É possível viver de renda com fundos imobiliários? Veja dicas

Weslley Almerindo
Colaborador do Torcedores
1

Os Fundos Imobiliários são um tipo de investimento de renda variável, negociado na bolsa de valores. Com a queda constante da Taxa Selic nos últimos meses, um dos setores que mais se beneficia é o imobiliário. Devido a isso, os investimentos de renda fixa estão cada vez menores, e os Fundos Imobiliários vem como uma excelente opção.

Fundos Imobiliários: como funcionam?

Os Fundos Imobiliários possuem um gestor especializado que é responsável por fazer o acompanhamento diário do patrimônio e do mercado. Além disso, faz as alocações necessárias para adquirir a maior rentabilidade possível.

Além disso, há dois tipos de Fundos Imobiliários, os chamados fundos de papel e os fundos de tijolo.

Os fundos de tijolo são aqueles que possuem imóveis físicos de fato, como shopping centers, hotéis e edifícios empresariais. 

Já os fundos de papel são aqueles que não possuem imóveis físicos. Dessa forma, eles adquirem sua rentabilidade investindo em aplicações financeiras do setor imobiliário como LCI, LCA, CRI e CRA. 

Com isso, é possível constatar que os fundos de tijolo podem se valorizar por si próprio como também pela compra de novos imóveis. 

Quanto aos fundos de papel, eles são mais seguros pois, como visto, são baseados em renda fixa.

Com qualquer Fundo de Investimento, os Fundos Imobiliários possuem seu patrimônio dividido em cotas de valores iguais. Além disso, os FIIs são livres de imposto de renda.

Essas cotas é que são negociadas na bolsa e é pela quantidade de cotas que se tem que se mede a porcentagem que possui de um imóvel, por exemplo.

É possível viver de renda com Fundos Imobiliários?

Viver de renda é o sonho de diversos brasileiros e uma das melhores formas de se conseguir isso é com Fundos Imobiliários.

Assim sendo, quando você investe em um fundo imobiliário, seu recebimento será proporcional a quantidade de cotas que possui. Quanto mais cotas, maior a porcentagem de lucro.

Caso invista em um fundo de tijolo, por exemplo, receberá lucros advindos dos aluguéis pagos, da valorização do imóvel e da compra ou venda de imóveis. 

Vale salientar, ainda, que é exatamente este o maior fator de variação dos Fundos Imobiliários. Dessa maneira, um imóvel pode se valorizar ou desvalorizar, um aluguel pode ser pago ou ficar atrasado, etc.

Contudo, esse risco é muito maior quando se pensa em um único imóvel, o que não ocorre em boa parte dos Fundos Imobiliários. Nesse sentido, os fundos têm grande patrimônio, diversos imóveis. Logo, a chance de variação negativa diminui bastante.

O principal ponto dos FIIs para viver de renda, é em relação ao rendimento mensal. Em outras palavras, mensalmente você receberá um valor de acordo com a quantidade de cota. Logicamente, o lucro do fundo também é levado em conta.

Tal característica de renda mensal, é extremamente similar a um salário e o gestor do fundo faz basicamente tudo por você. Com isso, quero dizer que de sua parte basta investir com inteligência, observar e aguardar.

Dicas para aumentar seus rendimentos

Uma vez que sabemos da possibilidade de viver de renda com os FIIs, basta saber como alcançarmos essa meta, e é sobre isso que falaremos agora.

Conheça bem o fundo que está investindo

É importantíssimo que pesquise bem sobre o fundo que irá investir.

Você deve procurar saber quem é o gestor do fundo, o histórico profissional desse gestor, isto é seus resultados, o método de investimento do fundo e diversas outras coisas.

É importante analisar relatórios, gráficos, dados, pesquisas e qualquer informação a mais que achar sobre determinado fundo, pois lembre-se que a renda é variável.

Nosso site é rico em todas essas informações que pode precisar.

Use suas cotas para comprar mais cotas

Essa prática é comum entre ações que pagam dividendos e o raciocínio é exatamente o mesmo. 

A prática consiste basicamente em comprar cotas de um fundo e, com o rendimento delas, comprar mais cotas do mesmo fundo ou de outro.

Fazendo isso constantemente, terá cada vez mais cotas e, consequentemente, mais rendimento.

Diversifique a sua carteira

Não se esqueça que seu objetivo é viver de renda e não ser especialista em Fundos Imobiliários.

Desse modo, é de alta relevância que busque investir em fundos variados, imobiliários ou não. Nesse sentido, opte por investir em fundos com diferentes métodos de investimento.

Tenha uma reserva de emergência em um fundo de renda fixa ou um fundo de papel imobiliário.

Programe-se para imprevistos, siga indicações, busque conhecimento todos os dias.

Procure um bom assessor de investimentos

Por mais que se tenha um alto conhecimento no setor, é extremamente importante debater ideias e compartilhar conhecimentos.

Isso faz com que, mesmo que você já esteja bem preparado para investir, obtenha um retorno ainda maior com seus investimentos. Além disso, a sensação de segurança é dobrada e  as chances de acerto mais do que isso.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

É recomendável sempre investir com o auxílio de assessor de investimentos.