Você conhece o Wi-Fi 6?

Mateus de Moura Oliveira
Contador, graduando em Direito, especialista em Metodologia do Esino Superior e Contabilidade Tributária. Amante de temas que envolva tributos.

Crédito: Photo by Leon Seibert on Unsplash

Vivemos em uma era em que a tecnologia muda de forma rápida e contínua.

Nesse contexto, a internet será essencial para algumas dessas inovações que presenciamos surgir.

Por exemplo, a internet das coisas, realidade aumentada e a computação em nuvem.

Dessa forma, é fundamental que se criem mecanismos que deem suporte a essa nova realidade.

E um desses mecanismos que estão se reformulando para acompanhar essa situação é o Wi-Fi.

Por conta disso, presenciamos a popularização do Wi-Fi 6, versão que já é utilizada e promete ser cada vez mais incorporada em nosso cotidiano.

O que há de novo no Wi-Fi 6?

De acordo com matéria publicada no site da Olhar Digital, por Camila Rinaldi, o Wi-Fi 6 vem com uma proposta de suportar redes cada vez maiores.

Mesmo com vários dispositivos conectados simultaneamente, ele promete que não haja perda de velocidade.

Essa tecnologia era anteriormente conhecida como 802.11ax.

A atual geração de Wi-Fi permite velocidades de até 3,5 Gbps, com o Wi-Fi 6 esse valor pode chegar a 9,6Gbps.

Além disso, todas as vantagens trazidas pela nova tecnologia vem acompanhada de mecanismos que proporcionam mais economia de energia.

Então, quando o celular se conectar através de um Wi-Fi 6 a bateria gasta com acesso à internet terá redução.

Porém, essa não é uma regra e vale para equipamentos que ficam inativos por intervalo de tempo.

Computadores que enviam sinais constantes não se beneficiarão dessa redução de energia.

A criptografia é um dos requisitos essenciais para que a Wi-Fi Alliance (empresa certificadora de Wi-Fi) emita certificação.

É obrigatória a existência de criptografia WPA3, o que o tornará mais difícil de ser hackeado, prática que é cada vez mais comum com os Wi-Fi da geração atual.

Quais dispositivos já disponibilizam?

Apesar de todas as vantagens dessa nova tecnologia, espera-se que o processo de substituição dos equipamentos de Wi-Fi 5 (mais utilizados atualmente), para os Wi-Fi 6 seja realizado de maneira lenta.

Atualmente aparelhos que o utilizam são o Galaxy 10, LG G50, iPhone 11 e o Xiaomi Mi 9.