuro e esperando até o dia de obter o valor para si, lucrando a diferença de preço.

Como é o funcionamento de um FIDC-NP?

O modelo de funcionamento de um FIDC-NP é análogo ao comportamento dos demais fundos do mercado. Sendo assim, a aplicação pode se dar na criação do fundo ou por aquisição de cotas no mercado secundário. Além disso, o resgate pode ocorrer de forma aberta ou fechada.

Existe ainda a diferenciação entre cotas seniores ou subordinadas, as primeiras tendo preferência no resgate. A tributação é a mesma de fundos de renda fixa, mas sem incidência de come-cotas. Por fim, vale destacar que como todo fundo de investimento, essa é uma aplicação que não tem garantia do FGC.

No que um FIDC-NP se diferencia de um FIDC?

A diferença básica entre os dois tipos de fundos de direitos creditórios está essencialmente no risco que cada um deles pode correr. Em um FIDC tradicional, apenas papéis convencionais e de maior segurança podem ser adquiridos. O mesmo não acontece em um FIDC-NP.

Nestes últimos, é facultado a aquisição até mesmo de títulos ainda não pagos, ou seja, inadimplentes. Entram nessa conta os precatórios e títulos em litígio que sejam alvo de disputa judicial. É possível ainda investir até mesmo em derivativos de papéis de crédito, um investimento considerado de alto risco e de grande volatilidade.

Quais são as vantagens e desvantagens de um FIDC-NP?

Um FIDC-NP conta com uma estrutura especializada em sua administração. Isso é um chamativo para investidores, além do fator rentabilidade. Por correr riscos mais altos, geralmente um FIDC-NP rende acima de 130% do CDI. Ainda assim, o monitoramento do risco é feito por agências de rating especializadas.

No entanto, investir em um instrumento financeiro desses não é para qualquer um. A aplicação é restrita para investidores profissionais, ou seja, pessoas físicas ou jurídicas que detenham pelo menos R$ 10 milhões. Outro ponto que pesa contra esse tipo de fundo é a baixa liquidez, que pode atrapalhar a estratégia no momento de liquidar operações e sair do investimento.

Saber o que é um FIDC-NP pode melhorar muito a rentabilidade dos investimentos realizados. Pelo fato de poder adquirir títulos de mais alto risco é possível ter maiores retornos, mesmo que esses papéis sejam de renda fixa.

No entanto, é preciso estudar bem o fundo objeto de compra, mas essa tarefa certamente é feita com detalhes pelos investidores. A razão disso é que apenas grandes players do mercado podem fazer o investimento, já que é preciso ter pelo menos R$ 10 milhões em patrimônio.