Vivara (VIVA3) reverte lucro em prejuízo de R$ 1,6 mi no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Vivara / Facebook / Reprodução

A Vivara (VIVA3) registrou prejuízo de R$ 1,6 milhões no segundo trimestre de 2020, revertendo o lucro líquido de R$ 156,8 milhões em igual período do ano passado.

De acordo com a empresa, o resultado foi impactado pelo desempenho operacional do período, e, em parte, neutralizado pelo efeito da queda nas taxas de juros nas despesas financeiras, maior nível de rendimento das aplicações financeiras e imposto diferido.

O e-commerce cresceu 387% no trimestre, atingindo 63,9% do faturamento.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Projeto Joias em Ação registrou 17,4% de participação nas vendas do e-commerce.

As vendas mesma lojas (SSS, na sigla em inglês) caíram 55%, contra avanço de 10,7% no mesmo período de 2019.

A geração de caixa operacional atingiu R$ 111,1 milhões, um crescimento de 11 vezes ao registrado no mesmo período de 2019.

As despesas operacionais somaram R$ 80,5 milhões no trimestre, um recuo de 34,9%.

Segundo a Vivara, a redução é reflexo das medidas de contenção e controle orçamentário adotadas.

O que você verá neste artigo:

Ebitda

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 12,5 milhões, uma redução de 92,8%.

A margem Ebtida atingiu 9,1%, baixa de 48,5 pontos percentuais.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 137,6 milhões no período, uma diminuição de 54,6% na comparação anual.

O lucro bruto caiu 51,3% no período, atingindo R$ 92,9 milhões.

A margem bruta ficou em 67,5%, alta de 4,6 pontos percentuais.

De acordo com a Vivara, o resultado registrado reflete a adequada politica de precificação, bem como o lançamento de coleções combo a aderência em todas as categorias.

Investimentos

A empresa investiu R$ 12,1 milhões no segundo trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados principalmente para inauguração de novas lojas; reformas e melhorias nas lojas e iniciativas digitais com base na estratégia de omnicanalidade.

Caixa da Vivara

A Vivara encerrou o segundo trimestre com um caixa líquido de R$ 264,1 milhões.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida ajustado, ficou em -1,3 vez no final do trimestre.

Um ano antes a alavancagem financeira era de -0,7 vezes.