Via Varejo (VVAR3) reverte prejuízo em lucro de R$ 65 mi no 2TRI20

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Via Varejo - Small Caps

A Via Varejo (VVAR3) registrou um lucro líquido de R$ 65 milhões no segundo trimestre de 2020, revertendo prejuízo de R$ 162 milhões em igual período do ano passado.

De acordo com a empresa, o resultado foi impactado pelo desempenho
da operação com excelente performance do e-commerce, mas desalavancagem operacional por conta da queda de receita, custos fixos vinculados ao fechamento de lojas na pandemia e aumento da despesa financeira.

O resultado financeiro foi uma despesa de R$ 200 milhões, uma elevação de 27%.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Conforme a Via Varejo, o desempenho foi afetado pelo aumento impactado pelo CCB
e alongamentos das dívidas feitos pela Companhia nesse trimestre.

As despesas operacionais somaram R$ 1,376 bilhão, uma redução de 2,8%.

O que você verá neste artigo:

Ebtida

O lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 555 milhões, uma elevação de 45,7%.

A margem Ebtida atingiu 10,1%, alta de 4,9 pontos percentuais.

Já o Ebtida ajustado totalizou R$ 555 milhões, alta de 45,7%.

Enquanto a margem Ebtida ajustado ficou em 10,5%, alta de 4,2 p.p.

De acordo com a Via Varejo, o resultado é fruto da melhora significativa da performance foi resultado da excepcional venda do canal online, a evolução de margem de produtos e as ações de redução de despesas fixas e variáveis.

Receita

A receita líquida atingiu R$ 5,280 bilhões no período, uma diminuição de 12,4% na comparação anual.

O lucro bruto subiu 10,8% no trimestre, totalizando R$ 1,862 bilhão.

A margem bruta ficou em 35,3%, alta de 7,4 pontos percentuais.

GMV

O GMV do e-commerce foi de R$ 5,1 bilhões no trimestre, atingindo crescimento expressivo de 280%.

Conforme a Via Varejo, o desempenho foi influenciado pela estabilidade das ferramentas no canal online (Sites e Aplicativos), a introdução de muitas  melhorias na experiência do cliente e o sucesso das iniciativas de marketing foram cruciais para um excelente resultado.

Investimentos e caixa

A Via Varejo investiu R$ 59 milhões no segundo trimestre de 2020.

Os aportes foram destinados principalmente para a evolução tecnológica e logística.

O caixa líquido ajustado encerrou junho em R$ 2,901 bilhões.