Via Varejo (VVAR3) se diz preparada para novas restrições

Matheus Miranda
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação/Pixabay

Diante de um quadro do endurecimento das restrições para conter a pandemia da covid-19, o comércio pode ter de enfrentar limitações em suas operações. Porém, a Via Varejo (VVAR3), donas de marcas como as Casas Bahia, Ponto Frio, Batira e Extra, diz estar preparada. É o que avalia o CEO, Roberto Fulcherberguer. Ressaltou ainda que apesar das dificuldades encontradas em 2020, e empresa conseguiu entregar um lucro de R$ 1 bilhão.

Em entrevista ao site Neofeed, o executivo contou que a companhia aprendeu lições das restrições que foram impostas no ano passado. Citou que agora o braço online da empresa já consegue dar conta da demanda. Isso porque as vendas online, que se tornaram essenciais no ano passado e que hoje funcionam de forma mais pujante do que no primeiro lockdown, no ano passado.  No entanto, reconheceu que não é o ideal. E que o melhor cenário é ter todas as operações funcionando.

Via Varejo: restrições sob planejamento

Para se preparar para este contexto, a empresa está monitorando a situação em cada estado e cidade. Está observando medidas que estão sendo tomadas por governadores e prefeitos. E há um planejamento em curso que leva em conta sobre como operar desde em situações de fechamento por apenas algumas horas até cenários que exijam a suspensão das atividades por 15 dias.

Do ponto de vista financeiro, Fulcherberguer também fez uma comparação com o lockdown no ano passado com o cenário deste ano. Ele disse que naquela ocasião, a empresa estava descapitalizada para enfrentar o momento, mas que agora conta com um caixa reforçado. Mas ressaltou que é difícil prever o que pode vir exatamente pela frente. Isso porque o cenário ainda é complexo e é difícil definir a profundidade da situação.

O CEO da Via Varejo adiantou também que está previsto para o terceiro trimestre do ano, o lançamento conta pessoa jurídica do BanQi, a plataforma de conta digital do grupo. Atualmente, a conta digital opera apenas para pessoas físicas.